Flop do Chelsea dá a volta por cima, brilha e iguala recorde de Kaká

4 minutos de leitura

Cada vez mais, jogadores ingleses têm buscado oportunidades em clubes fora do Reino Unido. Entre passagens de destaque e desempenhos ruins, um nome tem dado a volta por cima na carreira, especialmente neste início de ano.

Uma das jovens promessas das categorias de base do Chelsea na década passada, Ruben Loftus-Cheek deixou a equipe sem deixar muita saudade no início da temporada. Agora no Milan, o meio-campista tem motivos para sorrir.

Loftus-Cheek marcou duas vezes na vitória do Milan na última quinta-feira (15), no 3 a 0 sobre o Rennes, pela Europa League. Essa foi a primeira vez que um jogador do clube conseguia marcar dois gols em um jogo de competição europeia desde Kaká, em 2007 — ano do título da última Champions League do clube.

Esquecido no Chelsea, em alta no Milan

Desde que se transferiu do Chelsea na última temporada, Loftus-Cheek impressionou a torcida rossoneri. O meia teve dificuldade de se manter no time principal dos Blues depois de ser considerado um dos jovens mais promissores de Cobham.

Depois de momentos de dificuldade, ele teve uma passagem de sucesso por empréstimo ao Crystal Palace, o que lhe rendeu uma vaga na seleção inglesa para a Copa do Mundo de 2018, mas as lesões voltaram a atrapalhar seu progresso.

Loftus-Cheek pelo Chelsea:

  • 155 jogos
  • 13 gols
  • 18 assistências
  • 2x Premier League (14/15 e 16/17)
  • 1x Europa League (18/19)
  • 1x Supercopa da Uefa (21/22)

Aparentemente livre das lesões, LoftusCheek encontrou no Milan o ambiente ideal para se desenvolver. Ele chegou ao clube em uma transferência sem custos como agente livre, depois de encerrar seu contrato com o clube londrino.

Milan Tonali Premier League chelsea
kaka
Foto: Icon Sport

Em sua primeira temporada pelo clube italiano, ele já soma 26 partidas, sete gols e duas assistências. Cinco desses nove participações em gols vieram nas últimas cinco partidas — e duas bolas na rede pela Europa League. Antes do inglês, ninguém desde Kaká havia conseguido tal feito.

Naquela ocasião, o craque brasileiro marcou dois gol memoráveis em Old Trafford contra o Manchester United na Champions League, no jogo de volta das semifinais. O Milan seria campeão também em cima de um inglês, o Liverpool.

— Loftus-Cheek é um jogador muito importante para nós. Ele tem qualidade, força e técnica. Ele pode ser um jogador de alto nível — disse o técnico do Milan, Stefano Pioli, após a partida.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]