Fabian Delph, o atleta polivalente da seleção inglesa

O lateral esquerdo do Manchester City poderá ajudar muito no meio de campo

0
245
Fabian Delph, o atleta polivalente da seleção inglesa

Vamos dar continuidade a nossa série especial de matérias sobre os convocados da Inglaterra para a Copa do Mundo! Vem com a gente que o papo de hoje é sobre Fabian Delph!

Quem é Fabian Delph?

Um meio-campista, que já atuou como meia aberto, ala, volante e até meia-atacante, mas foi convocado como lateral esquerdo pode ser considerado polivalente, certo? Este é o caso de Fabian Delph.

Nascido na pequena cidade de Bradford, próximo a Leeds, no dia 21 de novembro de 1989, Fabian Delph começou sua carreira nas categorias de base do time da cidade, chamado Bradford City.

Ainda com 11 anos, em setembro de 2001, um ano após seu começo no Bradford, chamou atenção do Leeds United, que era uma cidade próxima a sua. O jogador aceitou se transferir após recomendação do antigo treinador do time, Paul Jewell.

Pelo novo clube, Delph foi ganhando espaços aos poucos. Com performances brilhantes, tornou-se logo o capitão da equipe de juniores do Leeds United.

Quando Fabian chegou à base, o Leeds estava bem – em 1999/00, o time conseguiu chegar à semifinal da Copa da Uefa, atual Liga Europa. O Leeds foi o quinto colocado na temporada 2001/02.

Reprodução/Getty

Mas em sua estreia entre os profissionais, já tinha visto o time descer à Championship, e não conseguir subir nas temporadas subsequentes.

Clubes interessados no jogador

Após boas atuações pelo clube na temporada 2008/09, e convocações para as seleções de base da Inglaterra, a Premier League passara a ser destino iminente para o atleta que tinha entre 19 e 20 anos.

Os clubes de uma das maiores competições do mundo sempre querem ter um jogador talentoso e promissor em seu elenco, não é mesmo?

Arsène Wenger preparou uma oferta de 6 milhões de libras para ter o jogador que venceu o prêmio de Melhor Jovem da Football League One, mas recebeu uma recusa, assim como a proposta do Newcastle.

Manchester City, Everton, Fulham e Sunderland também estavam de olho no bom meio-campista. Porém, outro clube conseguiu levar o promissor atleta que havia passado toda a sua vida entre Leeds e Bradford. Agora, sua nova casa seria em Birmingham.

O início em Birmingham

Reprodução/Getty

Contratado pelo Aston Villa por cerca de 9 milhões de libras, Fabian Delph mostrou habilidade e capacidade de dar bons passes logo no início da sua passagem pelo clube, mas ainda não foi tão bem quanto esperavam.

O atleta vivia disputando posição com Ashley Young, James Milner, Petrov e Sidwell, mas ainda era tratado como joia rara. Para pegar experiência, foi ficando no banco de reservas por um bom tempo.

Em sua primeira temporada pelo Villa, marcou um gol em dezesseis jogos disputados. Entre a temporada 2010/11 e a primeira metade da seguinte, o jogador participou de 19 jogos, mas não marcou nenhum gol. Com esse número, foi emprestado de volta ao Leeds.

Retorno com importância

Divulgação/Aston Villa

No fim de 2011/12, retornou de empréstimo ao Aston Villa, onde fez cinco jogos na Championship. Desta vez, o jogador já parecia ser mais importante para o clube de Birmingham.

Havia chegado a hora do atleta deslanchar. Fabian Delph recebia grandes elogios dos seus companheiros e vinha em um bom crescimento durante a temporada.

“Ele reclama de coisas que são incríveis. Você precisa desse tipo de jogador do seu lado, pessoas que reclamam pelo prazer de reclamar. Você precisa deles porque isso mostra que ele quer vencer”, relatou Paul Lambert, ex-treinador.

Na temporada 2014/15, virou capitão da equipe pela primeira vez, aumentando sua influência dentro e fora de campo. Além disso, ganhou sua primeira oportunidade na seleção em 2014.

A oportunidade dos sonhos

Divulgação/Manchester City

Após 134 jogos pelo Aston Villa, mais de 10 mil minutos em campo, 8 gols e outras 8 assistências, Fabian Delph recebeu uma oferta para sair do time. O novo clube: Manchester City.

Depois de 8 anos como jogador profissional de futebol – além dos outros 7 como atleta juvenil –, Delph ganhava sua chance da vida para mostrar a todos aqueles que acreditavam que Fabian poderia brilhar na Premier League que eles estavam certos.

Com o valor de 11 milhões de libras, o jogador se transferiu aos Citizens, mesmo tendo causado uma grande novela até assinar contrato.

Sua primeira temporada foi marcada pela primeira participação na Liga dos Campeões. Em 2015/16, jogou 27 partidas, marcando dois gols e com apenas um cartão amarelo, número muito inferior ao das temporadas anteriores.

Sua polivalência já era muito evidente na primeira temporada. Entretanto, com a chegada de Pep Guardiola, em 2016/17, assim como Walker, teve que aprender a atuar em outras posições.

Leia mais: Phil Jones, a força da defesa inglesa

E foi assim que conquistou uma vaga na lista de Southgate, como lateral esquerdo. Meia-central de origem, a mudança ocorreu e agradou o seu treinador no clube de Manchester.

Fabian aprendeu a jogar na lateral esquerda e parece ter sido chamado para ser opção na defesa. Mas, caso precise, Delph certamente estará à disposição em qualquer posição.