Ex-capitão do Arsenal ‘toca na ferida’ para alertar Xabi Alonso: ‘Tínhamos vantagem e não fomos campeões’

4 minutos de leitura

Com um jogo a menos, o Arsenal está a cinco pontos do líder, Liverpool, na terceira colocação da Premier League. Ainda na briga pelo título da inglês, os Gunners foram lembrados do fatídico fim da temporada passada.

Isso porque Granit Xhaka, um dos líderes do elenco antes de trocar o Arsenal pelo Bayer Leverkusen, usou o ex-clube de exemplo para alertar o time de Xabi Alonso a se manter humilde, mesmo com 10 pontos de vantagem no topo da Bundesliga.

Arsenal é exemplo para Xabi Alonso

Os Gunners passaram grande parte da última temporada liderando a Premier League, até “perderem o fôlego” e serem ultrapassados pelo Manchester City nas rodadas finais.

Xhaka lembra bem disso, e usou o exemplo do que viveu para advertir seus companheiros de equipe para não se acomodarem com a liderança de 10 pontos à frente do Bayern de Munique na Bundesliga.

Xabi Alonso pelo Bayer Leverkusen (Foto: Icon Sport)

Após a vitória por 2 a 0 sobre o Colônia no domingo (3), o Bayer Leverkusen se aproximou ainda mais de quebrar a sequência de 11 anos que o clube bávaro levanta títulos da Bundesliga, mas Xhaka foi cauteloso:

— Devemos estar orgulhosos de nossa posição, mas nada está ganho ainda, estou falando por experiência própria da temporada passada — disse à “ESPN” após a partida.

Apesar de ter sido vice-campeão cinco vezes nos últimos 30 anos — além de um vice da Champions League no meio do caminho –, o Leverkusen nunca foi campeão alemão.

Xhaka ‘cutuca a ferida' do Arsenal

Em abril de 2023, o Arsenal liderava a Premier League com oito pontos de vantagem sobre o Manchester City. No entanto, o time de Mikel Arteta venceu apenas duas de suas últimas oito partidas, enquanto o City venceu o campeonato com folga.

xhaka arsenal
Foto: Icon Sport

Antes disso, os Gunners haviam vencido sete rodadas seguidas, mas a sequência parou na vitória sobre o Leeds, no primeiro dia do mês. O time de Pep Guardiola acabou cinco pontos na frente e foi campeão antes da última rodada.

— Tínhamos uma vantagem similar de pontos no Arsenal e não vencemos a liga. 10 pontos é muito quando faltam 10 jogos, mas ainda há 30 pontos em disputa — lembrou Xhaka.

“Eles (companheiros do Leverkusen) sabem, eles me perguntam todos os dias porque já estive nessa situação antes”, disse o jogador. “Me perguntaram como foi, o que aconteceu com a gente, mas não dá para explicar com palavras – tem que sentir”.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]