Douglas Luiz dá bastidores de ‘promessa quebrada’ no Manchester City: ‘Não foi como desejado’

4 minutos de leitura

O Aston Villa recebe o Manchester City nesta quarta (6), às 17h15 (de Brasília), em jogo válido pela 15ª rodada da Premier League. A partida coloca frente a frente terceiro e quarto colocados, mas também Douglas Luiz e o seu ex-time.

O brasileiro trocou o Vasco pelo clube de Manchester em 2017, aos 19 anos, mas nunca jogou uma partida pela equipe de Pep Guardiola. Ele foi emprestado ao Girona por dois anos e, no seu retorno, foi contratado pelo Aston Villa.

Em entrevista à “ESPN”, o volante revela que sua passagem pelos Citizens não foi como o desejado, mas reforça a gratidão pelo clube ter sido sua porta de entrada na Europa e diz que quer marcar contra os azuis na próxima partida.

Douglas Luiz tem mágoa do Manchester City?

O brasileiro sabia que seu contrato ao chegar no clube inglês indicava um empréstimo ao Girona, clube que pertence ao Grupo City, mas não esperava ser vendido antes de jogar pelos Citizens. Ainda assim, não guarda rancor pela forma com a qual as coisas aconteceram.

— Não tem como eu saber se foi o melhor ou o pior caminho, porque não consegui fazer os dois caminhos. Mas é um clube que eu tenho muita gratidão, porque foi o clube que foi ao Brasil, me trouxe para a Europa, algo que todo jogador sonha – disse o volante.

Douglas Luiz
(Foto: Icon Sport)

Ele ressalta que “de frustação, não tem nada” e que está muito feliz com o momento que está vivendo no Aston Villa, onde é um dos destaques da equipe e de todo o campeonato. Ainda assim, seu tempo no City não foi como esperava quando chegou.

— Eu sabia também do contrato, de quando fui para o Girona. Não foi como o desejado, porque eles me falaram que eu ia para o Girona, ganhar mais experiência e depois voltar para o Manchester City, algo que acabou não acontecendo – revelou.

Como é enfrentar o City e a ‘vontade de marcar contra eles'

O time de Pep Guardiola venceu cinco das últimas seis edições da Premier League e também é o atual campeão da Champions League e da FA Cup. Para Douglas, é o time mais difícil do futebol inglês.

— Eu acredito que sim [é o jogo mais difícil da Premier League], jogando em casa ou fora. Eles realmente têm um time muito bom, mas como qualquer outro time tem suas fraquezas também. Pelo momento que a gente está vivendo, a gente é capaz de sair com a vitória contra o Manchester City. É trabalhar e ir para cima deles – afirmou.

Primeiro encontro de Douglas Luiz e Manchester City como rivais, em 2019 (Foto: Icon Sport)

A animação para enfrentar o principal candidato ao título — segundo o próprio Guardiola — tem dose extra: Douglas também tem vontade de marcar contra seu antigo clube.

— Seria bom, de verdade. Já joguei contra o Manchester City algumas vezes, a vontade que eu tinha de marcar ali era grande, mas não aconteceu até agora. Estou esperando o momento certo (risos) – finalizou.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]