Conheça Emile Smith Rowe, uma das grandes promessas do Arsenal

Jovem inglês ganhou espaço com Unai Emery e vem se destacando na temporada

0
238
emile smith rowe

No último dia 4 de outubro, o Arsenal conquistou sua segunda vitória em dois jogos na temporada 2018/2019 da Europa League. Na ocasião, um dos gols foi marcado por uma das jovens promessas do clube: Emile Smith Rowe. De apenas 18 anos, ele marcou o primeiro como profissional na terceira partida pelo time principal.

Conheça Emile Smith Rowe, uma das grandes promessas do Arsenal 

O garoto está na base do Arsenal desde os nove anos de idade. Nesse meio tempo já recebeu até ofertas dos rivais londrinos Tottenham e Chelsea. Mas mesmo com todo o assédio, ficou no Arsenal e subiu ao elenco profissional.

Foto: Getty Images

O garoto tem chamado a atenção da torcida gooner. Na temporada passada, foi um dos destaques do time na FA Youth Cup, marcando seis gols. O Arsenal chegou à final, mas perdeu nas duas partidas para o Chelsea.

Já nesta época, antes de subir ao profissional, ele participou das quatro primeiras partidas do clube na Premier League 2.

Com os gols e o bom desempenho, Smith Rowe foi promovido ao time principal. E pelo andamento atual da temporada, ele parece ter moral e futuras chances com o treinador Unai Emery. Assim, muitos já estão de olho no que pode fazer o inglês.

Jogando próximo aos atacantes, Emile Smith Rowe tem movimentação e profundidade como características

Smith Rowe é um habilidoso meia ofensivo. Ele jogava nos times juniores do Arsenal pela ponta esquerda, próximo ao ataque. Porém, dentro de campo, tem a movimentação como uma de suas características.

O jovem costuma flutuar muito por toda a proximidade da área, até mesmo jogando bem pelo meio. Com velocidade, ele participa bastante das ações ofensivas e ajuda a criar chances para os atacantes, além de aparecer como opção na área.

Contra o Qarabag, ele mostrou sua versatilidade. Unai Emery decidiu colocá-lo como titular na ponta direita, posição diferente da qual ele era posto nos jogos da base. Mesmo assim, ele manteve sua postura e fez uma boa partida.

O gol evidenciou outra de suas características: a infiltração. Em contra-ataque e com a defesa adversária desprotegida, ele avançou pelo lado direito e, com liberdade, recebeu boa assistência de Alex Iwobi dentro da área para finalizar com frieza e marcar.

Além disso, ele teve outra grande chance de forma parecida. Após boa troca de passes do ataque do Arsenal, Smith Rowe recebeu cruzamento da esquerda de Sead Kolasinac e apareceu livre na área, mas chegou um pouco atrasado e acabou finalizando para fora.

Foto: Alex Pantling/Getty Images

Leia mais: PL Brasil entrevista André Santos: “Wenger me surpreendeu positivamente no Arsenal”

Essa versatilidade pode ser extremamente útil para o esquema de Emery. O treinador espanhol tem utilizado bastante o 4-2-3-1 como formação principal, com um meia e dois pontas abertos.

Com isso, Smith Rowe pode explorar suas características como fez contra o Qarabag. Ele pode ser encaixado em qualquer uma das pontas, ajudando com velocidade e profundidade. Isso aconteceu nitidamente com outro nome do elenco principal: Alex Iwobi.

O nigeriano, extremamente criticado pela torcida na era Arsène Wenger, ganhou mais minutos e confiança trabalhando com Emery. Resultado: ele tem sido o principal reserva do time e já começa a haver cobrança pela sua entrada no time titular.

Mesmo jovem, Smith Rowe já possui considerável experiência internacional

Um dos atributos importantes para os jovens jogadores na Europa é a experiência internacional que possuem. Atuando nas seleções de base, eles ganham rodagem, enfrentam outras futuras estrelas e ajudam a conquistar mais confiança dos clubes.

Smith Rowe tem conquistado boa rodagem neste sentido nos últimos anos. Enquanto progredia na Hale End Academy (academia de jovens do Arsenal), também foi evoluindo em estágios na seleção inglesa.

O meia foi chamado pela primeira vez pelos Three Lions para defender a seleção sub-15. Ganhando idade, ele também apareceu logo nas seleções sub-17 e sub-18 do país. E foi em uma delas que conquistou sua maior conquista profissional até o momento.

Foto: Dibyangshu Sarkar/AFP via FIFA.com

Em 2017, Smith Rowe estava no elenco da seleção inglesa que conquistou a Copa do Mundo sub-17, mas como reserva em toda a campanha.

Leia mais: Você consegue escalar o Arsenal campeão invicto em 5 minutos?

E o atleta já tem aproveitado suas aparições no time principal do Arsenal para buscar uma vaga na seleção principal. Na última convocação, para os jogos da Liga das Nações contra Croácia e Espanha, o técnico Gareth Southgate surpreendeu ao chamar alguns jovens atletas.

Atualmente ele já está na seleção sub-19 da Inglaterra. No último dia 11 de outubro, ele se destacou com gol e assistência na vitória sobre o sub-19 de Portugal por 4 a 1.

O que esperar do futuro de Emile Smith Rowe no Arsenal?

Quando Unai Emery chegou, deu chances a Emile Smith Rowe durante a pré-temporada. O garoto não desperdiçou a oportunidade: fez um golaço no empate em 1 a 1 contra o Atlético de Madrid e deu assistência na goleada por 5 a 1 sobre o Paris Saint-Germain.

O grande desempenho do meia chamou a atenção de todos. Tanto que o Arsenal, logo após as partidas de testes, ofereceu um contrato de “longa duração” para o jogador, que rejeitou o assédio de rivais como Tottenham e Chelsea e estendeu seu vínculo.

Foto: Suhaimi Abdullah/Getty Images

É bom lembrar que um dos fatores que fez a diretoria do Arsenal se convencer a trazer Emery para o cargo foi o seu trabalho com os jovens. Além disso, o clube ainda possui outros bons talentos a serem lapidados, como Eddie Nketiah, Joe Willock e Reiss Nelson.

Leia mais: Dennis Bergkamp: o símbolo da elegância e genialidade

Emile Smith Rowe já havia participado de duas partidas da Copa da Liga Inglesa antes do jogo contra o Qarabag na Liga Europa. Chamando a atenção, deve aparecer com mais tempo de jogo nas partidas menores, até mesmo como titular (como foi na UEL).

E se continuar com a boa curva de desempenho, pode ser relacionado e enfim estrear na Premier League, brigando por espaço com os atacantes do time titular. Como as opções ofensivas são fartas e de qualidade, por enquanto será difícil encontrar espaço, mas o futuro pode ser interessante.

Ainda é cedo para um veredito, mas certamente o garoto de 18 anos deve ser observado com carinho.