Excelsior – História, estatísticas e conquistas

SBV Excelsior é um clube profissional de futebol de Rotterdam, na Holanda, fundado em 23 de julho de 1902. Anteriormente conhecido como “Rotterdamse Voetbal en Atletiek Vereniging Excelsior”.

Atualmente a equipe joga no estádio Woudestein Stadion, que possui capacidade para 23.527 pagantes. Além disso, o clube disputa a Eredivisie, a 1ª divisão holandesa. Seus principais rivais são RKCRoda.

Trajetória do Excelsior: fundação, conquistas e ascensão

Sua origem tem a ver com a história de um grupo de amigos, primeiros fundadores do clube, que jogavam suas partidas de futebol juntos. Além disso, nessa época, o futebol ainda era considerado um esporte elitista, mas o Excelsior se tornou um dos primeiros clubes da classe operária na Holanda.

Ascensão e pioneirismo

No ano de 1945, o Kralingers (apelido do Excelsior) conseguiu chegar na Eerste Klasse, o nível mais alto do futebol holandês antes da introdução do futebol profissional em 1954. Após sair do amadorismo, a equipe conquistou o campeonato da Eerste Divisie três vezes.

Na categoria profissional de Rotterdam, o Excelsior é considerado um dos times pioneiros. No entanto, ainda é o menor clube profissional dessa região e sempre lutou pela sobrevivência.

Todavia, acabou se destacando ao tornar-se o primeiro clube holandês com arquibancada coberta, em 1958. Alguns anos mais tarde, foi a primeira equipe holandesa com propaganda de camisetas, no ano de 1974.

Parceria com o Feyenoord 

Até o início dos anos 2000, o Excelsior possuía um acordo com o clube de Feyenoord. Sendo assim, o esse time fornecia dinheiro e jogadores ao Kralingers (por empréstimo ou transferência gratuita). No entanto, o vínculo entre as duas equipes foi rompido em 2005. Mas, em 2009, foi restabelecido e resultou no empréstimo de vários jogadores do Feyenoord ao Excelsior para a temporada do mesmo ano.

Primeiros títulos do SBV Excelsior

De antemão, os Kralingers conquistou dois títulos da Eerste Divisie na década de 1970, nas temporadas 1973/74 e 1978/79. Todavia, a equipe voltou a vencer em 2005/06.

Os anos de sucesso

Em 2022, o Excelsior teve seu grande sucesso. Enfim, garantiu uma vaga para a elite do Campeonato Holandês. Assim, na temporada 2021/22, o Garoto, seu mascote, ficou na 6ª posição, com 66 pontos em 38 partidas. Porém, nos playoffs, a equipe conseguiu subir.

Porém, para conquistar esse feito, a equipe teve ajuda de alguns jogadores. Assim, Thijs Dallinga, jovem jogador de apenas 21 anos, marcou 32 gols na competição, em apenas 36 partidas disputadas, garantindo a artilharia do certame.

Na Eerste Divisie, o clube fechou a competição nove pontos na atrás do 2º colocado, o Volendam, que terminou com 75 pontos. No campeonato, o time teve grandes destaques, além do Thijs, o Reuven Niemeijer, Azarkan e o zagueiro Redouan ajudaram a equipe no acesso. O Garoto chega com um time recheado de jovens, mas com alguns medalhões que dão um peso para a equipe.

Mercado de Transferências da Excelsior

Em suma, sendo um clube com uma história antiga e de muita superação, certamente o Garoto teve grandes jogadores e até treinadores que ajudaram a construir e continuar a bela história do clube. Então, separamos cinco nomes, atuais e do passado, que, no mercado de transferências, ajudaram o Excelsior.

Thijs Dallinga: artilheiro do título

A saber, desde que chegou ao Excelsior, o atacante Thijs Dallinga entrou em campo em 36 partidas, onde marcou 32 gols e distribuiu quatro assistências. Sendo assim, o atleta, que hoje ainda segue no time e certeza que ajudará bastante o Garoto na primeira divisão holandesa.

Sven Nieuwpoort: medalhão do Excelsior

Surgiu no Ahead Eagles, mas com um belo desempenho nas categorias de base subiu para o profissional da equipe. De lá, Sven Nieuwpoort logo foi fisgado pelo Graafschap, onde ficou quase cinco anos. Porém, na temporada 2021/22, o defensor foi o atleta mais velho da equipe que garantiu vaga para elite holandesa.

Brandon Ormonde: único inglês no clube

Brandon Ormonde foi o único inglês que vestiu a camisa do Excelsor. Além disso, na última temporada, o lateral teve presente na maioria dos jogos.

Stijn van Gassel: goleiro da equipe

O goleiro pode não ter muita história em times grandes ou até mesmo na seleção holandesa, mas no Excelsior foi um dos jogadores que tiveram a melhor média de pontos por jogo. Ao todo, Stijn van Gassel teve uma pontuação de 77 por partida. No total, o goleiro participou de mais de 40 jogos pela equipe.

Delano Gouda: a promessa do Excelsior para o futuro

Por fim, neste mercado da bola, a Excelsior se movimentou. Logo, o clube holandês trouxe o jovem Delano Gouda, que veio do Ajax B. Assim, o zagueiro tem apenas 20 anos e é uma das promessas para o futuro da equipe.