Danny Welbeck, o Pelé inglês… só que não

O jogador do Arsenal é muito contestado. No entanto, tem seus lampejos de habilidade. Conheça a história de Danny Welbeck!

Danny Welbeck

Vamos dar continuidade a nossa série especial de matérias sobre os convocados da Inglaterra para a Copa do Mundo! Vem com a gente que o papo de hoje é sobre Danny Welbeck

Quem é Danny Welbeck?

Daniel Nii Tackie Mensah Welbeck, como percebeu por alguns sobrenomes, tem origens ganesas, mas ele nasceu na Inglaterra mesmo. Mais precisamente em Longsight, na grande Manchester, região em que permaneceu por muitos anos.

Entre os 6 e 8 anos de idade, jogando pelo clube local Fletcher Moss, despertou o interesse do Manchester United e se juntou a academia do clube.

Em janeiro de 2008, aos 17 anos, foi promovido a equipe principal para se juntar aos atletas que viajaram para participar do amistoso contra o Al-Hilal, jogo que marcava a aposentadoria do craque saudita Sami Al-Jaber.

Início em Manchester

(Reprodução)

Ainda muito jovem, só estreou pelo clube em jogos oficiais na temporada seguinte (2008-09) em um jogo de Copa da Liga Inglesa em setembro e sua primeira partida pela Premier League. Em novembro, logo marcou gol.

Na primeira temporada como profissional participou de 13 jogos e marcou três gols. Na temporada seguinte, participou de jogo de Champions League, onde conseguiu 11 partidas e dois gols, mas ficou apenas seis meses. Foi emprestado ao Preston North End em janeiro de 2010.

Na Championship, Danny Welbeck fez oito jogos e marcou em duas oportunidades. Ao final da temporada foi novamente emprestado, dessa vez para um clube de Premier League. Pelo Sunderland, durante 2010-11, se destacou em suas 28 partidas e seis gols.

Nos três anos seguintes em Manchester foi titular em boa parte das temporadas. Nesse período acumulou 118 partidas, mas marcou apenas 24 gols.

Novo desafio em Londres

(Reprodução/Getty)

O Arsenal acreditou em seu potencial. Mas sua passagem é definida por muitas lesões e pouco rendimento. Foram 112 jogos e 27 gols marcados com a camisa dos Gunners.

Desempenho pelos Three Lions

(Reprodução/Getty)

São 39 partidas e 16 bolas nas redes com os Three Lions e é o jogador com mais gols pela seleção dos 23 convocados por Gareth Southgate.