‘Campeonato mais difícil da minha vida’: a sólida temporada de Felipe após salvar Forest do rebaixamento

4 minutos de leitura

O zagueiro Felipe teve um papel importante na vitória do Nottingham Forest sobre o Arsenal por 1 a 0, neste sábado (21), no City Ground. Jogando como líbero no esquema de três zagueiros, o brasileiro foi o principal responsável por impedir que o ataque formado por Saka, Gabriel Jesus e Odegaard furasse a defesa.

Mais do que vencer o vice-líder da competição — e, de quebra, garantir o título do Manchester City –, a vitória também salvou o Forest do rebaixamento. Em sua primeira temporada de volta à Premier League, o clube já somou 37 pontos e, a uma rodada do fim, já não podem ser alcançados por nenhum time que está na zona

— Nós merecíamos muito confirmar a permanência na Premier League. Trabalhamos muito e fizemos de tudo para conquistar a vitória diante de nossa torcida, que foi o 12º jogador durante toda a campanha, principalmente nessa reta final. Agora é respirar aliviado e já começar a pensar em fazer uma próxima temporada com maiores objetivos em todas as competições — afirmou Felipe.

Felipe, do Corinthians ao Nottingham Forest

O brasileiro está na sua primeira temporada em Nottingham. Revelado no interior de São Paulo, Felipe teve uma trajetória vencedora no Corinthians, onde ficou de 2012 a 2016, vencendo Libertadores, Mundial e Brasileirão.

Felipe foi vendido para o Porto em 2016 e passou três anos em Portugal, antes de jogar por mais três temporadas no Atlético de Madrid. Em ambos os clubes venceu a liga nacional. Na temporada 2022/23, perdeu espaço no time de Diego Simeone e foi para o Forest em janeiro.

A Premier League é, sem dúvidas, o campeonato mais difícil que já joguei em minha vida. Mas estou gostando muito, me adaptei rapidamente. A Premier tem um estilo que gosto, com muita velocidade, força, contato… É um futebol muito dinâmico, onde estão as melhores equipes do mundo. É um grande desafio, mas conseguimos fazer frente a equipes poderosas — completou ele.

O camisa 38, que fez 34 anos na última semana, tem contrato com o Nottingham até junho de 2024.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]