Como Declan Rice pode se encaixar na seleção inglesa

Jogador atuou em todas as categorias da Irlanda, mas optou por defender a Inglaterra

0
284
Como Declan Rice pode se encaixar na seleção inglesa

Declan Rice tem vivido uma série de acontecimentos importantes nos últimos meses. O jovem meio-campista do West Ham se tornou elegível para a seleção inglesa, mesmo após representar a Irlanda em três partidas oficiais.

No entanto, foi eleito nesta semana o melhor jogador jovem do país – na época em que se abriu votações, ele ainda representava a Irlanda.

E um dia depois de tal feito, recebeu sua primeira convocação para a Inglaterra. Rice fará parte do elenco que iniciará a busca por uma vaga na Euro 2020.

Como Declan Rice pode se encaixar na seleção inglesa

O atleta de 20 anos chega à seleção em um importante momento de transição, principalmente no sentido de definição tática. Southgate terminou o ano de 2018 dando a entender que o esquema com três zagueiros pode ter ficado para trás e dando preferência para o 4-3-3.

E é nesse esquema que Declan Rice pode ter um futuro brilhante com a camisa dos Three Lions. Com a possível manutenção de três meio-campistas atrás do trio de ataque, Rice tem uma excelente oportunidade de adicionar as suas virtudes e se estabelecer entre os titulares da Inglaterra.

Leia mais “We're on the booze”: a cultura da bebida no futebol inglês

No West Ham, o jogador atua geralmente como o único meia defensivo no 4-1-4-1 de Manuel Pellegrini, sendo responsável por dar segurança ao miolo defensivo e ser a válvula de escape no momento de transição dos meias mais avançados. Por vezes, Rice também joga num 4-2-3-1, recebendo a companhia de Pedro Obiang no setor.

Nesta temporada, ele soma 27 jogos pelos Hammers, tendo marcado dois gols. Declan é o segundo jogador do time com mais passes bem-sucedidos por jogo (85%) e o líder em desarmes ganhos: uma média de 1.8 por partida.

Gareth Southgate elogiou Declan Rice e afirmou que o jovem atleta pode ser um dos grandes líderes da seleção em breve. (Foto: Getty)

Ele se destaca na qualidade do passe curto, sendo uma ferramenta interessante na base da jogada, e também na marcação, que é a sua principal qualidade no momento. Com um fôlego notável, Rice não tem dificuldades para fazer perseguições em constância.

Dentro da seleção, teoricamente disputará vaga com Eric Dier e Fabian Delph – principalmente com o jogador do Tottenham, considerando que Southgate priorize dois jogadores mais técnicos e apenas um com maior senso de marcação entre o trio de meio-campistas.

Leia mais Listamos os 10 melhores talentos sub-21 da Inglaterra

O jogador do West Ham leva ligeira vantagem em comparação com o atleta dos Spurs. Dier atuou em 16 jogos pela PL nesta temporada e também marcou dois gols.

Ele registra média de 1 interceptação por jogo enquanto que Rice o supera com 1.4. Comparando passes bem-sucedidos por jogo e desarmes ganhos, novamente o hammer vence com tranquilidade.

Com a convocação de Declan Rice, Eric Dier ganhou uma forte concorrência no setor. (Foto: Getty)

Com Rice, a Inglaterra ganha em qualidade no passe e mais fôlego. Com Eric Dier, prevalece uma maior agressividade, perigo aéreo e uma boa chegada em chutes de longa distância.

Mesmo não sendo fixado como titular a princípio, Declan Rice tem chances de ter uma boa série de jogos e participar de uma possível Copa em 2022.

Não dá para deixar de notar a grande qualidade que Rice adicionou à seleção inglesa ao se tornar elegível e receber a sua primeira convocação.

Com um poder de crescimento muito alto e cada vez mais se firmando como um dos melhores volantes da Premier League, o jogador de Londres pode se tornar em breve uma das peças-chave de sua seleção.