O que o Manchester United pode ganhar com Diogo Dalot

Jovem e polivalente defensor chega aos Diabos Vermelhos como trunfo do técnico José Mourinho

Dalot

O Manchester United fez três contratações para a temporada 2018/19, e uma dessas foi a do jovem Diogo Dalot. O português foi contratado junto ao Porto por valores que se aproximam dos 20 milhões de euros.

Dalot tem 19 anos e atua como lateral, principalmente na direita, mas também pode jogar na esquerda e até como zagueiro. A contratação do atleta de Portugal gira em torno da figura de José Mourinho, que aposta no desenvolvimento do jovem dentro de Old Trafford.

Como profissional no Porto, fez apenas 29 jogos, sendo 23 pela equipe B, pela qual marcou duas vezes, e somente em seis oportunidades pelo time principal, o qual foi campeão do Campeonato Português.

Dalot fez poucos jogos pelo time principal do Porto, em Portugal (Foto: Paulo Oliveira/DPI/NurPhoto via Getty Images)

Nos Red Devils, o experiente Antonio Valencia ocupa a vaga de titular na lateral direita há algumas temporadas. Mass após bons anos, tem demonstrado queda – normal e esperada – apesar da ótima condição atlética que possui.

Diogo Dalot foi alvo de importantes equipes no contexto europeu de futebol, como Juventus, Real Madrid, Barcelona e Napoli. No entanto, foram superados pelo United, que agiu rapidamente e garantiu a chegada do lateral.

O defensor ainda não estreou – se recupera de lesão -, mas deve estar à disposição em setembro.

Dentro da Inglaterra esperava-se que Timothy Fosu-Mensah fosse se estabelecer como reserva imediato de Valencia, após boa temporada pelo Crystal Palace, pelo qual jogou emprestado. No entanto, foi novamente emprestado, dessa vez para o Fulham.

Nesse contexto, imagine-se o quanto Mourinho aposta alto no seu compatriota ex-Porto.

Leia mais: O dia em que Mourinho quase se tornou treinador da Inglaterra

Dalot tem bom físico, com muita margem para um desenvolvimento ainda maior desse quesito tão importante para o futebol atual.

O novo camisa 19 do United também é habilidoso, ambidestro e com boa tomada de decisão.

O jovem lateral se destaca pela boa qualidade dos seus cruzamentos, que notoriamente fazem falta em importantes momentos do United dentro das partidas, salvas raras exceções de lances de Valencia. E, na defesa, desarma e intercepta com competência.

É versátil então pode resolver tanto o problema da lateral esquerda, que sofre com a inconstância de Luke Shaw e a titularidade de Ashley Young, como desbancando Valencia, algo que deve ocorrer em poucas temporadas.

Nas poucas vezes que apareceu na equipe principal do Porto foi atuando como lateral esquerdo. Contra o Liverpool, no jogo de volta das oitavas de final da Champions League 2017/18 jogou na esquerda e teve bom desempenho.

Tem muitas aparições na seleção de base portuguesa, pela qual foi campeão da Eurocopa sub-17 no ano de 2016.

Diogo defendeu a seleção portuguesa sub-20 no último Mundial na Coreia do Sul(Foto: Maddie Meyer – FIFA/FIFA via Getty Images)
Afinal, o que esperar de Diogo Dalot no Manchester United?