Ex-técnica de brasileira recebe oferta para substituir lendária treinadora do Chelsea

5 minutos de leitura

Enquanto a equipe masculina do Chelsea tenta afastar o clima de crise que ronda a instabilidade sob o comando de Mauricio Pochettino, a direção do time feminino segue na busca por uma substituta para Emma Hayes. A técnica multicampeã que fez uma verdadeira revolução em Stamford Bridge está de saída no fim da temporada para treinar a seleção feminina dos Estados Unidos.

 Os nomes de Casey Stoney, ex-técnica do Manchester United feminino, e Laura Harvey, treinadora do Seattle Reign FC, da liga americana (NWSL), estavam sendo cotados pela imprensa inglesa para ficar no lugar de Hayes. Porém, quem já recebeu uma oferta das Blues foi uma profissional que trabalhou com uma atleta brasileira, de acordo com o “The Athletic”.

Lenda do Chelsea deve ser substituída por técnica do Lyon

O site inglês noticiou nesta quarta-feira (14) que Sonia Bompastor, técnica do Lyon, é candidata escolhida pelo Chelsea para substituir a treinadora hexacampeã inglesa e ganhadora de cinco Copas da Inglaterra e duas Copas da Liga do futebol feminino inglês. Nada foi assinado e a negociação continua em andamento, mas o clube já enviou uma proposta à francesa.

Bompastor atuou por seis temporadas na direção das categorias de base femininas do Lyon até 2021, quando foi promovida à treinadora do time principal. Em 2022, ela se tornou a primeira mulher a ganhar a Champions League feminina como treinadora e jogadora. Isso porque, antes de pendurar as chuteiras, ela fez parte do elenco das Fenottes que venceu o torneio europeu nas temporadas 2010/11 e 2011/12.

Junto com a Champions, Sonia Bompastor venceu o campeonato francês na temporada 2021/22 de forma invicta. A equipe venceu 21 jogos e empatou apenas uma vez em 22 rodadas. No ano seguinte, as francesas repetiram o feito na liga nacional: 20 vitórias e dois empates em mais um título invicto.

Além das taças no currículo de atleta e técnica, Bompastor foi a comandante de uma jogadora brasileira quando levantou a orelhuda em 2021/22. Catarina Macario, brasileira naturalizada americana que faz parte da seleção dos Estados Unidos, trabalhou com a técnica no time francês. Por uma ironia do destino, ela voltará a ser treinada pela francesa caso a negociação se concretize, já que a atacante foi vendida para o Chelsea em 2023.

A sete rodada do fim da atual temporada, o Lyon se encontra na 1ª posição do Francês, com 10 pontos de vantagem sobre o segundo colocado (PSG). Bompastor tem contrato com Les Fenottes até 2025.

catarina-macario-lyon
A brasileira-americana Catarina Macario comemora título da Champions League feminina 2021/22 pelo Lyon (Foto: Icon sport)

Chelsea pode ter vida difícil para levar nova treinadora

Após a publicação do “The Athletic”, o jornal inglês “The Telegraph” noticiou que o Chelsea terá dificuldade para tirar Bompastor da França. A apuração do veículo é de que o Lyon não concordou com a saída da técnica, já que as Blues são vistas como rivais das francesas na Europa.

Procurado pelo Telegraph, um porta-voz do Lyon disse que não comentaria nada sobre a proposta, mas enfatizou que a treinadora tem contrato com o clube até 2025.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.