Fluxo de Multidões: segurança do sofá à arquibancada

Processo visa melhorar experiência dos torcedores nos estádios

0
136

Assistir a uma partida da Premier League ou de qualquer outra competição no Reino Unido é uma experiência que é pensada para ser completa.

Além de toda a estrutura montada para atender aos torcedores dentro e ao redor dos estádios, o deslocamento da torcida e a segurança dos trajetos são previamente planejados para que tal experiência seja segura e agradável.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube

PL Brasil Responde #02 – Quem é maior, Manchester United ou Liverpool?

Ainda pouco conhecido por aqui, o conceito de Fluxo de Multidões é altamente aplicado na terra da Rainha, inclusive para a organização de diversos eventos esportivos como, por exemplo, os Jogos Olímpicos e a Premier League.

O processo começa desde o ponto de origem dos torcedores, como suas casas, até o exato momento em que chegam aos seus assentos no interior do estádio.

Os clubes, as autoridades e a própria liga desenvolvem estratégias que envolvem integrações dos transportes da cidade, parcerias com empresas e órgãos locais e outros processos que visam uma melhor experiência para o torcedor.

Imagem: PTV Group

Dentre as principais vantagens da aplicação do planejamento de Fluxo do Multidões para eventos esportivos, como os jogos das competições inglesas, podemos citar: a avaliação de procedimentos operacionais, determinar o posicionamento de elementos de sinalização para facilitar a movimentação dentro e fora do estádio, definir rotas de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida, posicionar pontos comercias de forma a não impactar o fluxo de pedestres, entre outros.

Foto: Getty Images

Os cenários normalmente estudados são: planejamento de entrada (segregação de torcida, número de equipamentos de raio-x, número de catracas), intervalo/half-time (número de restaurantes e posicionamento de filas e de banheiros) e saída (sinalização eficiente e número de elementos de circulação vertical).

Além disso, talvez o cenário mais importante seja o de evacuação de emergência (largura de portas, escadas, áreas de contenção).

Estudos como esse são fundamentais para que se evite tragédias, como a que aconteceu com a torcida do Liverpool, em Hillsborough, em 1989. Tragédias essas que influenciaram e muito nos rumos do futebol inglês e também no planejamento de segurança por trás dos eventos.

Foto: REX/SHUTTERSTOCK

Leia mais

Desastre de Hillsborough: a história de uma das maiores tragédias do futebol

Um exemplo prático do planejamento de Fluxo de Multidões em eventos na Inglaterra foi a final da UEFA Champions League em 2017, em Cardiff.

Por se tratar da final do maior campeonato interclubes do mundo, a estrutura necessária para a realização de todo o evento não costuma ser pequena, bem como o planejamento de fluxo dos espectadores.

Para a edição de Cardiff, foi detectada a necessidade de uma maior segregação entre os diferentes tipos de espectadores nas áreas ao redor do estádio.

Desta forma, foi determinada a necessidade de se construir uma passarela temporária que ligaria a área hospitalidade da UEFA, que receberia mais de 10 mil convidados, com o estádio, gerando assim um trajeto totalmente segregado e seguro para convidados e patrocinadores da competição.

Estudos de demanda e simulações foram realizados para garantir a eficiência da passarela, que foi instalada e retirada sem problemas após a realização do evento.

O novo estádio do Tottenham está em processo de finalização e terá capacidade para mais de 62 mil pessoas com o intuito não só de receber os jogos do clube como outros eventos, como NFL, shows e etc.

Por se tratar de um estádio com múltiplas funções (supermercado, hotel, centro de saúde), o planejamento conta com especialistas que avaliam o design e como os espectadores irão transitar dentro e em volta do estádio, garantindo assim sua segurança e proteção.

Os estudos certificaram, não só ao clube, mas também a todos os stakeholders, que o novo Tottenham Hotspur Stadium é seguro.

Além disso, com a nova capacidade do estádio, o clube foi responsável por apresentar opções que assegurassem que a rede de transporte fosse capaz de acomodar o grande número de espectadores para aquela área, desenvolvendo estratégias especiais para dias de jogos ou outros eventos.

Leia mais

Foto: Tottenham Hotspur FC

Não é a toa que a Premier League é considerada a melhor liga do mundo hoje. Toda a organização que vai desde o gramado perfeito dos estádios, padronização nas transmissões, investimento em grandes jogadores até o planejamento de Fluxo de Multidões dos espectadores resultam em um produto mais consistente e de sucesso.

É importante que outras ligas, inclusive a brasileira, se espelhem em ações como essa para oferecer ao espectador uma experiência completa e sempre positiva.