Facundo Sava: o primeiro mascarado da Premier League

Antes de Jonas Gutiérrez e sua máscara de Spider-man, outro argentino já tinha dado um toque diferente nas comemorações

0
220
Facundo Sava: o primeiro mascarado da Premier League

Facundo Sava começou a jogar futebol profissionalmente em 1993 pelo Ferril Carril Oeste. Mas foi em 1997, quando atuava pelo Gimnasia y Esgrima, que se destacou. Foram 67 gols em 182 jogos. O suficiente para o técnico Jean Tigana contratar o atacante para o Fulham.

Sava tinha mais vontade do que técnica. Talvez por isso não ficou muito tempo na Premier League. Participou do elenco de 2002-03 que tinha Van Der Sar, Luís Boa-Morte e Louis Saha. Foram apenas dois anos, 26 jogos e seis gols. Mas nem por isso não marcou o coração dos torcedores do Fulham com sua interminável raça e a irreverência na hora de celebrar.

No dia 7 de outubro 2002, Facundo fez o gol da vitória contra o Charlton, o seu segundo com a camisa do Fulham. E então quando foi comemorar, tirou uma pequena máscara branca e preta do meião da perna esquerda. Botou no rosto e saiu vibrando junto com a torcida no Craven Cottage.

LEIA MAIS: Ossie Ardiles: um argentino na Inglaterra, em plena guerra das Malvinas


Foram poucas mas marcantes comemorações (Foto: GettyImages)

Facundo disse que só não tinha usado a máscara no primeiro gol marcado na Inglaterra pois tinha esquecido-a na Argentina. Todas eram feitas com o tecido dos meiões do atacante. De fato, o auge da farra do zorro foi na vitória por 3 a 2 sobre o Liverpool, em novembro de 2002. Sava marcou dois gols aquele dia.

LEIA MAIS: A noite em que o Fulham venceu o Santos de Pelé

Embora já existisse isso na América do Sul, a cultura de comemorações debochadas chegou só à Premier League com Facundo Sava. Após uma segunda temporada ruim e a chegada do treinador Chris Coleman, Sava foi emprestado ao Celta de Vigo e depois ao Lorca Desportiva. E então ficou na Espanha até o seu contrato acabar em 2006 e ele voltar para o Racing Club.

NOVO ZORRO?


Luciano Vietto chegou por empréstimo com opção de compra vindo do Atlético de Madri (Foto: Fulham/divulgação)

No início da temporada, o Fulham apresentou o centroavante argentino Luciano Vietto usando a máscara de Facundo Sava, mas não trouxe muita sorte. Até agora foram 20 jogos, sendo utilizado só 32% do tempo. Apenas um gol e quatro assistências

Fernando Sava, El Zorro, parou de jogar em 2010, pelo Ferro Carril Oeste. Mas desde 2012 é treinador e atualmente dirige o Gimnasia y Esgrima.