Em clima de reviravolta, Mbappé teria dito “Não” ao Real Madrid

Em clima de reviravolta, Mbappé teria dito “Não” ao Real Madrid
Foto Destaque Divulgação: Fabrizio Romano

Antes de mais nada, uma das maiores novelas nesses últimos meses pode ter tomado outros rumos e com direito a uma grande reviravolta. Assim, Kylian Mbappé teria dito “Não” nesta sexta-feira (20) ao seu clube dos sonhos, o Real Madrid e vai continuar no PSG. Então, acompanhe aqui na Premier League Brasil o motivo dessa mudança repentina.

Primeiramente, o jornal Marca publicou que já era quase certo que o atacante francês havia concordado com um contrato de cinco anos com a equipe merengue. Dessa forma, a diretoria do Paris Saint-Germain teria parado temporariamente de vender as camisas com o nome do atacante. Mas com um ar esperançoso, a equipe voltou a acreditar na extensão do contrato e continuou suas vendas.

De antemão, a mãe do jogador, Fayza Lamari, também se tornou alvo da imprensa e era constantemente questionada sobre a decisão de seu filho.

 Temos um acordo com o Real Madrid e outro com o PSG. As negociações terminaram. Agora é Kylian quem tem que escolher – disse a mãe de Mbappé.

Logo, Layza ainda afirmou que ambas as propostas eram bem parecidas, mas o atacante deve se posicionar nesse final de semana. Em síntese, o seu futuro pode ser anunciado dentro do Parc des Princes. Neste sábado (21), será a última rodada da Ligue 1 e o Paris SG vai jogar em casa contra o Metz.

Segundo o jornalista italiano Fabrizio Romano, Mbappé já tomou a sua decisão de renovar com o clube francês e já avisou ao Fiorentino Pérez, presidente do Real Madrid. Dessa maneira, Fiorentino avisou ao time da capital espanhola que o jogador não chegará na Espanha nessa janela de transferências.

Mas por que Mbappé agora vai continuar?

Portanto, a decisão de Kylian Mbappé girou muito em torno da situação da sua família, que parece querer continuarem na França. Mas também, o camisa sete do PSG não quer deixar seu país em ano de Copa do Mundo. Com receio de ser culpado posteriormente em caso de fracasso na competição.

Por outro lado, o Real também não está nada satisfeito com essa situação e pode não ter uma terceira oferta. Com isso, eles já tinham um acordo verbal em junho do ano passado, entretanto, ambas as partes optaram pelo fim do contrato para sair de forma gratuita.