Euro sub-21 2019: o que esperar da Inglaterra na competição?

Ingleses miram grande campanha na competição

Euro sub-21 2019: o que esperar da Inglaterra na competição?

A Euro sub-21 2019 é a 22ª edição do torneio bienal, que tem o atual formato desde 1978. A competição envolve os jogadores nascidos após 1º de janeiro de 1996, e não 1998, como facilmente se presume. Mas então o torneio, na prática, é sub-23? Sim!

  • SIGA A PL BRASIL NO YOUTUBE

Como era o Manchester City antes da grana?

E a explicação é lógica: a competição tem início dois anos antes da fase final; assim, os atletas devem ser sub-21 no início da fase eliminatória, podendo chegar a 23 anos nas partidas finais. Esse sistema possibilita que os jogadores, uma vez regularmente inscritos, atuem durante todo o campeonato, mesmo se já ultrapassada a categoria sub-21.

Em 2015, a Uefa elegeu os melhores jogadores da história recente do campeonato, desde 1992. A seleção é um verdadeiro hall da fama do futebol europeu: Neuer; Chiellini, Nesta, Hummels e Ivanovic; Lampard, Ozil, Pirlo e Xavi; Raul e Totti.

A atual edição da Euro sub-21 é sediada pela Itália, junto de San Marino (Foto: Divulgação/UEFA)

A atual edição, que tem Itália e San Marino como países-sede, ocorre entre os dias 16 e 30 de junho. Das 54 seleções que participaram das eliminatórias, distribuídas em nove grupos, 11 se classificaram, mais a Itália, que já estava garantida no torneio.

Assim, dos 12 países participantes, quatro classificam-se às semifinais – o 1º colocado de cada grupo e o melhor 2º lugar. Os grupos estão distribuídos da seguinte forma:

Grupo A – Itália, Espanha, Polônia e Bélgica
Grupo B – Alemanha, Dinamarca, Sérvia e Áustria
Grupo C – Inglaterra, França, Romênia e Croácia

A fase da final da Euro sub-21 2019 também servirá de qualificação europeia para a disputa da modalidade nos Jogos Olímpicos de 2020. Assim, as quatro seleções semifinalistas do torneio garantem vaga nas Olimpíadas do Japão.

Entretanto, caso a Inglaterra (que não participa no torneio olímpico de futebol masculino) avance às semifinais, haverá a realização do play-off olímpico, dia 28 de junho. A partida consiste na disputa pela vaga olímpica restante, entre os dois 2º colocados não classificados à semifinais.

Neste ano, a competição contará com diversos jogadores que, embora jovens, já figuram entre os destaques das principais ligas europeias. Entre eles estão Alexander Nubel (Schalke 04), Moise Kean (Juventus), Mousse Dembelé (Lyon), Ruben Neves (Wolwerhamptom), Dani Ceballos (Real Madri), Nicolo Zaniolo (Roma), Houssem Aouar (Lyon), Luka Jovic (Real Madri) e Matteo Guendouzi (Arsenal).

Os italianos Nicolo Zaniolo e Michael Keane são destaques do torneio (Foto: Getty Images)

Isso sem mencionar os jogadores ingleses, muitos dos quais também já brilham em grandes clubes da Premier League. E a talentosa seleção juvenil fortalece a euforia inglesa pós-ótimo desempenho na Copa do Mundo de 2018.

Na Euro sub-21 já são dois títulos da Inglaterra, mas antigos, conquistados seguidamente em 1982 e 1984. A última grande campanha do país no torneio foi em 2009, no vice-campeonato na Suécia.

Naquele ano, em que os destaques eram Mark Noble, James Milner e Theo Walcott, derrota na final para a base da equipe alemã que viria a ser campeã mundial em 2014.

Alemanha foi campeã da Euro sub-21 de 2019 ao vencer a Inglaterra por 4 a 0 na final (Foto: Reprodução/Sky Sports)

A Inglaterra se qualificou para a fase final da atual edição após ser líder de seu grupo na fase de classificação, invicta em 10 partidas. Foram vitórias expressivas contra Romênia, Escócia, Ucrânia e Letônia, com um total de 23 gols marcados e apenas quatro sofridos.

A convincente campanha na fase anterior e as ótimas temporadas de seus principais jogadores, na Premier League e na Championship, tornam a seleção inglesa uma das equipes favoritas ao título, junto de Alemanha, França e a anfitriã Itália.

E a atual seleção que disputa a Euro sub-21 está acostumada a vencer. Diversos jogadores fizeram parte do elenco campeão mundial sub-20 em 2017. Outros, por sua vez, eram protagonistas da equipe sub-17 na conquista do mundial da categoria na Índia, também em 2017.

Qualquer que seja o resultado na Euro sub-21, já é de se admirar esta promissora geração do futebol inglês, que promete fazer os torcedores entoarem intensamente “football is coming home” nas próximas competições internacionais.

Foto: Reprodução/Norwich City

A Inglaterra estreia contra a França, dia 18 de junho, às 16h no horário de Brasília. A seguir, destacamos como foram as temporadas dos principais jogadores da seleção inglesa que disputa a Euro sub-21 de 2019.

Angus Gunn 

O goleiro formado nas categorias de base do Manchester City foi contratado por 11 milhões de euros pelo Southamptom. Assumiu a condição de titular dos Saints na reta final da temporada e ajudou o clube a escapar do rebaixamento. Em 12 partidas, sofreu apenas quatro derrotas e obteve três clean sheets, um deles contra o Chelsea.

Foto: Reprodução/Southamptom

Fikayo Tomori 

Nascido no Canadá, mas naturalizado inglês, o zagueiro esteve emprestado pelo Chelsea ao Derby County. Foi titular de 46 das 48 partidas do clube na Championship. Autor de dois gols, recebeu apenas seis amarelos na competição.

Foto: Getty Images

Aron Wan-Bissaka  

Aos 21 anos, o lateral direito foi uma das grandes revelações da temporada, não só do Crystal Palace, mas de toda a Premier League. Em 35 partidas pelo campeonato, foram três assistências e 129 desarmes, a melhor marca de um defensor na competição. É alvo do Manchester United para a Premier League 18/19.

Foto: Crystal Palace

Jonjoe Kenny 

Nascido em Liverpool, o jogador do Everton esteve integrado à equipe principal na maior parte da temporada. No Campeonato Inglês, foram nove partidas, sendo sete delas como titular, e uma assistência.

O lateral direito ainda fez parte da equipe sub-23 campeã da Premier League 18/19. Na temporada 19/20, estará emprestado ao Schalke 04.

Foto: Getty Images

Phil Foden 

A jovem promessa de 19 anos do Manchester City teve mais oportunidades nesta temporada. Chegou até a ter momentos de protagonismo, como no gol da vitória mínima contra o Tottenham pela Premier League. Somadas todas as competições, foram 26 partidas, sete gols e dois assistências.

Foto: Reprodução/Manchester City

Morgan Gibbs-White 

Com apenas 19 anos, o jogador do Wolwerhamptom contabiliza 26 partidas na Premier League 18/19. O versátil meio-campista tem sido peça importante, capaz de modificar a equipe na reta final dos jogos.

Foto: Getty Images

James Maddison 

Em sua temporada de estreia na Premier League, o meio-campista do Leicester foi o principal destaque do clube na competição. Foram 35 partidas como titular, com sete gols e sete assistências.

Aos 22 anos, foi o único jogador do campeonato a criar 100 chances para gol.

Foto: Reprodução/Leicester City

Ryan Sessegnon 

O jogador de 19 anos foi um dos poucos destaques do Fulham na temporada. Em sua primeira Premier League, foram 35 partidas, dois gols e seis assistências. Atraiu interesse de diversos clubes europeus e não deve permanecer na equipe londrina.

Foto: Reuters

Harvey Barnes 

Emprestado pelo Leicester ao West Brommich no início da temporada, foi titular em 26 partidas da Championship, com nove gols e sete assistências. O excelente desempenho acelerou seu retorno aos Foxes e, na Premier League, já são 16 partidas, um gol e dois assistências.

Foto: Divulgação/West Brommwich Albion

Mason Mount 

Assim como Fikayo Tomori, esteve emprestado pelo Chelsea ao Derby County na última temporada. Frequentemente comparado a Frank Lampard, foi um dos destaques da equipe na Championship, com oito gols e cinco assistências em 35 partidas. Deve receber oportunidade nos Blues na temporada 19/20.

Emprestado ao Derby County, Mason enfrentou o Chelsea na Copa da Liga (Foto: Getty Images)

Demarai Gray 

O jogador de 22 anos, de origem jamaicana, faz parte da equipe principal do Leicester desde a temporada 15/16. Atacante veloz pelos lados do campo, tem recebido cada vez mais oportunidades como titular. Na Premier League 18/19, 34 partidas, quatro gols e uma assistência.

Foto: Reprodução/The Independent

Reiss Nelson 

O atacante de 19 anos pertence ao Arsenal, mas esteve emprestado ao Hoffenheim na última temporada. Teve grande destaque na Bundesliga, com sete gols e uma assistência em 23 partidas. O versátil jogador deve ser aproveitado por Unai Emery nos Gunners para a Premier League 19/20.

Foto: Reprodução/Twitter

Dominic Solanke 

De ascendência nigeriana, a promessa do Liverpool teve poucas oportunidades no início da temporada. Na segunda metade da Premier League, o atacante foi vendido ao Bournemouth. Recebeu oportunidades, mas, assim como o time, não conseguiu render. Em 10 partidas, uma assistência e nenhum gol marcado.

Foto: Getty Images

Dominic Calvert-Lewin  

O atacante de 22 anos iniciou a temporada como reserva no Everton, mas desbancou Tosun e assumiu a titularidade da equipe. Destaque no jogo aéreo, foram seis gols e duas assistências em 35 partidas.

Foto: Getty Images

Tammy Abraham 

O centroavante de 21 anos deve retornar ao Chelsea após empréstimo ao Aston Villa na temporada 18/19. Pelos Villans, foi um dos principais jogadores da Championship e fundamental no retorno do clube a Premier League. Em 37 partidas na segunda divisão, 25 gols e três assistências.

tammy abraham aston villa chelsea

Abaixo, listamos os demais jogadores convocados pelo técnico Aidy Boothroyd.

Goleiros: Dean Henderson (Manchester United) e Freddie Woodman (Newcastle)

Defensores: Jay Dasilva (Chelsea), Jake Clarke-Salter (Vitesse Arnhem), Lloyd Kelly (Bristol City) e Ezri Konsa (Brentford)

Meio-campistas: Kieran Dowell (Everton) e Hamza Choudhury (Leicester)

Ainda ficaram de fora da convocação inglesa diversos jogadores de renome, muitos dos quais já integram a seleção principal.

Dentre eles, Ben Chilwell (Leicester), Joe Gomez (Liverpool), Kyle Walker Peters (Tottenham), Trent Alexander-Arnold (Liverpool), Ademola Lookman (Everton), Ainsley Maitland-Niles (Arsenal), Harry Winks (Tottenham), Jadon Sancho (Borussia Dortmund) e Lewis Cook (Bournemouth).