O que Felipe Anderson pode oferecer ao West Ham

Análise tática sobre Felipe Anderson feita por Adrian Clarke para o site da Premier League

Felipe Anderson
(Getty Images)

O dom de Felipe Anderson pode aquecer a liga. O ponta brasileiro contratado pelo West Ham foi o terceiro maior driblador no futebol europeu da última temporada.

Adrian Clarke analisa o impacto tático que as contratações de verão na Premier League terão em seus clubes.

Felipe Anderson

A ida de Felipe Anderson para o West Ham é indubitavelmente uma das mais empolgantes da janela de transferência de verão.

O contratado por valor recorde do clube junto à Lazio é um meio-campista ofensivo criativo, habilidoso e extremamente rápido, especialmente quando acelera “a partir do nada”.

O brasileiro é um expert em ultrapassar seus marcadores com explosões de velocidade. Felipe Anderson é considerado um dos melhores dribladores do futebol europeu.

Ele completou seis dribles a cada 90 minutos na Serie A na última temporada, a terceira melhor marca das cinco maiores ligas da Europa.

Apenas Eden Hazard, do Chelsea, e Neymar, do Paris Saint-Germain, fizeram melhor com 6.1 e 7.1, respectivamente. Os torcedores do West Ham vão adorar vê-lo jogar.

Qual é sua melhor posição?

Anderson tem todos os atributos que você normalmente associaria a um ponta, mas não é necessariamente restrito a uma posição.

Enquanto treinadores anteriores tentaram colocá-lo nos flancos, as melhores performances de Felipe foram quase que exclusivamente como um número 10 atrás dos atacantes.

Neste papel mais livre, o brasileiro receberá passes na metade ofensiva com espaço entre as linhas ou abrirá para as pontas para enfrentar os laterais adversários.

Leia mais 4 jogadores brasileiros da Premier League que podem fazer parte do novo ciclo da Seleção

Em alta

Foto: Getty

Uma séria lesão na virilha deixou Anderson parado até dezembro da última temporada, mas depois de melhorar seu desempenho físico com uma série de jogos como substituto, ele terminou a campanha em ótimo estado.

Ele marcou oito gols e produziu 10 assistências em todas as competições pela Lazio, terminando 2017/2018 em alta.

Felipe pode ter sido inconsistente durante seu período na Itália, mas o West Ham trouxe um jogador que está tendo um 2018 fabuloso.

Felipe Anderson em todas as competições:

2017/18 Total
Partidas Disputadas 32
Partidas como titular 15
Minutos jogados 1759
Gols 8
Assistências 10

 

Amenizando a perda de Lanzini

A ausência por lesão de Manuel Lanzini é um grande baque para o novo treinador do West Ham, Manuel Pellegrini.

Mas, em Felipe Anderson, os Hammers agora tem um jogador criativo com potencial para entregar tanta qualidade quanto no terço final do campo, se não mais.

Felipe Anderson tem um olho clínico para passes meticulosos. Seu pé direito pode criar muitas chances aos atacantes Chicharito e Marko Arnautovic a partir de uma área central ou aberta.

Ele criou, em média, três chances a cada 90 minutos na última temporada da Serie A

Anderson a cada 90 minutos na Serie A

2017/18 Total
Tentativa de drible 10.6
Dribles completados 6.0
Chances criadas 3.0
Cruzamentos 3.2
Finalizações 2.0
Divididas 2.7

 

Disposição ofensiva

O meia de 25 anos também buscará correr além da linha dos atacantes.

Na última temporada pela Lazio, ele frequentemente usou sua velocidade para romper as linhas e criar um-contra-um com os goleiros.

É um atributo que ele mostrou ao marcar seu primeiro gol pelo West Ham na vitória em um amistoso contra o Ipswich Town no sábado.

Os defensores da Premier League vão encontrar em Felipe Anderson um oponente evasivo e imprevisível.

Desde que ele tenha liberdade para se movimentar, o dom sul-americano e a improvisação podem esquentar a competição.”

O artigo original de Adrian Clarke pode ser lido aqui