A reafirmação de David Luiz no Chelsea

Zagueiro brasileiro dá volta por cima, supera desconfiança e conquista mais um título pelos Blues

0
267
David Luiz no Chelsea

Goleada, eliminação, choro. Uma frase, um meme. “Eu só queria dar alegria para o meu povo”, disse David Luiz, aos prantos, ainda no gramado do Mineirão logo após a seleção brasileira sofrer a mais humilhante derrota de sua história. O zagueiro ficou marcado, foi ou ainda é, vítima de piadas que vão muito mais em relação ao seu estilo fora de campo do que ao seu desempenho como defensor.

A trajetória de David Luiz no futebol é basicamente feita na Europa. Aqui teve poucos momentos no Vitória, antes de se transferir para Portugal, onde com a camisa vermelha do Benfica brilhou intensamente.

Depois o sucesso continuou no Chelsea, Paris Saint-Germain, e novamente Chelsea, quando com poucas palavras e muito trabalho, foi mais uma vez o zagueiro não só confiável, mas também decisivo para os Blues.

O brasileiro se tornou o jogador com mais títulos internacionais pelo Chelsea (Foto: Phil Noble/Reuters)

As piadas devem ou, pelo menos, deveriam cessar. David Luiz fez uma temporada 2018/2019 em alto nível.

O seu Chelsea ficou na terceira colocação na Premier League, garantindo vaga direta na próxima Uefa Champions League, além de ter conquistado o título da Uefa Europa League, com uma vitória incontestável por 4 a 1 frente ao rival Arsenal.

David Luiz deu alegria para o seu povo, o povo de Stamford Bridge, mais uma vez.

A temporada em números

Com 32 anos, e 1,89 cm de altura, o camisa 30 dos Blues foi presença constante em campo. Sem receber nenhum cartão vermelho, David Luiz jogou ao todo 50 partidas, com destaque para Premier League e Europa League, onde em ambas competições começou sempre como titular.

Ao mestre com carinho

David Luiz conquistou a confiança de Sarri no decorrer da temporada (Foto: Sky Sports)

O início da temporada foi com algumas incertezas para David Luiz. Uma era devido ao fato de parecer não estar muito nos planos do técnico Maurizio Sarri. Porém o camisa 30 seguiu trabalhando e conquistou seu espaço.

E Sarri também o conquistou. Logo após ser campeão da Europa League, o brasileiro falou sobre o técnico italiano. “Sarri é um cara legal, um ótimo treinador e ele merece isso, merece este troféu”, disse David Luiz, destacando a passagem de Sarri, sem entrar em detalhes sobre o futuro do treinador no Chelsea.

“Ele fez um trabalho incrível para este clube. Eu não sei sobre as especulações, agora é a hora comemorar esse título”, finalizou.

A análise de Mário Marra

Comentarista dos canais ESPN, emissora detentora dos direitos de transmissão da Premier League no Brasil, o jornalista Mário Marra falou sobre alguns aspectos da carreira de David Luiz, como o pós-Copa do Mundo de 2014, a temporada 2018/2019, e a renovação de contrato com o Chelsea.

Mário Marra é comentarista dos canais ESPN (Foto: Twitter)

Brasil 1 x 7 Alemanha

“Eu acho que o David Luiz, também o Bernard, durante um tempo Paulinho e Fernandinho, foram vítimas ‘fáceis' do 7 x 1. David e Bernard especialmente, não tiveram muitas oportunidades de reconquistar o espaço na seleção”, ressaltando o fato destes jogadores não terem sido mais convocados.

O jornalista falou também sobre a situação de Fernandinho, constantemente criticado na seleção, mas que é indiscutível no Manchester City.

Para o comentarista isso reflete uma cultura do público de futebol no Brasil de um modo geral. “Temos também o caso do Fernandinho, que arrebenta na Premier League e, se joga mal um jogo com a camisa da seleção, tudo o que ele já fez na carreira é desprezado. Acho que isso vem muito de uma cultura que exige um herói e um vilão a cada 90 minutos”.

David Luiz era o capitão da seleção brasileira no jogo contra a Alemanha (Foto: Reuters)

Leia mais: Copa da Inglaterra: quem são os maiores campeões do torneio? 

A sequência da carreira

Sobre o pós Copa do Mundo de 2014, Mário Marra destacou que David Luiz está mostrando bom nível em diferentes esquemas de jogo. “O David Luiz chegou a jogar numa linha defensiva de três, sendo o cara da sobra no Chelsea, e foi muito bem. Depois com dois zagueiros iniciando bem as jogadas”, falou, indicando que a imagem do defensor fora de campo possa estar interferindo na avaliação de seu rendimento dentro de campo.

“Eu entendo que a imagem dele contribua um pouco para o marketing pessoal, e as pessoas confundem um pouco isso. Eu não tenho nada contra quem faz marketing na carreira, mas se ele é jogador de futebol, não pode ser conhecido só por isso. Na tentativa de desvalorizar um cara como ele, acaba sendo vítima fácil”.

A temporada de David Luiz

“Se quisermos, dá pra falar que é volta por cima sim”, disse Marra sobre o desempenho do zagueiro nas competições do calendário 2018/2019. David Luiz parecia estar fora dos planos de Maurizio Sarri, mas foi titular na maioria dos jogos do Chelsea.

“Ele jogou e conquistou o espaço. Mas também, de certa forma, era normal (David não ser titular nos primeiros jogos), pois estávamos no início de uma temporada para o Sarri conhecer bem o elenco, se adaptar a um futebol com características diferentes, como velocidade do jogo e até mesmo condições climáticas, por exemplo.

David Luiz renovou contrato por mais duas temporadas (Foto Chelsea FC via Getty Images)

A renovação de contrato

Punido pela Uefa por conta de não ter cumprido regras do fair play financeiro, o Chelsea está impedido de realizar contratações. Com isso, o clube tratou de trabalhar na renovação de contrato de alguns de seus jogadores, entre eles David Luiz. Mário Marra comentou sobre o fato, destacando que a punição acabou interferindo na decisão do clube.

“Em relação à renovação, a avaliação é comprometida. O Chelsea já estava sabendo que seria punido, já estava esperando a punição, armando uma possibilidade de defesa para o clube enquanto instituição. Então, já fazia parte uma avaliação de quem o Chelsea poderia contar para a próxima temporada”.

Apesar disso, o jornalista acredita que David mostrou em campo que pode seguir atuando em bom nível pelos Blues. “Eu acho que ele mereceu uma renovação, e o fato do clube não poder contratar foi o carimbo definidor. Mas ele mereceu sim, pelo desempenho em campo”.

Não há posts para exibir