Provável escalação da Juventus

Provável escalação da Juventus
Foto: Divulgação/Juventus FC

De início, confira a provável escalação da Juventus, que vai enfrentar a Lazio nesta segunda (16). O jogo acontece às 15h45 (horário de Brasília) e será jogado no Allianz Stadium, casa dos Bianconeri. A saber, o placar do jogo do primeiro turno, em Turim, foi 1 x 0 com gol de Cuadrado anotado nos acréscimos da etapa final. Então, veja a provável escalação da Juventus contra os maiores rivais.

Provável escalação da Juventus

Antes de tudo, a provável escalação da Juventus frente a Fiorentina, neste momento, é com o que o Allegri tem de força máxima neste momento. Visto que o J Medical, Departamento Médico da equipe bianconera, conta com diversos atletas. Sendo eles: McKennie, Marley Aké, Kaio JorgeChiesa e Locatelli.

Sendo assim, a provável escalação da Juventus é: Sczcesny; Danilo, Bonucci, De Ligt e Alex Sandro; Zakaria e Rabiot, Bernardeschi e Cuadrado; Vlahovic e Morata (Moise Kean). Treinador: Massimiliano Allegri.

Provável escalação de Fiorentina x Juventus

Em suma, a provável escalação de Fiorentina x Juventus não deve ser muito diferente do time que entrou em campo contra a Lazio, na última rodada da Serie A.

Desfalques da Juventus

A princípio, a Juventus conta com alguns desfalques, como dito anteriormente: McKennie, Kaio Jorge, Locatelli, Chiesa e Marley Aké, são os desfalques da Vecchia Signora. 

Jogador destaque da Juventus

Por certo, o principal destaque da equipe atualmente é o centroavante Dusan Vlahovic, o sérvio que chegara a equipe no início deste ano, parece se sentir em casa. Vlahovic foi a quarta maior contratação da história do clube e parece não ter sentido a pressão de uma transferência dessa magnitude, pelo contrário, é como se o jogador fosse da Juventus há anos.

Assim, na Serie A, o sérvio participou de 30 das 31 rodadas – contando, claro, com os números de quando ele estava na Fiorentina. A saber, dessas 30 partidas, ele foi às redes em 23 oportunidades. Média espetacular de 0.7 gols por jogo.

Pela Champions League, ele marcou no duelo de ida contra o Villarreal – sendo esse, o primeiro gol marcado com a camisa da Zebra.

Dusan Vlahovic. Foto: Reprodução / Juventus FC

Últimas conquistas da Juventus

Em primeiro lugar, a Juventus vinha de uma sequência de nove títulos italianos em sequência, que foi interrompida pela Internazionale na última temporada.

Nesse sentido, o time de Turim abriu vantagem ainda maior em relação aos rivais no que diz respeito a títulos nacionais. São 36 troféus da Liga, 14 da Copa e nove da Supercopa, sendo a equipe com mais títulos em todas essas competições.

Primordialmente, a Juventus tentará aumentar essa lista: fará a final da Copa Itália contra a Inter de Milão em maio.

Por outro lado, se dentro da Bota a Juventus domina tendo mais títulos e maior torcida, fora dela a Vecchia Signora não ergue uma taça desde 1996. Nesse ínterim viu equipes como o Parma erguerem dois troféus continentais, fora os arquirrivais Inter e Milan – o Rossonero, inclusive, foi campeão da Champions League sobre o time Bianconero em 2003.

De lá para cá, a Juventus até chegou a finais, mas nunca com êxito em levar a taça. A contratação de Cristiano Ronaldo foi uma estratégia de ganhar a competição, visto que para muitos ele era a peça que faltava à equipe que sempre chegava, mas sempre batia na trave. E, na época, dominava a Itália, precisando dar um salto a mais: vencer a Europa.

Nada mais justo que trazer o maior goleador da competição para finalmente trazer esse troféu – principalmente após aquele gol de bicicleta antológico justamente contra a Juventus. A chegada dele fez com que os torcedores ficassem mais ainda confiantes, já que Ronaldo sempre foi uma pedra no sapato da Zebra. Todavia, o título europeu não veio, e, pior: a Juve perdeu sua hegemonia dentro da Itália.

Foto destaque: Divulgação/Juventus FC