Dominic Calvert-Lewin – Mercado da Bola, Transferências, Rumores e Estatísticas

0
520
Dominic Calvert-Lewin
Foto: Reprodução/Imago

Em suma, Dominic Nathaniel Calvert-Lewin, ou apenas Calvert-Lewin, é um jogador de futebol profissional inglês. Assim, nasceu em Sheffield, na Inglaterra, em 16 de março de 1997 e atualmente é atleta do Everton. Dessa forma, Calvert-Lewin atua como centroavante e ganhou notoriedade nas últimas temporadas em Goodison Park.

Dominic Calvert-Lewin – Início de carreira

A princípio, o jovem nasceu na cidade de South Yorkshire em Sheffield, Reino Unido e é filho de um lar mestiço, onde sua mãe é Inglesa e seu pai é africano. Em suma, o jovem desde pequeno teve como objetivo de vida se tornar jogador profissional de futebol.

Basicamente, sua família sempre o apoiou nesse sonho, e em 2005 quando tinha oito anos, seu pai o inscreveu na academia do Sheffield United para dar os primeiros passos no mercado da bola. Em suma, a academia foi um grande passo para o garoto, ele chegou a marcar incríveis quatro gols em apenas 10 minutos contra o adversário sub-7.

Subsequentemente, em 2007 o jovem foi o líder do time, onde conquistaram o título da liga infantil. Eventualmente, em 2014 recebeu sua primeira chance no time principal do Sheffield, assim assinando seu primeiro contrato profissional e adentrando o mundo do mercado da bola.

Trajetória, conquistas e highlights da carreira

A princípio, o atacante não despontou no Sheffield. Em dois anos ele jogou apenas 11 partidas e não marcou gols. Porém, tudo mudou quando em 2015 ele movimentou o mercado da bola e foi emprestado ao Northampthon Town, por lá atuou em 24 partidas e marcou sete gols.

Seguindo, em 2016, ele movimentou novamente o mercado da bola e foi comprado pelo Everton pela baixa quantia de 1 milhão e 800 mil euros. A princípio, ele começou devagar, mas em 2017 marcou sete gols e deu seis assistências em 34 jogos.

Seguindo, em 2018 ele continuou o bom futebol e marcou oito gols e deu duas assistências em 36 jogos. Seguindo, em 2019 ele cresceu mais e marcou 15 gols e deu uma assistência em 40 jogos. Subsequentemente, em 2020 o inglês fez sua melhor temporada na carreira, marcando 18 gols em 37 jogos.

Transferências e Mercado da Bola de Dominic Calvert-Lewin

Em suma, o talento de Calvert-Lewin foi maturado pelo técnico Carlo Ancelotti, e isso fez com que rumores surgissem no mercado de transferências sobre uma possível transferência do jogador.

A princípio, surgiram rumores no mercado de transferências de que o Arsenal estaria interessado no jogador, mas não existem ofertas oficiais. Subsequentemente, surgiram rumores no mercado de transferências de que o Tottenham também estaria interessado no jogador, mas não existem ofertas. Em suma, as chances de uma transferência são razoáveis, visto que o nível do jogador bem crescendo e ele certamente gostaria de buscar títulos.

Everton

Em suma, na sua primeira temporada no Everton, Dominic atuou em 11 jogos e marcou apenas um gol. Subsequentemente, a partir de 2017 o atacante começou a despontar, marcando sete gols e realizando seis assistências em 34 jogos.

Seguindo, em 2018 ele fez uma excelente temporada, marcando oito gols e dando duas assistências em 36 jogos. Seguindo, no ano seguinte ele encantou novamente, marcando 15 gols e dando uma assistência em 40 jogos. Porém, foi na temporada 2020/2021 que Calvert-Lewin fez a melhor temporada de sua carreira. Ele atuou em 36 jogos e marcou 19 gols.

Dominic Calvert-Lewin
Foto: Reprodução/Imago

Dominic Calvert-Lewin na seleção inglesa

Em suma, em 2017 Calvert-Lewin fez sua estreia pela seleção sub-20 da Inglaterra, onde anotou dois gols e deu uma assistência. Basicamente, no mesmo ano ele foi convocado para jogar a Euro sub-21, onde anotou quatro gols e deu uma assistência atuando em 12 jogos.

Subsequentemente, em 2021 o inglês recebeu uma convocação para atuar na seleção principal, para jogar a Eurocopa, ele atuou em duas partidas e não marcou gols. Em suma, atualmente ele joga as eliminatórias da Copa do Mundo FIFA, onde já atuou em dois jogos e marcou dois gols.

Em suma, é certo que o atacante inglês terá muito espaço na seleção se continuar com as boas atuações. O técnico Southgate tem um matador em suas mãos.

Foto: Reprodução/Imago