Compacto da Série A 2021/22

Compacto da Série A 2021/22
Foto: divulgação/ AC Milan

No último final de semana, houve a conclusão de vários campeonatos nacionais mundo a fora. Logo, as cinco principais ligas europeias conheceram os seus novos campeões. Dentre elas, a Série A voltou a ter um “novo velho” dono do scudetto, o Milan. Além do Rossonero, outras equipes se garantiram nas primeiras posições e com isso, vão disputar competições continentais. Por outro lado, há quem estará na 2ª divisão no próximo ano. Sendo assim, confira o resumo do que aconteceu no principal torneio nacional da Itália.

Veja o que rolou na Série A

Campeão: Milan

Campeão italiano pela última vez na temporada 2011/12, o Milan finalmente voltou ao topo do futebol nacional. Sob a batuta do técnico Stefano Pioli e com vários destaques individuais, em especial o ponta português Rafael Leão e o lateral francês Theo Hernandez, o Rossonero superou a arquirrival Inter de Milão e o Napoli para faturar o scudetto após 10 temporadas. De quebra, a equipe igualou o número de títulos dos Nerazzurri, com 19 conquistas para cada um e garantiu vaga para Champions League. Na campanha que se concluiu com 86 pontos, foram 26 vitórias, oito empates e quatro derrotas.

Vice-campeão: Inter de Milão

Principal concorrente do Milan, a Inter de Milão travou uma disputa ponto a ponto contra o rival até a última rodada. Contudo, os Nerazzurri não conseguiram manter o posto de atual campeão nacional, feito que asseguraram na temporada passada. Ainda assim, a boa campanha liderada por Simone Inzaghi, técnico estreante no comando da equipe, que terminou com 84 pontos e o vice-campeonato, garantiu a Inter o direito de disputar a próxima edição da Champions League. Aos 24 anos, o principal destaque do time ficou por conta do atacante argentino Lautaro Martinez, autor de 21 dos 84 gols marcados na campanha.

Classificados para Champions League: Napoli (3º) e Juventus (4º)

Completando o grupo que se garantiu para à fase de grupos da próxima edição do principal torneio de clubes do planeta estão Napoli e Juventus.

Azarão na disputa contra os rivais de Milão, a equipe de Nápoles até chegou a ocupar a liderança do campeonato em um momento, mas não teve gás para se manter na briga pelo título até o final. Ainda assim, os 79 pontos conquistados em 38 rodadas asseguraram o 3º lugar e consequentemente, o direito de disputar a Champions League. Principal nome da equipe, Insigne, que está de malas prontas para MLS, se despediu do clube com 11 gols e nove assistências em 32 jogos.

Último time a criar uma hegemonia na Terra da Bota, com nove títulos conquistados entre 2012 e 2020, a Juventus teve uma temporada abaixo do esperado, em especial no início da liga. Ainda assim, a Velha Senhora se recuperou no decorrer do torneio, alcançou os 70 pontos e conquistou vaga para disputar a Orelhuda no próxima temporada. Como destaques individuais, se sobressaíram o argentino Dybala, autor de 10 gols e que está de saída do clube após o fim do vínculo contratual, Chiesa, que se lesionou no meio do torneio, e o sérvio Vlahovic, vice-artilheiro do campeonato, com 24 gols, e que se juntou ao elenco em janeiro.

Classificados para Europa League: Lazio (5) e Roma (6)

Rivais da capital, Lazio e Roma estarão presentes juntas na fase de grupos da Europa League na próxima temporada. Em síntese, as equipes terminaram o campeonato, respectivamente, em 5º e 6º lugar.

Com altos e baixos, o lado azul teve em Ciro Immobile, autor de 27 gols no torneio, como grande pilar na campanha que terminou com 64 pontos e que teve a Liga Europa em muitos momentos com prioridade.

No lado oposto da cidade, a Roma conquistou a vaga para o 2º principal torneio europeu por duas frentes. Em síntese, os Lobos venceram a Conference League, primeira conquista do clube com chancela da Uefa, e de quebra, garantiu o lugar na Liga Europa. Se tratando de Série A, os Giallorossi oscilaram assim como o rival. Em muitos momentos priorizando o torneio continental, a equipe acabou a liga italiana com 63 pontos, em 6º lugar, posição que assegurou apenas na última rodada. Debutando no elenco, o atacante inglês Abraham marcou 17 gols no campeonato e foi o grande destaque do time de José Mourinho.

Classificado para Conference League: Fiorentina (7º)

Por fim, a Fiorentina é última equipe italiana garantida em competições continentais. A saber, a Viola finalizou o campeonato na 7ª posição com 62 pontos, e assim, se classificou para 2ª edição da Conference League, torneio criado pela UEFA em 2021. Contando ainda com Vlahovic, um dos artilheiros do torneio e que se transferiu para Juventus em janeiro, o time de Florença chegou a flertar com vaga para Liga Europa, por exemplo. Ainda assim, a classificação para o mais novo campeonato, é visto como uma conquista para o time que chegou até as semifinais da Copa Itália.

Rebaixados: Cagliari (18º), Genoa (19º) e Venezia (20º)

Se por um lado temos equipes comemorando taça ou classificação para outros torneios, o mesmo não se pode dizer de Cagliari, Genoa e Venezia. As três equipes terminaram, respectivamente, em 18º, 19º e 20º lugar no campeonato, e assim, amargaram o descenso para 2ª divisão. Na próxima temporada, eles vão disputar a Série B.

Promovido na temporada passada, o Venezia teve até um início satisfatório no campeonato. Contudo, as coisas começaram a complicar para os venezianos do meio ao fim do torneio, chegando a acumular 10 derrotas seguidas. Com o resultados negativos, a equipe despencou na tabela até ocupar a última posição, de onde não saiu mais. Assim, concluiu a campanha com 27 pontos, na lanterna.

Tradicional equipe italiana e 4ª com mais títulos da Série A, o Genoa acumulou uma série de empates no campeonato, culminando no primeiro rebaixamento do clube desde a temporada 2006/07. Ao todo, foram 16 empates no torneio, líder no quesito. Dessa forma, o time de Gênova alcançou apenas os 28 pontos, terminando em 19º lugar.

Último despromovido, o Cagliari brigou com o descenso até a última rodada. No último ato, a equipe até contou com o resultado negativo da Salernitana, concorrente direta contra o Z3. Contudo, o time não conseguiu fazer a sua parte diante da Udinese e assim, amargou o descenso. Em 38 partidas, foram apenas 30 pontos conquistados.

Artilheiro: Ciro Immobile (27 gols)

Principal figura no ataque da Lazio, o atacante Ciro Immobile terminou como artilheiro do Campeonato Italiano. Ao todo, o jogador de 32 anos marcou 27 gols em 31 partidas. Assim, ele desbancou nomes como Vlahovic e Lautaro Martinez que ficaram logo atrás. Abraham e Giovanni Simeone completam o top 5.