ESPECIAL: os jogadores africanos na Premier League

0
144

Embora sempre lembrado pela questões sociais e humanitárias, o continente africano sempre foi um berço de grandes jogadores. Todos anos, jovens africanos despontam nos clubes europeus – em especial, os franceses – e movimentam cifras expressivas nas transferências.

Na Premier League, o número de jogadores desta região do planeta cresceu consideravelmente quando comparada à década passada. Mas quem foi o pioneiro do continente no atual formato do Campeonato Inglês, em vigor desde 1992/93?

Peter Ndlovu, de Zimbábue, foi o primeiro africano a jogar na Premier League, embora tenha sido contratado pelo Coventry City um ano antes da reformulação do campeonato. Posteriormente, teve passagens por Birmingham City, Huddersfield Town e Sheffield United.

De Ndlovu até o dia de hoje, 246 africanos passaram pela Premier League, com 1776 gols marcados em 14.210 jogos. O marfinense e ídolo do Chelsea, Didier Drogba, foi quem marcou o maior número de gols (104). Seu compatriota, Kolo Touré, possui o maior número número de partidas (349) enquanto a Nigéria foi o país mais representado (35) no campeonato.

Se a Nigéria é o país que mais forneceu jogadores ao campeonato, o Egito é quem tem o maior número de torcedores dos clubes da Premier League no Facebook. Enquanto 2.150.953 milhões de egípcios curtem a página do Arsenal, 3.129.223 seguem a do Chelsea.

Talvez o melhor exemplo de torcedores de um país acompanhando um clube por conta de um jogador específico sejam os argelinos com o Leicester City. O atual líder da Premier League tem 347.998 likes (16.6% do total) de torcedores da Argélia. Efeito Riyad Mahrez? Certamente.

Dos 23.620 gols marcados na história da Premier League, 1776 foram marcados por africanos (cerca de 13%), que representam 21% do total de jogadores que atuaram no campeonato.

O Portsmouth foi o clube inglês que mais contratou jogadores africanos (24) enquanto esteve na Premier League. Já Bradford City, Nottingham Forest, Oldham Athletic e Swindon Town não tiveram um africano sequer. Confira a abaixo a relação dos 10 clubes ingleses que mais contrataram africanos na PL.

Somente na janela de transferências de janeiro de 2016, 10 novos jogadores africanos chegaram à Premier League, elevando o total para 57 em 2015/16. Trata-se do maior número de africanos na liga desde os 57 de 2008/09.

Em 2007/2008, o campeonato teve o maior número jogadores de continente (59). Para se ter uma ideia, na primeira temporada do novo formato, em 1992/93, eram apenas três.

POR ASHLEIGH JACKSON E TOM ROSTANCE – BBC SPORT

PARA LER A VERSÃO ORIGINAL (EM INGLÊS), CLIQUE AQUI.