Espanyol – História, estatísticas e conquistas

Espanyol – História, estatísticas e conquistas
Reial Club Deportiu Espanyol de Barcelona

O Reial Club Deportiu Espanyol de Barcelona, ou simplesmente Espanyol, é um tradicional clube espanhol que tem 121 anos de história. A saber, é o 3º clube espanhol mais antigo que ainda está em atividade.

O time manda seus jogos no estádio Cornellà-El Prat, que tem capacidade para 40.500 torcedores. A saber, é o 8º maior campo da Espanha.

Reial Club Deportiu Espanyol de Barcelona

Sediado em Barcelona, o Espanyol foi fundado por estudantes da Universidade de Barcelona no dia 28 de outubro de 1900, como Sociedad Española de Foot-ball. Em 1906, diversos sócios-fundadores deixaram o clube e passaram a apoiar o X Sporting Club, que havia sido fundada em 1902.

Dessa forma, o Espanyol teve suas atividades encerradas. Porém, em 1909, a sociedade se reestruturou novamente e houve a fusão entre os dois clubes, que resultou no Club Deportivo Espanyol.

Espanyol – fundação, conquistas e ascensão

Por ser um dos clubes mais antigos da Espanha que ainda estão em atividade, o Espanyol é muito tradicional no território nacional. Nesse sentido, é o 7º colocado na classificação geral da Liga Espanhola.

A equipe nunca venceu o campeonato nacional. Em 86 participações, sua melhor classificação foi a 3º colocação em quatro temporadas diferentes. Enquanto isso, já conquistou quatro títulos da Copa do Rei.

No cenário europeu, o Espanyol não costuma aparecer tanto. Nesse sentido, jogou oito vezes a Europa League e chegou a duas finais. No entanto, não conseguiu se sagrar campeão em nenhuma oportunidade.

Mercado de transferências do Espanyol

Apesar de ser um time tradicional, o Espanyol não costuma ser protagonista no mercado da bola. No entanto, sempre existem rumores que sondam todas as equipes do futebol mundial.

Entre os principais rumores, está o interesse na contratação de Toni Martínez, espanhol que defende o Porto. Entretanto, ainda não se sabe se o Espanyol investirá no jogador no atual mercado da bola.

Contudo, o clube espanhol já fez altas contratações no mercado de transferências. Nesse sentido, a PL Brasil separou as cinco aquisições mais caras da história do Espanyol. Confira na sequência.

Raúl de Tomás por €22,50 milhões vindo do Benfica

A maior contratação da história do Espanyol foi Raúl de Tomás. Assim, no início de 2020, o clube espanhol desembolsou 22,5 milhões de euros para contar com o centroavante.

O jogador é indiscutivelmente um dos mais importantes da equipe. Desde que chegou, entrou em campo 89 vezes, marcou 45 gols e deu seis assistências. Na temporada 2021/22, o centroavante jogou 36 das 42 partidas possíveis.

Mario Hermoso por €12,50 milhões vindo do Real Madrid Castilla

Outra grande contratação foi a de Mario Hermoso, que veio do Real Madrid Castilla, time B do gigante espanhol. Assim, no mercado da bola de início de temporada de 2017/18, o clube pagou 12,5 milhões de euros no passe do atleta.

Entretanto, ficou apenas duas temporadas no Espanyol. Nesse sentido, durante sua passagem pelo time espanhol, jogou 59 partidas e marcou quatro gols.

Após esse período, chamou a atenção do Atlético de Madrid e viajou à capital espanhola. O time de Madri pagou 25 milhões pelo zagueiro, que se tornou, também, a 2ª venda mais cara da história do Espanyol.

Matías Vargas por €10,50 milhões vindo do Vélez Sarsfield

A 3ª maior aquisição da história do clube foi o ponta argentino Matías Vargas. O Espanyol foi ao mercado da bola no início da temporada 2019/20 e pagou 10,5 milhões de euros no jogador.

Ficou duas temporadas defendendo a equipe e foi emprestado ao Adana Demirspor, da Turquia. Enquanto jogou na Espanha, foram 57 jogos, cinco gols e oito assistências. Após o empréstimo, deve voltar ao Espanyol.

Adrián Embarba por €10 milhões vindo do Rayo Vallecano

Embarba também chegou na temporada 2019/20. No entanto, foi no mercado de transferências de meio de temporada e pagou 10 milhões de euros pelo ponta direita espanhol. Diferentemente do argentino, Embarba não deixou o clube por empréstimo.

Nesse sentido, em duas temporadas e meia pelo Espanyol, entrou em 92 jogos, marcou 11 gols e deu 20 assistências. Na última temporada, foi frequentemente utilizado na LaLiga e na Copa do Rei.

Borja Iglesias por €10 milhões vindo do Celta de Vigo

Com o mesmo valor de EmbarbaBorja Iglesias chegou no início da temporada de 2018/19. Assim, os rumores se confirmaram no mercado da bola do início da época.

O centroavante jogou apenas uma temporada pelo Espanyol, sendo vendido no início da temporada 2019/20. A saber, foi ao Real Betis por 28 milhões de euros, se tornando a venda mais cara da história do time de Barcelona.

Durante sua passagem pelo Espanyol, o centroavante jogou 46 jogos, marcou 23 gols e deu quatro assistências para seus companheiros.

Oi, eu sou o Gabriel Vicco e sou apaixonado por futebol e sempre o tive o sonho de trabalhar com isso. Escolhi o jornalismo por gostar de escrever e me comunicar de várias maneiras. Tenho uma página no Instagram com alguns amigos, o Debate (@debate.fcs), onde postamos notícias, análises e coberturas do Brasileirão Feminino. Atualmente, tenho a certeza de que a profissão que mais almejo é o jornalismo esportivo, por isso busco por experiências e pela minha evolução nesse ramo.
Artigo anteriorAthletic Bilbao – História, estatísticas e conquistas
Próximo artigoGetafe – História, estatísticas e conquistas