12 jogadores da Premier League que atuaram na Copa São Paulo

Fred, Alisson e Fabinho estiveram em campo pela competição de base na edição 2011

Gabriel Martinelli Ituano Copa São Paulo Copinha - Crédito Miguel Schincariol - Ituano FC
Crédito Miguel Schincariol - Ituano FC

No ano de 2021, pela primeira vez desde 1969, a Copa São Paulo de Futebol Júnior não faz parte do calendário nacional. Considerado o maior celeiro de promessas do país, a tradicional competição já contou, ao longo de sua história, com grandes nomes que hoje brilham na Premier League. Entre artilheiros da competição e vencedores, alguns jogadores do Campeonato Inglês foram bem no maior torneio de base da América do Sul.

Mais recente surpresa do Arsenal, o atacante Gabriel Martinelli foi o último jogador a brilhar na Copa São Paulo e depois se destacar na Premier League. Anos antes, Gabriel Jesus chamou a atenção na competição pelo Palmeiras, foi para o profissional e, duas temporadas depois, contratado pelo poderoso Manchester City de Pep Guardiola.

Embora nomes recentes chamem mais a atenção da Copa São Paulo, outros personagens conhecidos também jogaram o torneio neste século. Alguns deles vocês confere agora na nossa lista.

Siga a PL Brasil no Youtube
  • Quais são os salários mais altos da Premier League?

9 jogadores da Premier League que atuaram na Copa São Paulo 

Gabriel Martinelli, do Arsenal, jogou pelo Ituano em 2019

Apesar do pouco tempo no Arsenal, Gabriel Martinelli já chama a atenção dos ingleses como uma das grandes contratações recentes de promessas sul-americanas pelo futebol europeu. Para quem acompanha a Copa São Paulo, o seu desempenho não é nenhuma novidade.

Na penúltima edição da competição de base, o jogador atuou pelo Ituano e ganhou grande destaque ao marcar seis gols em apenas quatro partidas da Copinha, com apenas 17 anos de idade. Martinelli foi ainda mais elogiado ao ser a revelação do Paulistão 2020, já no time profissional.

Raphinha, do Leeds, jogou pelo Avaí em 2016

Contratado pelo Leeds para a Premier League 2020/2021, Raphinha foi revelado pelo Avaí, mas deixou a equipe mesmo antes de subir para o profissional, justamente após enorme brilho na Copinha de 2016.

À época Rafinha, e não Raphinha, o atacante marcou gols decisivos na torneio e foi o artilheiro da ótima campanha do Avaí, eliminado pelo Ituano na quarta fase. Em função do grande destaque, foi vendido ao Vitória Guimarães, por 600 mil euros.

Gabriel Magalhães, do Arsenal, jogou pelo Avaí em 2016

Raphinha não é o único jogador do Avaí na Copa São Paulo de 2016 a ter chegado ao Campeonato Inglês. Quem também estava naquela equipe é o zagueiro Gabriel Magalhães, que atualmente vive ótimo momento no Arsenal.

Tendo chegado ao Leão catarinense em 2012, Gabriel foi uma das revelações da equipe no torneio. Contudo, diferentemente de Raphinha, ele permaneceu na equipe, imediatamente promovido ao profissional, onde logo recebeu espaço. Um anos depois, tornou-se a venda mais cara da história do clube, ao ser contratado pelo Lille por três milhões de euros.

Gabriel Jesus, do Manchester City, jogou pelo Palmeiras em 2015

Entre altos e baixos, Gabriel Jesus já viveu grandes momentos no Manchester City, mesmo sendo reserva de Kun Aguero em boa parte de seu período na Inglaterra. O destaque do brasileiro, que é muito elogiado por Pep Guardiola, começou em 2015, quando jogou a Copa São Paulo pelo Palmeiras.

O atacante da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2018 foi o principal nome da equipe alviverde naquela edição da Copinha. Jesus tinha 17 anos de idade e marcou cinco gols pelo Palmeiras. Assim, subiu ao profissional e levou o título da Copa do Brasil logo em sua primeira temporada.

Fred, do Manchester United, jogou pelo Internacional em 2011 e 2012

Antes de brilhar pelo Shakhtar Donestk e chamar a atenção do Manchester United, Fred foi revelado pelo Internacional. E o jogador disputou duas edições da Copa São Paulo pelo time colorado. Em sua temporada de estreia, aos 17 anos, era considerado umas das grandes promessas da competição.

Fred atuou também em 2012, quando já vinha sendo destaque nos treinos do profissional do Internacional e da seleção de base do Brasil no ano anterior. Foi na sua última Copinha que o jogador se destacou e ganhou uma chance no time de cima. O meia aproveitou e virou a surpresa da temporada colorada.

Alisson, do Liverpool, jogou pelo Internacional em 2011

Clive Rose/Getty Images

Além de Fred, o Internacional contou com outra estrela da Premier League no elenco da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2012. O goleiro, que era conhecido por ser irmão de Muriel, ex-titular do time colorado, chamava a atenção dos torcedores e brilhou na competição.

Eleito o melhor goleiro do mundo em 2019, Alisson Becker já era considerado um dos grandes nomes daquele elenco e ajudou o Internacional a chegar até as quartas de final do torneio, quando o time gaúcho foi eliminado para o América-MG nos pênaltis.

Fabinho, do Liverpool, jogou pelo Paulínia-SP em 2011 e pelo Fluminense 2012

lesão de Fabinho Liverpool Klopp Catherine Ivill Collection Getty Images Sport
Catherine Ivill Collection Getty Images Sport

Revelado pelo Fluminense ao futebol profissional, não foi pelo clube carioca que Fabinho estreou na Copa São Paulo. O volante jogou a competição pelo pequeno Paulínia FC, se destacou e somente então foi para o Tricolor.

Hoje titular absoluto do Liverpool, Fabinho era lateral-direito. Com o Paulínia, dono da casa no grupo U da edição 2011, foi terceiro colocado com quatro pontos, atrás do líder Rio Preto e do grande Botafogo.

Assim, desempenho na competição atraiu o interesse do Fluminense na mesma temporada. Entre os treinos no profissional, acabou jogando mais uma edição do torneio, logo em 2012. Foi vice-campeão contra o Corinthians, que tinha o zagueiro Marquinhos, da Seleção e do Paris Saint-Germain.

Lucas Moura, do Tottenham, jogou pelo São Paulo em 2010

Tottenham Mourinho Lucas Moura Catherine Ivill Getty Images
Catherine Ivill Getty Images

Ainda conhecido como Marcelinho, por causa de seu período atuando na base do Corinthians, Lucas Moura foi campeão da Copa São Paulo ao lado de Casemiro, Bruno Uvini e outros destaques, em 2010, a penúltima conquista do clube.

O jogador do Tottenham era o principal nome do elenco do São Paulo e foi logo levado para o profissional na sequência do torneio.

Roberto Firmino, do Liverpool, jogou pelo Figueirense em 2009

Mesmo não tendo grande brilho no futebol nacional no início da carreira, Roberto Firmino chegou a atuar na Copa São Paulo. O atacante do Liverpool foi titular do Figueirense na competição em 2009, um ano após chegar ao time catarinense.

O Figueirense era o atual campeão e Roberto Firmino chegou ao time com a pressão de buscar o bicampeonato da Copa São Paulo. Apesar disso, viu o time catarinense ser líder em seu grupo e ajudou a levar a equipe até as oitavas de final, sendo eliminado pelo Internacional. O atacante acabou subindo ao profissional, fazendo a primeira partida no time principal no mesmo ano.

Marçal, do Wolverhampton, jogou pelo Grêmio em 2008

Paulistano, Fernando Marçal iniciou sua trajetória no Grêmio, apesar de não ter chegado a integrar a equipe principal do clube. No Brasil, Marçal defendeu profissionalmente apenas o Guaratinguetá. Mas pelo time gaúcho o lateral disputou a Copa São Paulo de 2008.

Naquela edição, o Grêmio, dono do melhor ataque da fase de grupos, foi eliminado pelo São Paulo nas quartas de final. Na partida anterior, contra a Ponte Preta, Marçal fora o grande destaque tricolor na primeira etapa, responsável por assistência no jogo, antes de sair lesionado de campo. 

Willian, do Arsenal, jogou pelo Corinthians em 2005 e 2006

Mike Hewitt Collection Getty Images Sport
Mike Hewitt Collection Getty Images Sport

Apesar de ser uma das piores participações do Corinthians na Copinha, a edição de 2006 contou com a estrela de Willian como camisa 10. Maior campeão da competição, a equipe paulista também contava com Weverton, da Seleção e do Palmeiras, e era o atual bicampeão da competição. Contudo, o hoje jogador do Arsenal não brilhou e viu o Corinthians ser eliminado na segunda fase para o Fortaleza nos pênaltis.

Um ano antes, porém, Willian conquistou a competição no banco de reservas. O elenco alvinegro tinha os destaques Bobô e Dinélson, além do goleiro Júlio César, mas foi o ídolo do Chelsea quem acabou brilhando mais anos depois.

Fernandinho, do Manchester City, jogou pelo Athletico Paranaense em 2003

Campeão histórico com o Athletico Paranaense em 2004, o volante Fernandinho estava, uma temporada antes, jogando a Copa São Paulo pelo Furacão. O jogador do Manchester City ficou apenas nas oitavas de final da competição, sendo eliminado pelo Santos nos pênaltis.

Leia mais: Os clubes brasileiros que mais tiveram jogadores da Premier League