Desastre de Munique: a tragédia que marcou a história do Manchester United

Acidente aéreo é um dos episódios mais tristes do futebol mundial

Desastre de Munique

O dia 6 de fevereiro na Inglaterra é sempre lembrado por causa do trágico acidente aéreo que aconteceu em Munique, na Alemanha, envolvendo a delegação do Manchester United. Dos 38 tripulantes, o Desastre de Munique deixou 23 vítimas, incluindo jogadores, dirigentes, jornalistas e tripulantes. 

Entre os mortos, estavam 8 atletas daquele poderoso time do Manchester United: Roger Byrne, Mike Jones, Eddie Colman, Tommy Taylor, Lian Whelan, David Pegg, Geoff Bent e Duncan Edwards, principal jogador dos Diabos Vermelhos e que, para muitos, seria um dos maiores da história do futebol mundial.

Além dos atletas, três membros do estafe do clube, oito membros da imprensa, dois funcionários da tripulação, um torcedor e um agente de viagem perderam a vida no Desastre de Munique.

Desastre de Munique, o acidente

Depois de conquistar a classificação para as semifinais da Copa dos Campeões, em cima do Estrela Vermelha, o avião que estava retornando de Belgrado, na Sérvia, precisou parar em Munique para o reabastecimento da aeronave.

Em virtude de uma tempestade de neve, a aeronave da companhia British Airways não conseguiu decolar depois de três tentativas e acabou abatido.

O ocorrido aconteceu às 15h04 (horário local) e, até hoje, em Old Trafford, casa da equipe inglesa, há um relógio no qual os ponteiros marcam o horário do acidente.

O ídolo inglês no avião

Principal nome na conquista do título da Inglaterra na Copa do Mundo de 1966, Bobby Charlton também estava no avião. Ele sobreviveu ao acidente e, junto ao promissor técnico escocês Matt Busby, foi um dos pilares na reconstrução do Manchester United.

“Duncan tinha tudo. Tinha força e espírito que simplesmente se esparramavam pelo campo. Tenho certeza absoluta que, se sua carreira tivesse um período maior, ele provaria ser o maior jogador que já vimos. Sim, conheço os grandes jogadores – Pelé, Maradona, Best, Law, Graves e meu preferido, Alfredo di Stefano -, mas a questão é que ele era melhor em todos os aspectos do jogo”, disse Bobby Charlton, anos depois do acidente.

Como era conhecido o Manchester United?

Antes do acidente, a equipe comandada por Matt Busby, conhecida como “Busby Babes”, tinha vencido dois campeonatos ingleses seguidos. Além disso, era forte candidata a travar o reinado do Real Madrid na Europa.

“Teriam sido o melhor United da história. Na verdade, eram. Teriam conquistado tudo”, garantiu McGuiness, então jogador do clube.

O que aconteceu com o Manchester United?

Um novo United é montado, e consegue ser vice-campeão inglês logo na temporada 1958/59. Busby cria uma base, com alguns dos sobreviventes, que consegue seu primeiro título após o acidente, em 1963, com a conquista da Copa da Inglaterra.

Naquela temporada, seu conterrâneo Denis Law (a quem oferecera a primeira convocação para a seleção escocesa no breve tempo em que treinou seu país, no segundo semestre de 1958, após a Copa), chegaria ao clube, onde seria ídolo.

O time volta a ficar perto do título inglês em 1964, quando fica em segundo. Na edição seguinte, o clube é campeão em disputa acirrada com o Leeds United, com o qual termina em igual número de pontos, vitórias, empates e derrotas. A conquista foi decidida no saldo de gols.

Voltando a disputar a Copa dos Campeões na temporada 1965/66, o time novamente para nas semifinais, desta vez para o Partizan. Não tendo priorizado o Campeonato Inglês, o United termina apenas em quarto.

Leia mais QUIZ: Você sabe tudo sobre a história do Manchester United?

O título inglês volta a Old Trafford em 1967. Em 1968, o troféu fica com o rival Manchester City, mas ao fim daquela temporada o clube enfim vence a Copa dos Campeões (hoje Champions League), em novo confronto contra o Benfica, em Wembley.

O United torna-se o primeiro time inglês campeão do torneio. Após a conquista histórica, Busby recebe o título de Sir da coroa inglesa

Na ressaca da conquista, o time perde a Copa Intercontinental para os argentinos do Estudiantes de La Plata, apenas em 11º na liga inglesa e Busby decide retirar-se do cargo de técnico, onde ficara por 24 anos, tornando-se diretor do clube.

Ele voltou brevemente em dezembro do ano seguinte a treinar o United, saindo definitivamente ao fim da temporada 1970/71.

por Caio Thumé

Desastre de Munique

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

O que foi o Desastre de Hillsborough?