Diretor-executivo do Aston Villa fala sobre saída de Grealish: “Foi muito emocionante”

0
578
Christian Purslow fala pelo Aston Villa após saída de Jack Grealish.
Foto: Divulgação/AVFC

Nesta quinta-feira (5), o Manchester City anunciou oficialmente a chegada de Jack Grealish, que era especulado desde o fim da última temporada nos Blues. Assim, a transferência mais cara da história da Premier League deixou boa parte da torcida do Aston Villa chateada. Por isso, na hora do anúncio, o diretor-executivo do Villa, Christian Purslow, falou com a torcida pelo Villa TV. Confira abaixo os detalhes do discurso.

A saída de Grealish

Às 16h (horário de Brasília) desta quinta-feira (5), o anúncio de Jack Grealish se tornou oficial tanto no perfil do Manchester City, quanto no perfil do Aston Villa. No entanto, o que pode ter surpreendido os villans foi o discurso de Christian Purslow, diretor executivo do clube, que falou um pouco mais sobre a saída do jogador.

“No último verão, após o interesse de vários clubes, nós oferecemos um contrato novo para Grealish, que ele aceitou. no entanto, ele nos deu uma condição”

Assim, ele continuou, dizendo:

“Jack queria ter certeza de que, caso algum clube que estivesse na Champions League, e o aston villa não estivesse na competição, o clube não ficaria em seu caminho. Assim, foi incorporada uma chamada ‘Cláusula de liberação'”

Valor recorde

Dessa forma, como anunciado por diversas fontes antes mesmo do anúncio oficial, o valor da cláusula seria de 100 milhões de libras. Assim, o jogador sairia por um valor recorde, nunca antes visto na Premier League. No entanto, ele admitiu:

“Nós colocamos a cláusula em um valor que achamos que ninguém pagaria, mas que mostraria o seu valor único e verdadeiro para o Aston Villa”

Depois, ele continuou, dizendo que, após suas boas aparições na temporada e sua boa participação na Euro 2020, um grande número de times entrou em contato demonstrando interesse no jogador. No entanto, o clube simplesmente rejeitou todas as ofertas que vieram abaixo do valor da cláusula. Foi aí que o Manchester City apareceu, dizendo que aceitaria pagar os 100 milhões para acioná-la.

“Depois de muitas horas de reunião envolvendo Jack, sua família e seu agente, na qual deixamos claro nosso desejo de que ele continuasse no Aston Villa, Jack finalmente decidiu que ele gostaria de ir para o Manchester city, e pediu para nós acionarmos a cláusula.”

“Foi um momento muito emocionante”

Assim, após 19 anos de clube, Jack Grealish finalmente tomou a decisão de seguir em frente. Purslow destacou o quão emocionante foi acompanhar o momento de sua escolha, dizendo:

“Foi um momento muito emocionante, quando ele me contou sua decisão. Não me deixou dúvidas sobre o quão difícil foi para ele decidir sair do nosso clube, no qual ele chegou com 6 anos de idade”

Por fim, Purslow afirmou que Grealish reafirmou que o motivo de sua saída estava no desejo de jogar a Champions League. No entanto, após falar sobre Grealish, Christian continuou, passando uma mensagem importante para os fãs.

O plano B

Assim, a mensagem de Purslow começou dizendo que tanto ele, Dean Smith, Johan Lange e o restante da diretoria obviamente sabiam que esse dia poderia vir, e que, portanto, eles se planejaram para ele.

“Nunca foi nossa intenção substituir Jack com um jogador. Nossa estratégia foi destrinchar e entender os principais atributos de Jack”

Dessa forma, para Purslow, ficou claro que os três principais atributos de Grealish estavam em sua agilidade, suas assistências e seus gols. Portanto, era necessário encontrar tais habilidades em três jogadores de ataque:

“Assim, assinando com Emiliano Buendia, Leon Bailey e Danny Ings, nós entendemos que atingimos esse objetivo essencial. Além disso, conseguimos reduzir uma depêndencia excessiva em um jogador brilhante”

Um futuro brilhante para o Aston Villa

Portanto, Christian Purslow completou, afirmando que tanto o elenco quanto a diretoria e a comissão técnica esperam ansiosamente para ver como o time jogará nesta temporada. Com a chegada dos reforços, além do experiente Ashley Young e da implementação de alguns jogadores da base no elenco, Purslow acredita que o Villa tem um futuro brilhante pela frente.

Ele concluiu, dizendo em nome dos donos Nassef Sawiris e Wes Edans, além dele próprio:

“Nós realmente esperamos ver vocês (fãs) no villa park novamente no dia 21 de agosto. Muito obrigado pelo seu apoio fantástico”

Início da Premier League

Assim, o Aston Villa volta à campo no próximo sábado (7), em amistoso contra o Sevilla, no Villa Park. A partida está marcada para as 14h (horário de Brasília). Além disso, o início da Premier League para o Villa será no dia 14 de Agosto, contra o Watford. O duelo acontecerá no Vicarage Road, às 11h (horário de Brasília). Você pode ver tudo sobre o Aston Villa aqui.