Daniel Alves – Mercado da Bola, transferências, rumores e estatísticas


Considerado por muitos o melhor lateral-direito do Barcelona, Daniel Alves nasceu no dia 6 de maio de 1983, Juazeiro, Bahia. O brasileiro marcou história na equipe da Catalunha. Além disso, atuou por Bahia, Sevilla, Juventus, PSG e São Paulo. Atualmente, no mercado da bola, o jogador se transferiu para o México onde atua no Pumas.

Daniel Alves – Início de carreira

O brasileiro iniciou a trajetória no futebol pelas categorias de base do Bahia. Dessa forma, o jovem passou pelo sub-15, 17 e 20. Então, o atleta começou a ganhar destaque e chamou a atenção do elenco principal do Bahia. Em 2001, com 18 anos de idade, o jogador se tornou profissional.

Desde cedo na lateral-direita, Dani ganhou a primeira oportunidade no fim do Campeonato Brasileiro de 2001. Naquela ocasião, o titular e reserva na posição estavam machucados. Dessa maneira, Alves iniciou como titular contra o Paraná. Mesmo sendo jovem, o atleta mostrou qualidades no ataque e na defesa. Além disso, boa saída de bola e velocidade.

Após a estreia, Daniel Alves se manteve titular absoluto pela equipe do Bahia. Em 2002, conquistou a Copa do Nordeste, este que é o único titulo do brasileiro pelo clube. Então, no mercado de transferências de julho, alguns clubes estavam de olho. Assim, o Sevilla contratou por empréstimo de seis meses.

Nesse período de seis meses, Daniel Alves não entrou em campo, mas mostrava bons momentos nos treinamentos. Em janeiro de 2003, o Sevilla contratou em definitivo o brasileiro por 550 mil euros. Na segunda metade da temporada 2002/03, o jovem participou de dez partidas.

O jogador foi convocado para disputar o Mundial sub-20 pelo Brasil. Com o bom desempenho, a Seleção Brasileira conquistou o troféu. Daniel Alves foi um dos melhores na competição, produzindo rumores de transferência para vários gigantes do futebol mundial.

Um jovem chega ao Barcelona 

Na Espanha, Daniel manteve o bom futebol. Na época 2005/06, ajudou a equipe a vencer a UEFA Cup. Naquela temporada, foram 46 partidas, três gols e quatro assistências. Ou seja, titular absoluto.

Na época 2006/07, o Sevilla tinha um elenco qualificado. Assim, conquistou a Super Copa da UEFA e a Taça da Espanha. Além disso, Daniel Alves já era convocado com frequência para o Seleção Brasileira. O jogador esteve no elenco campeão da Copa América de 2006. Em resumo, pelo Sevilla foram 223 partidas, 15 gols e 29 assistências.

No mercado da bola, Chelsea e Barcelona estavam interessados no brasileiro. Todavia, o Sevilla recusou todas as propostas. Então, Daniel disse que queria sair e iniciar uma nova trajetória. Apesar de receber um não, o Barça não desistiu do jogador. Afinal, no mercado de transferência, o time perdeu Zambrotta, que voltou para Itália.

Após rumores e negociações, em julho de 2008, por 35,50 milhões de euros, o Barcelona acertou a contratação de Daniel Alves. Já na primeira temporada, o brasileiro participou de 54 jogos, sendo titular na maioria deles. O primeiro gol saiu contra o UD Almería, válido pela 8ª rodada do Campeonato Espanhol.

Assim, na temporada 2008/09, venceu a Super Taça da Espanha, Campeonato Espanhol e a UEFA Champions League. Além disso, em 2009, foi convocado para Copa das Confederações. O Brasil venceu a competição em uma final inesquecível contra os Estados Unidos.

Trajetória, conquistas e highlights de Daniel Alves

Em 2010, Daniel Alves foi convocado para a Copa do Mundo na África do Sul. Jogando como meia-direita, o jogador esteve entre os 11 iniciais em todos os jogos. Pelo Barcelona, o brasileiro continuou fazendo história. Além disso, sendo um dos jogadores que mais dava assistências para Lionel Messi.

Na temporada 2010/11, no famoso time de Pep Guardiola, o Barcelona venceu a UEFA Champions League, a Super Taça da EspanhaCampeonato Espanhol e o Mundial de Clubes.

Com grandes partidas, na temporada 2013/14, o brasileiro chegou a marca de 300 jogos com a camisa do Barcelona. Dessa forma, se tornou um dos maiores na posição. pelo Barça participou de 408 confrontos, 22 gols e 105 assistências. Ganhou 23 títulos pelo time da Catalunha.

Apesar da linda história, surgiram rumores de que alguns dirigentes do Barcelona não queriam a permanência do brasileiro. No mercado de transferência da época 2016/17, a Juventus assinou com o lateral-direito.

Com um contrato de dois anos, o jogador chegou com grandes expectativas na Itália. Titular absoluto durante a temporada, Dani tinha alguns problemas extracampo por conta de algumas declarações. Assim, após um ano, a Juventus rescindiu o contrato com Alves. Esteve em 33 jogos, marcou seis gols e deu sete assistências.

Transferência e mercado da bola de Daniel Alves

Então, o Manchester City, que procurava um lateral-direito no mercado da bola, estava certo com o Brasileiro. Todavia, a pedido do Neymar, Daniel Alves assinou com o PSG, da França. Rapidamente se tornou titular. Além disso, jogou também algumas partidas como meia-direita e meio-campista.

Na França, Daniel Alves mostrou um bom rendimento e ficou longe das polêmicas. Todavia, na temporada 2017/18, o jogador sofreu uma lesão no ligamento cruzado e ficou de fora da Copa do Mundo de 2018. Mesmo com uma lesão séria e uma idade avançada, o jogador esteve na Copa América de 2019 e fez grandes partidas. Foi eleito o melhor na competição.

Daniel Alves sempre se declarou são-paulino. Então o São Paulo viu uma oportunidade no mercado da bola e contratou o brasileiro. Logo na estreia, o atleta marcou o gol da vitória contra o Ceará. Todavia, problemas fora do campo deixaram os torcedores irritados.

Além disso, o São Paulo possui uma divida com Dani. Assim, em 2021, foi anunciado a rescisão do contrato. Pelo Tricolor Paulista foram 95 jogos, nove gols e 14 assistências. Após ficar um tempo sem clube, o Barcelona anunciou a volta do brasileiro para ajudar na temporada 2021/22.

O jogador ajudou a equipe e foi titular na La Liga. Entretanto, Daniel Alves não renovou o contrato. Assim, um tempo depois acertou com o Pumas, do México.