França decide sobre Hugo Lloris usar braçadeira “One Love” no Catar

1 minuto de leitura

Depois de muitas polêmicas e especulações envolvendo a questão LGBTQIA+ no Catar, a Seleção Francesa já decidiu sobre o uso da braçadeira “One Love”. A FFF (Federação Francesa de Futebol) definiu que irá acatar as orientações da FIFA e o capitão Hugo Lloris não terá o artefato especial em seu braço durante a Copa do Mundo 2022.

França Hugo Lloris braçadeira one love

No Catar, país-sede da Copa do Mundo, é crime ser homossexual ou não-binário. Portanto, houve muitas discussões de seleções que queriam usar uma braçadeira de capitão especial com as cores da bandeira LGBTQIA+. Essa seria uma forma de protestar contra a discriminação. Mas a FIFA orientou que as confederações não contrariassem as leis locais.

Seleção Francesa decidiu neste sábado (19) que seu capitão Hugo Lloris não irá usar a braçadeira “One Love” multicolorida. Em vez disso vai com uma que tem o tema da Copa do Mundo, criada pela FIFA. Recentemente o próprio goleiro, líder do elenco, deu uma declaração falando em respeitar os anfitriões.

Em primeiro lugar, antes de fazer qualquer coisa, precisamos que a FIFA e a FFF (Federação Francesa de Futebol) concordem com isso. Claro, tenho minha própria opinião pessoal, e ela coincide um pouco com a do presidente. Na França, quando recebemos estrangeiros, muitas vezes os queremos respeitando nossas regras e respeitando nossa cultura. E farei o mesmo quando for ao Catar. Quer eu concorde ou não com as ideias deles, tenho que mostrar respeito em relação a isso“, disse o goleiro.

Em contrapartida à decisão da França, a seleção da Inglaterra anunciou que decidiu usar a braçadeira “One Love” em protesto à criminalização da homossexualidade no Catar. O presidente da FA, Mark Bullingham, falou à Sky Sports que já espera uma multa da FIFA, mas irá manter a decisão.

Eles não nos deram nenhuma resposta à nossa carta. Acho que existe a possibilidade de sermos multados. E se formos, pagaremos a multa. Achamos que é muito importante mostrar nossos valores e é isso que faremos“, disse o executivo.

França estreia na Copa do Mundo na próxima terça-feira (22) diante da Austrália às 16h (horário de Brasília) no Al Janoud Stadium. Depois disso, no dia 26 eles encaram a Dinamarca às 13h (horário de Brasília) no Stadium 974. A Seleção Francesa encerra a fase de grupos no dia 30 às 12h (horário de Brasília) contra a Tunísia no Education City Stadium. A equipe defende o título do Mundial, sendo que foi campeã em 2018 e é favorita agora também.

Caian Oliveira
Caian Oliveira

Jornalista. Coordenador especialista em palpites, prognósticos e conteúdo para SEO da PL Brasil.