Diniz justifica ausência de Richarlison e revela ‘intenção frustrada’ com Paquetá na Seleção

4 minutos de leitura

O técnico Fernando Diniz anunciou a lista dos jogadores que vão representar a seleção brasileira nos dois últimos compromissos do ano: contra a Colômbia no dia 16 e Argentina no dia 21. Dois nomes da Premier League ficaram de fora — Lucas Paquetá, que vem vivendo grande fase no West Ham, e Richarlison, que foi chamado pelo treinador campeão da Copa Libertadores nas duas oportunidades anteriores.

Diniz foi perguntado na entrevista coletiva sobre as ausências. Primeiro, sobre Paquetá, que segue sendo investigado na Inglaterra sobre suspeita de participação em apostas esportivas.

— Considero Paquetá como um dos melhores dessa geração, eu teria muito gosto em convocá-lo e provavelmente ele teria grandes chances de brigar pela titularidade, porque é um jogador que eu admiro muito. A investigação, pelo menos o que chegou para a gente até agora, está no mesmo ponto. Ela não foi encerrada, então não tem nenhum fato novo. Se eu convoco, provavelmente iam me indagar porque eu não convoquei antes. Por enquanto, pediram mais tempo para investigar. Obviamente, se esse tempo de estender mais, a próxima convocação é daqui a quatro meses, aí acho que já seria tempo suficiente para chegar alguma coisa. Mas a vontade de trazer existe — esclareceu Diniz.

Lucas Paquetá segue jogando como titular e principal jogador do West Ham. O brasileiro tem desfilado bom futebol em campo, com cinco gols marcados e uma assistência em 14 jogos com a camisa dos Hammers. Mas, por enquanto, nada de Seleção para ele.

Já Richarlison não vive uma grande fase nesta temporada. Ele marcou dois gols e deu três assistências em 11 jogos com o Tottenham e na seleção brasileira, passou em branco nas quatro partidas que fez. Por isso, Diniz deu preferência a atacantes que vivem um momento melhor em seus respectivos clubes, como Paulinho (vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro), João Pedro e Gabriel Martinelli — destaques de seus respectivos clubes na Premier League.

— Eu acho que mais do que o sistema, eu tenho que olhar para tudo o que está acontecendo. Acredito que esses jogadores que eu convoquei vão ter, nesse momento, mais condições de entregar aquilo que estou esperando nesse momento. Richarlison é um excelente jogador, jogou muito bem na principal competição que tem no mundo, que é a Copa do Mundo, e não conseguiu entregar aquilo que ele pode, mas ele não jogou mal, principalmente a primeira perna, contra a Bolívia e o Peru. É que ele concorre com outros grandes jogadores, e nesse momento eu preferi convocar outros — explicou o treinador.

Seleção brasileira tem quase um time de jogadores da Premier League

Dos 24 convocados, 10 são de jogadores que atuam na Premier League. São eles:

  1. Alisson (Liverpool)
  2. Ederson (Manchester City)
  3. Emerson Royal (Tottenham)
  4. Gabriel Magalhães (Arsenal)
  5. Bruno Guimarães (Newcastle)
  6. Douglas Luiz (Aston Villa)
  7. Joelinton (Newcastle)
  8. Gabriel Jesus (Arsenal)
  9. Gabriel Martinelli (Arsenal)
  10. João Pedro (Brighton)


Confira a lista completa clicando aqui.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.