Ex-árbitro da Premier League dá veredito sobre lance em Liverpool x City: ‘A bola quica e…

6 minutos de leitura

O clássico entre Liverpool e Manchester City, no último domingo (10), caminhava para um final sem grandes polêmicas e com os holofotes voltados para o possível último jogo entre Klopp e Guardiola. Entretanto, durante o minuto 98, Jerémy Doku acertou Alexis Mac Allister na grande área, gerando pedidos pênalti pelo lado dos Reds.

A partida terminou 1 a 1 e poderia ter tido um placar diferente se a ação do juiz Michael Oliver. Contudo, tanto ele como o VAR mandaram optaram por não marcar a penalidade. Para o renomado ex-árbitro Mark Clattenburg, que marcou época na Premier League, a atitude dos homens do apito foi equivocada e prejudicou o Liverpool.

Ex-árbitro diz que VAR deveria ter entrado em ação e concedido pênalti para o Liverpool

Em sua coluna no “Mail Sport”, Mark Clattenburg foi enfático e avaliou que os Reds foram vítimas da arbitragem no clássico diante do Manchester City. O ex-árbitro ponderou que lances como esse são interpretados como falta quando acontecem fora da área, e que o critério deveria ter sido mantido.

–A bola quica para cima. Alexis Mac Allister avança nessa direção. O pé de Jeremy Doku está alto. Ele pega Mac Allister no peito.  Fora da área, isso teria resultado em cobrança de falta em qualquer outra circunstância.

Segundo Clattenburg, o VAR se omitiu do lance. Ele destacou que isso tem sido uma tônica na atual edição da Premier League, marcada por inúmeros erros de arbitragem.

O Liverpool deveria ter recebido um pênalti nos acréscimos contra o Manchester City, mas este é o problema da Premier League neste momento: os árbitros cometem erros nas partidas e não são ajudados pelos VARs (…) O árbitro Michael Oliver errou em tempo real no final de uma disputa exaustiva e emocionante e por isso caberia ao VAR Stuart Attwell intervir. 

Além de ser colunista no “Mail Sport”, Mark Clattenburg atua como consultor de arbitragem do Nottingham Forest. O ex-juiz atuou na Premier League entre 2004 e 2017. Durante sua carreira, teve outros episódios marcantes, como apitar as finais da Eurocopa e da Champions League, ambas em 2016, além da decisão do futebol nas Olimpíadas de 2012, entre Brasil e México.

O empate entre Liverpool e Manchester City fez com que o Arsenal assumisse a liderança da Premier League. Os Gunners têm os mesmos 64 pontos dos Reds, mas levam vantagens no saldo de gols. O time de Pep Guardiola vem logo em seguida, com 63.

Mac Allister, Van Dijk, Elliott e Nuñez comemoram gol do Liverpool contra o City (Foto: Icon sport)
Mac Allister, Van Dijk, Elliott e Nuñez comemoram gol do Liverpool contra o City (Foto: Icon sport)
Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.