Estrela do Bayern cutuca Messi: ‘Nosso problema era Cristiano Ronaldo’

2 minutos de leitura

Mais uma vez, o Bayern de Munique foi responsável por tirar Lionel Messi da Champions League. Na última quarta-feira (08), o argentino teve atuação apagada e viu o PSG ser batido por 2 a 0 pelos Bávaros. Foi a terceira vez que o craque argentino ficou de fora para os alemães, o que rendeu uma forte declaração do lado vencedor.

Pilar do Bayern de Munique, Thomas Müller avaliou que o clube nunca teve muitos problemas contra Messi, e que o grande obstáculo sempre foi Cristiano Ronaldo, hoje no Al-Nassr. Em entrevista ao “Kicker”, o camisa 13 avaliou o avanço alemão, mas declarou ter respeito ao craque do PSG.

Contra o Messi, as coisas vão sempre bem em termos de resultados. Mas a nível de clubes, o nosso problema era Cristiano Ronaldo, quando estava no Real Madrid (…) «Tenho o maior respeito pelo desempenho individual de Messi na Copa do Mundo. Levou a equipe toda. Por outro lado, não é fácil jogar num time como o Paris Saint-Germain, porque é complicado encontrar um verdadeiro equilíbrio, avaliou o meia-atacante em entrevista ao “Kicker”.

Müller ajuda Messi a se levantar – Foto: Icon sport

Leia mais:

Champions: técnico de time europeu deixa futuro em aberto

Provocação: torcida do Bayern estende faixa contra o PSG em jogo da Champions

Placar apertado

Historicamente, os duelos entre Messi e Bayern estão equilibrados. Com a eliminação desta temporada, o argentino completou três reveses frente aos alemães. Em 2013, o time vermelho humilhou o Barcelona do craque, com um placar agregado de 7 a 0 na semifinal. Oito anos depois, os catalães voltaram a sofrer nas mãos do Bayern. O time de Munique goleou por 8 a 2, na Champions League que teve o mata-mata disputado em Lisboa, por conta da pandemia. A equipe da Baviera avançou para ser campeã nessas duas temporadas.

Messi, porém, já feriu duas vezes Thomas Müller e seus companheiros. No primeiro ano de Guardiola à frente do time, em 2009, o Barcelona eliminou o Bayern nas quartas de final da Champions League, após vencer por 4 a 0 e empatar em 1 a 1. Messi marcou duas vezes na eliminatória. Já em 2015, Messi brilhou e fez outros dois gols contra o Bayern, na semifinal. Os culés avançaram à final após 5 a 3 no placar agregado.

CR7 carrasco

No período em que Cristiano Ronaldo esteve na capital espanhola, Real Madrid e Bayern duelaram em quatro edições de Liga dos Campeões. Os madridistas venceram três e perderam uma. A única derrota foi na semifinal de 2012, e os triunfos aconteceram em 2014, 2017 e 2018.

O Bayern é a segunda maior vítima de CR7. Ao todo, foram oito duelos, com nove gols marcados e uma assistência concedida pelo atacante português.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.