Fair-play financeiro impede Barcelona de contratar

2 minutos de leitura

Destaque na última janela de transferências da Europa, o Barcelona não poderá contratar novos jogadores em janeiro de 2023. O clube enfrenta problema com relação ao Fair-play financeiro da UEFA. Assim, para evitar punições, não deverá ir ao mercado.

Nas últimas temporada, a questão financeira é um problema para o Barça, resultando na saída de Lionel Messi. Além disso, no início da atual temporada, enfrentou alguns obstáculos para inscrever alguns reforços na La Liga.

Fair-play financeiro impede Barcelona de contratar

A janela do mercado de inverno da Europa está aberta, com diversos clubes analisando as opções de jogadores, estudando algumas propostas e buscando reforços para o restante da temporada. Certamente, as diretorias e os treinadores visam a disputa por títulos ou recuperação da equipe.

Entretanto, a situação do Barcelona é diferente. O clube anunciou muitos reforços na janela de verão da Europa, como RaphinhaKoundéKessié, além da renovação de Dembélé e, certamente uma das grandes contratações do mercado, Robert Lewandowski.

No entanto, não deverá anunciar reforços agora em janeiro de 2023, por conta do Fair-Play financeiro. Segundo informações do jornalista Santi Ovalle, do programa El Larguero, da rádio espanhola Cadena Ser, o Barcelona não possuí espaço na folha salarial para inscrever novos atletas.

Além disso, a questão com o Fair-play financeiro da UEFA poderá se estender até a janela de transferência do verão europeu, no final da temporada 2022/23. A solução será o ajuste na folha salarial do clube, que deverá fazer alguns ajustes nos contratos de Dembélé Marcos Alonso. Bem como a saída de outros atletas também será importante, como Sergio Busquets.

Dessa forma, a tendência é que o Barcelona tenha um mercado discreto nas próximas janelas, priorizando a renovação de alguns jogadores importantes para o esquema tático de Xavi, como Ronald Araújo.

Presidente do Barcelona descarta reforços

Nesta quinta-feira (22), o presidente do BarcelonaJoan Laporta, concedeu uma entrevista aos canais de comunicação do clube, comentando sobre a situação atual da equipe e respondeu algumas perguntas sobre reforços.

O presidente descartou reforços em janeiro, afirmando que o trabalho foi feito na última janela de transferência. “Fizemos o nosso trabalho no verão. Não há sintomas de que vá haver novas operações” e acrescenta que o clube espera o retorno de alguns jogadores que estão lesionados, assumindo um protagonismo.

Além disso, Laporta também foi questionado sobre um possível retorno de Lionel Messi na próxima temporada. “Adoraria, mas não podemos gerar de acordo com as expectativas. Ele é jogador do PSG, tem contrato com eles”, afirma o presidente.

Em relação a temporada, Laporta lamenta a eliminação do Barcelona na fase de grupos da Champions League e afirma qual será o objetivo da equipe. “A eliminação foi um golpe muito duro. Mas conseguimos suportá-la. A prioridade deste ano é a La Liga” e finaliza dizendo que Xavi também trabalha com essa ideia.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.