Federação italiana investiga cantos antissemitas da Inter de Milão

1 minuto de leitura

Infelizmente, muitas torcidas organizadas do futebol europeu tem fama de serem racistas, fascistas e cometerem diversos atos preconceituosos. Principalmente, dentro do futebol italiano. Dessa forma, a federação italiana vem tentando coibir esses atos. Assim, está investigando possíveis cantos antissemitas.

Investigação na Inter de Milão

A Federação Italiana de Futebol (FIGC, na sigla em italiano) anunciou nesta segunda-feira que abriu uma investigação depois que torcedores da Juventus e da Inter de Milão proferiram cânticos antissemitas no último sábado, em seus jogos da Serie A.

Nesse ínterim, antes do clássico contra o Milan começar alguns torcedores da nerazzurri  estavam cantando “os campeões da Itália são judeus” dentro do estádio San Siro. 

“Que vergonha!”, reagiu o clube ‘rossonero' em sua conta na rede social Twitter, em repúdio ao episódio.

Analogamente, no mesmo final de semana um episodio semelhante ocorreu no jogo entre Juventus e Fiorentina. Onde, “La Viola não é italiana, são um bando de judeus”, pode-se ouvir nas arquibancadas do estádio Artemio Francchi, em Florença. No setor visitante no qual estava localizada a torcida do Juventus.

Agora, a federação italiana irá investigar o caso e buscar os culpados. Assim, os clubes devem receber algum tipo de punição perante o ocorrido. Mas, normalmente as multas sobre esses casos tendem a ser brandas para os times. Igualmente, quanto aos torcedores quando são identificados. Após, investigações os clubes podem perder mando de campo. Porém, raramente as punições chegam nesse nível. Decerto, a punição será alguma multa para Inter de Milão e Juventus.

Nesse sentido, tendo pouca ação efetiva de coibir essas atitudes.

Em contrapartida, no campo o Milan levou a melhor e venceu o jogo por 3×2. Dessa forma, batendo seu maior rival, a Inter de Milão.

Por outro lado, no jogo entre Juventus e Fiorentina, empataram em 1×1. Com isso, o tema do jogo foi lamentável ocorrido de preconceito.

Alex Villar
Alex Villar

Sempre sonhei em estar no meio do esporte. Mas, nunca tive habilidade para ser um atleta. Então, escolhi estar nos bastidores e trazendo informação e vivendo próximo do meu maior amor. o ESPORTE.