Federação Portuguesa diz que CR7 não quis desistir da Copa do Mundo

2 minutos de leitura

A polêmica envolvendo um suposto pedido de CR7 para deixar a Copa do Mundo após desavenças com o técnico Fernando Santos parece ter acabado. Nesta quinta-feira (8), a Federação Portuguesa de Futebol veio a público para desmentir o ocorrido e dizer que isso não aconteceu em momento nenhum. Além disso, o próprio Cristiano Ronaldo veio a público para confrontar o jornal Record, que publicou a informação.

Federação Portuguesa de Futebol desmente informação

CR7
Foto: Diculgação / Pro Shots

O jornal português Record publicou nesta quinta-feira (8) que Cristiano Ronaldo teria pedido para deixar a concentração de Portugal. Assim ele não jogaria mais a Copa do Mundo com a camisa lusitana. A motivação seria o fato de ter ficado no banco de reservas nas oitavas de final contra a Suíça. Mas a Federação Portuguesa de Futebol veio a público desmentir.

“A FPF esclarece que em nenhum momento o capitão ameaçou deixar a seleção durante sua estada no Catar. Cada dia, Ronaldo continua a construir um recorde único para a seleção e para o país, que deve ser respeitado”, disse a fpf em nota oficial sobre o assunto.

Cristiano Ronaldo ficou no banco de reservas diante da Suíça, e seu substituto Gonçalo Ramos marcou três gols na goleada de 6 x 1. CR7 teve um gol anulado depois que entrou aos 28′ do segundo tempo e saiu de campo super mal-humorado. No duelo final da fase de grupos frente à Coreia do Sul o craque protestou após ser substituído e o treinador Fernando Santos não gostou.

CR7 tem sido foco dos holofotes desde antes da Copa do Mundo quando ele foi à imprensa falar mal do seu clube na época, o Manchester United. Dias depois ele assinou a ruptura amigável do contrato e deu fim às polêmicas externas. Mas os jogadores de Portugal estão blindados para não deixar as histórias de Cristiano Ronaldo influenciarem no time.

CR7 “responde” as especulções

Sabendo dos boatos de que teria ameaçado desistir da Copa do MundoCristiano Ronaldo foi ao Twitter publicar uma mensagem em resposta. Mas foi aquela famosa indireta. Em sua publicação ele diz que o elenco é unido demais para ser quebrado por forças externas.

“Um grupo demasiado unido para ser quebrado por forças externas. Uma nação demasiado corajosa para se deixar atemorizar perante qualquer adversário. Uma equipa no verdadeiro sentido da palavra, que vai lutar pelo sonho até ao fim! Acreditem connosco! Força, Portugal!”, disse cristiano ronaldo.

CR7 está treinando como titular do time de Portugal para enfrentar o Marrocos nas quartas de final da Copa do Mundo. Mas ainda não sabe se vai entrar desde o início após a resposta de Gonçalo Ramos em campo.

Caian Oliveira
Caian Oliveira

Jornalista. Coordenador especialista em palpites, prognósticos e conteúdo para SEO da PL Brasil.