A última final da Copa da Liga sem um integrante do “Big Six”

No fim das contas, o campeão daquela Copa sequer era inglês!

0
189
A última final da Copa da Liga sem um integrante do “Big Six”

A Copa da Liga é disputada desde 1961 e já teve 23 equipes campeãs. No entanto, com o alto investimento feito nas equipes principais do país, a competição passou a ter amplo domínio dos times conhecidos como Big Six.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube

Ranking #07 – Os maiores laterais direitos da história da Premier League

Desde 2005, 14 finais da Copa da Liga contaram com pelo menos uma dessas equipes. A exceção fica por conta da decisão de 2013.

Naquela edição chegaram à final o modesto Bradford, até então na League Two, e o Swansea, que disputava a Premier League e era o favorito para ficar com o troféu.

Leia mais Ryan Giggs: a carreira e os compromissos da lenda do Manchester United

O CAMINHO ATÉ WEMBLEY

O Swansea, comandado pelo técnico Michael Laudrup, entrou na Copa da Liga na segunda fase.

Para chegar até a final deixou pelo caminho Barnsley (3 a 1) e Crawley (3 a 2) nas fases iniciais

Em confronto válido pelas oitavas, a equipe surpreendeu a todos ao superar o Liverpool, em Anfield, com uma vitória com autoridade por 3 a 1.

O Liverpool era o favorito para avançar, no entanto acabou sendo surpreendido dentro de casa pelo Swansea. (Photo PAUL ELLIS/AFP/Getty Images)

Após eliminar o Liverpool, os Swans tiveram pela frente a equipe do Middlesbrough, conseguindo uma vitória pelo placar mínimo.

Na semifinal, única fase até então com duas partidas para definir quem avançaria, a equipe galesa desbancou o Chelsea.

Os Blues, na época, eram comandados por Rafa Benítez e contavam com o recém-contratado Fernando Torres.

No entanto, os londrinos acabaram surpreendidos em pleno Stamford Bridge, saindo derrotados por 2 a 0.

Os gols do Swansea foram marcados por Michu ainda no primeiro tempo e por Graham já nos acréscimos da segunda etapa.

No jogo da volta, a equipe da casa soube suportar a pressão dos londrinos garantindo que o zero não saísse do placar do Liberty Stadium, carimbando sua presença na grande decisão.

Leia mais Sunderland ‘Til I Die: série revela o doloroso rebaixamento dos Black Cats

O Bradford, por sua vez, participou de todas as fases da Copa da Liga, eliminando na primeira fase o Notts County (1 a 0), Watford na segunda (2 a 1) e Burton na terceira eliminatória (3 a 2).

Nas oitavas, os Bantams superaram o Wigan pelo placar mínimo. Avançando às quartas da Copa da Liga, protagonizaram a grande zebra daquela edição ao eliminar o Arsenal.

Após a partida terminar empatada em 1 a 1 graças aos gols de Thompson para o Bradford e Vermaelen para o Arsenal, a equipe da casa saiu vencedora nas cobranças de pênaltis, chegando assim até a semifinal daquela edição da Copa da Liga.

O Arsenal foi surpreendido pelo Bradford dando adeus à disputa (Metro)

Na semifinal, a equipe comandada por Phil Parkinson teria pela frente o tradicional Aston Villa. No primeiro jogo, realizado no Valley Parade, o Bradford conseguiu uma importante vitória por 3 a 1, que lhe dava uma pequena vantagem para o jogo da volta.

Na segunda partida acabaram superados pelo Villa por 2 a 1. No entanto, mesmo com a derrota a equipe que militava na quarta divisão do futebol inglês chegava até a impensável final contra outro improvável finalista.

Leia mais: Os 10 patrocínios inusitados de times ingleses

O ATROPELO DO CAMPEÃO DA COPA DA LIGA

Na grande final realizada no dia 24 de fevereiro de 2013, Swansea e Bradford chegavam para o duelo em busca do título mais importante de suas histórias visto que o Bradford possuía como maior conquista a já centenária taça de Copa da Inglaterra de 1911.

A final que ninguém imaginava (Photo by Nick Potts/PA Images via Getty Images)

No entanto, aquela final acabou sendo um duro choque de realidade para os Bantams.

Após grandes exibições na competição, desbancando grandes equipes e enfileirando oponentes, o Swansea tratou de mostrar que seria uma equipe da elite da Inglaterra que ficaria com o título daquele ano.

Com uma grande exibição, os Swans não deram nenhuma chance para uma nova zebra, evidenciando sua supremacia desde o início do jogo.

Ao final do primeiro tempo, a equipe do País de Gales já vencia o jogo por 2 a 0 graças aos gols de Dyer e Michu.

O Bradford foi valente, mas não conseguiu fazer frente ao Swansea na decisão (Reuters)

Na volta do intervalo o Swansea tratou de partir pra cima do seu fragilizado rival, aumentando a vantagem novamente com Dyer.

A situação do Bradford ficou mais difícil após a expulsão do goleiro Matt Duke aos 56 minutos de jogo após cometer pênalti em cima de Jonathan de Guzmán.

Na cobrança o próprio holandês foi para a cobrança para transformar a vitória em goleada.

Após a expulsão do goleiro e o gol de De Guzmán o título do Swansea já estava garantido. (Michael Regan/Getty Images)

Já nos acréscimos, de Guzmán marcou seu segundo gol na final, o quinto do Swansea, campeão da daquela que foi até hoje, a última final da Copa da Liga sem um nenhum integrante do “Big Six”.

https://www.youtube.com/watch?v=H46RyaJiCT8