Quem foram os destaques do Everton sub-23 no título da PL2?

Base dos Toffees promete dar frutos no profissional

0
233
Quem foram os destaques do Everton sub-23 no título da PL2?

O Everton reforçou ainda mais o status que possui de ter uma das melhores academias de juniores da Inglaterra ao confirmar na segunda passada o título da Premier League 2. Os Toffees bateram o vice-líder Brighton por 1 a 0 e levantaram a taça com uma rodada de antecedência.

Foi uma campanha relativamente tranquila, que teve como destaque a grande qualidade defensiva. O time sofreu apenas 12 gols em 21 jogos, sendo de forma disparada a melhor defesa do campeonato (o segundo no quesito sofreu mais do que o dobro: 25).

Com o fim da temporada, há uma certa expectativa da torcida para que muitos desses jovens talentos sejam finalmente integrados ao elenco principal e possam seguir se desenvolvendo rumo ao sucesso. O time azul de Liverpool, que já revelou grandes jogadores como Wayne Rooney e John Stones, sonha em manter a tradição de sempre apostar em quem é de casa.

Separamos quatro jogadores que se destacaram na campanha do título da PL2 e que provavelmente deverão receber oportunidades no grupo principal.

João Virgínia

Vindo da base do Arsenal, o arqueiro português logo se tornou titular do Everton sub-23 e registrou 9 clean sheets em onze jogos seguidos no campeonato. Virgínia é visto no Goodison Park como o sucessor natural de Jordan Pickford e o fato de ser do mesmo país que o treinador Marco Silva pode aumentar ainda mais as suas possibilidades no elenco principal.

João Virgínia compartilha a mesma nacionalidade que o treinador Marco Silva. (Foto: Getty)

O jovem goleiro se destaca por sua elasticidade e considerável reflexo, tendo uma grande margem para evolução. Com apenas 18 anos, Virgínia já representa a seleção de Portugal sub-21 e a tendência é que siga evoluindo ao ponto de estar na seleção principal em alguns anos.

Morgan Feeney

Como capitão do time, Feeney liderou a equipe sub-23 ao título de forma tranquila, conduzindo o time a ter a melhor defesa da liga. O jovem zagueiro inglês se impôs principalmente em momentos de revezes nas partidas difíceis, o que é natural em um grupo de jovens jogadores.

Capitão do time, Feeney é um dos zagueiros mais promissores do futebol inglês. (Foto: Getty)

Forte nos duelos 1×1, muito por conta de sua força, Morgan parece ter um futuro promissor na Premier League, mas talvez ainda tenha que amadurecer em algum empréstimo na Championship, o que tem sido de grande valia aos jovens talentos dos times de primeiro escalão.

Ele atuou de forma consistente em 16 partidas do Everton sub-23 nesta temporada, e é visto pelo técnico David Unsworth como uma das melhores jóias inglesas na posição. É bom ficar de olho no jovem beque de 1,90m.

Fraser Hornby

Hornby sempre foi visto com bons olhos no Goodison Park e é um dos jogadores mais queridos dos torcedores. Com apenas 18 anos, ele impressiona com um excelente senso de posicionamento e finalização precisa, qualidades que são difíceis de se manter em constância por um atleta tão jovem.

Fraser Hornby ainda busca fazer sua estréia na Premier League. (Foto: Getty)

O jovem escocês surpreendeu o mundo no Campeonato Europeu sub-21 do ano passado, em especial num jogo contra a Holanda. Na ocasião, a Escócia venceu por 2 a 1, com dois gols de Hornby.

Nesta temporada da PL2, o atacante fez quatro gols em 15 jogos. Fraser já evoluiu o suficiente nas divisões de base do time de Liverpool e agora vai em busca da sua primeira chance com a camisa principal do Everton na Premier League.

Leia mais: A crise financeira do Bolton Wanderers

Bassala Sambou

Em 15 jogos como titular do Everton na PL2, Sambou foi o artilheiro do time indo às redes em nove oportunidades. O rápido atacante se transferiu do Coventry para os Toffees em 2016 e desde então atua na equipe sub-23.

Artilheiro do time no campeonato, Sambou quer seguir progredindo rumo ao time principal. (Foto: Getty)

Nascido em Hannover mas com nacionalidade inglesa, Sambou tem como pontos fortes a velocidade aliada com um bom porte físico, o que lhe dá vantagem contra os defensores adversários.

Com 21 anos, a expectativa é de que ganhe minutos de jogo em um empréstimo, para que assim possa voltar mais experiente ao Goodison Park.

Com a constante utilização de Dominic Calvert-Lewin pelo time principal, Sambou deve ter esperanças de conseguir se firmar no time azul em um futuro breve. Tudo vai depender do quão constante ele for.