Estoril Praia – História, estatísticas e conquistas

Estoril Praia – História, estatísticas e conquistas
Reprodução/GDEP

O Grupo Desportivo Estoril Praia é um time de Portugal, com 83 anos de história. Suas cores amarelo e azul são inconfundíveis no país, com uma boa participação dentro do território nacional. Desde 2000, o time virou empresa e o futebol virou cargo chefe.

A equipe tem mais de 2.5 mil sócios e defende suas partidas em seu campo, o Estádio Antônio Coimbra da Mota. Decerto, o estádio tem capacidade para 8 mil pessoas.

Portanto, o time é fundado durante a primeira guerra e mudou para empresa nos anos 2000. Confira:

Grupo Desportivo Estoril Praia

Antes de mais nada, o Estoril nasceu em 1939, após o dono de uma empresa de caminhos de ferro para trem, criar o time na cidade litorânea. Em 1944, o time conseguiu chegar na Taça de Portugal, mas perdeu o confronto ao Porto.

Desde os anos 2000, a SAD foi implementada no clube, e um grupo de empresários comprou o futebol da equipe, mudando completamente a história do futuro. Em 20 anos, o Praia subiu divisões e se firmou na elite, com ótimas participações e até competições internacionais.

Trajetória do Estoril Praia – fundação, conquistas e ascensão

Em resumo, o Grupo Desportivo Estoril Praia é um dos times do Campeonato Português, que pertence a cidade de Chaves. A equipe tem 83 anos de idade e mantém um futebol competitivo há cerca de 20 anos.

Decerto, o time não tem títulos importantes, mas subiu rapidamente das divisões menores. Ainda assim, está na elite da Primeira Liga.

Mercado da Bola do Estoril

O Estoril Praia já começou a se movimentar na janela. No mercado da bola, veremos quem chegará ao time e quem poderá sair também. Primeiramente, o time ainda não confirmou nenhuma contratação, mas tem algumas negociações perto do final positivo.

Por outro lado, o mercado da bola traz as saídas do time. Em confirmação, apenas o atacante Meshino, japonês que estava por empréstimo do Manchester City. Entretanto, os rumores de outras saídas existem.

Rumores do Estoril

Decerto, os rumores param reforçar a equipe são grandes. Não há nomes em especial, mas o time sabe que precisa de novos zagueiros e até, um camisa 10, já que sua estrela, Rui Fonte, pode defender algum clube turco.

Por outro lado, os rumores de saída são pequenos. Poucos atletas deverão se mudar de time neste momento. O mercado da bola do time também traz que outros jogadores podem sair.

Mercado de Transferências do Estoril Praia

Em suma, sendo um clube com uma história antiga, gloriosa e muito bonita, certamente o GD Estoril Praia tiveram alguns jogadores e até treinadores que ajudaram a construir e continuar a bela história do clube. Dessa forma, separamos cinco nomes no mercado de transferências do clube, com o top 5 de contratações mais caras da história:

Léo Bonatini por £400 mil vindo do Cruzeiro

O primeiro no mercado de transferências, o atacante brasileiro é o reforço mais caro da história da equipe. O avançado chegou direto da base do clube mineiro e passou 1 ano e meio do time, antes de ser vendido para o mundo árabe.

Foram 53 jogos, 24 gols e quatro assistências.

Aílton por £210 mil vindo do Fluminense

Em suma, o lateral brasileiro chegou direto da base do time carioca e fez boas partidas no time português. Por lá, ficou dois anos e foi para o Stuttgart, da Alemanha. Hoje, já está novamente no Brasil, defendendo o Náutico.

Foram 34 jogos, com um gol e uma assistência.

Allano por £265 mil vindo do Cruzeiro

O atacante brasileiro chegou ao time com apenas 17 anos, e já teve três saídas e retornos. Por ser muito novo, teve empréstimos de volta ao Brasil e até para fora de Portugal. Hoje em dia, é titular absoluto do Santa Clara, outro time da 1ª divisão do país.

No Praia, foram 40 jogos, com seis gols e seis assistências.

Sebá por £200 mil vindo do Cruzeiro

Portanto, o brasileiro passou dois anos defendendo a equipe, também muito jovem, com apenas 20 anos, em 2013. No Praia, o atacante atuou 76 jogos, com 11 gols e 19 assistências, chamando a atenção da Europa. Em 2015, foi jogar no Olympiakos-GRE.

Mattheus à custo zero do Flamengo

Em suma, o meia brasileiro passou três anos na equipe. O filho do craque Bebeto saiu pelas portas dos fundos no time brasileiro, mas jogou muito bem no Estoril. Foram 60 jogos, com cinco gols e 12 assistências, além de uma venda para o gigante Sporting CP.