Compacto da Ligue 1 2021/22

Compacto da Ligue 1 2021/22
Foto: divulgação/ PSG

Neste final de semana, com a definição do playoff de descenso da Ligue 1, foi dada como concluída a temporada 2021/22 do futebol na França. Consequentemente, a principal divisão do país conheceu todos os seus desfechos. Do retorno do poderoso PSG ao topo nacional, passando pelos classificados à competições continentais até chegar aos  despromovidos para Ligue 2, confira o compacto do Campeonato Francês.

Veja o resumo do que rolou na Ligue 1

Campeão da Ligue 1: Paris Saint Germain

Um dos principais times do mundo e a grande potência em âmbito nacional, o PSG voltou  a erguer a taça mais importante do futebol francês nesta temporada. A saber, na anterior, o time parisiense foi superado na briga pelo caneco, para o Lille, após três anos de domínio no país. Com as chegadas de astros como Messi, Sergio Ramos, Donnaruma e companhia, atrelada a manutenção de nomes como Neymar, Mbappé e Di Maria, o Paris Saint Germain não teve dificuldade para garantir o seu 10º título da Ligue 1, o 8º na era rica do clube e sagrasse o maior campeão nacional ao lado Saint-Étienne.

Em síntese, com 26 vitórias em 38 partidas, o PSG dominou de ponta a ponta o campeonato até confirmar o título com quatro rodadas de antecedência. Por fim, no meio de tantos craques, coube a Mbappé, eleito o melhor jogador do campeonato, assumir o papel de protagonista.

Classificados para Champions League: Olympique de Marselha (2º) e Monaco (3º)

Sob a batuta do técnico Jorge Sampaoli, o Olympique de Marselha foi a equipe que mais se aproximou de ameaçar o título do PSG. Dessa forma, apesar do insucesso na briga pela taça, a equipe do sul da França concluiu a campanha com 2º lugar e assim, garantiu vaga para próxima Liga dos Campeões. Em 38 partidas, foram 21 vitórias e 71 pontos somados.

Na sua primeira temporada pelo clube, Gerson foi o grande destaque. Atuando mais adiantado, o brasileiro marcou oito gols e distribuiu sete assistências com a camisa azul e branca.

Completando o pódio, o Monaco será o último representante francês na próxima Champions League. Porém, nas fases iniciais do torneio. Após um início de campeonato decepcionante, a equipe do Principado arrancou para as primeiras posições e garantiu o 3º lugar com 69 pontos. Coincidentemente, a mesma colocação que ocupou ao término da temporada passada. Capitão do time, o atacante Ben Yedder também foi o principal nome monegasco no torneio com 22 gols marcados.

Garantidos na Europa League: Rennes (4º) e Nantes (Copa da França)

Após debutar na Conference League, o Rennes terá um desafio ainda maior na próxima temporada. Com 20 vitórias, a equipe vermelha e preta atingiu os 66 pontos e terminou o campeonato no 4º lugar. Assim, garantindo o direito de participar da fase de grupos da Europa League. Por fim, destaques para o atacante Terrier, autor de 21 dos incríveis 88 gols marcados do time, e do meia Bourigeuad, dono de 13 passes para gol.

Igualmente, o Nantes será outro representante francês na segunda competição mais importante do Velho Continente. Contudo, diferente do Rennes, os canários conquistaram o direito via Copa da França após bater o Nice na decisão por 1 x 0, com gol de Blas. Graças ao título, a equipe entrará diretamente na fase de grupos do torneio europeu.

Classificado para Conference League: Nice (5º)

Completando os classificados para as competições internacionais, o Nice por muito pouco não se colocou como um dos integrantes na Liga Europa. Com a mesma pontuação do Rennes, os Águias foram superados pelo rival no saldo de gols (42 contra 16) e assim, acabaram ficando para trás na disputa. Contudo, o 5º lugar deu a equipe o direito de participar da Conference League na próxima temporada.

Rebaixados: Saint-Étienne (18º), Metz (19º) e Bordeaux (20º)

Por outro lado, nem todas as torcidas tem motivos para comemorar. Com campanhas quase que idênticas, Saint-Étienne, Metz e Bordeaux colecionaram uma série de resultados negativos e consequentemente, foram despromovidos para Ligue 2.

Seis vezes campeão francês, o Bordeaux fez um campeonato para esquecer. Com praticamente um turno de derrotas, 19 ao todo, o clube escapular conquistou apenas 31 pontos em toda a liga. Para piorar, teve com sobra a pior defesa com incríveis 91 gols sofridos. Consequentemente, o números pra lá de negativos culminaram na última posição e eventualmente, o rebaixamento.

Com campanha similar, o Metz foi outra equipe a sofrer com a queda. Depois de duas temporadas se mantendo na elite francesa, o time grená e branco não conseguiu repetir o feito dos anos anteriores e assim, será mais um a disputar a divisão de acesso. De 38 partidas, em metade o clube da região de Lorena saiu derrotado, 19 precisamente. Além disso, o baixo número de gols (35) foi determinante para o insucesso.

Maior campeão francês junto com o Paris Saint Germain, o Saint-Étienne é outro que foi despromovido no campeonato. Com uma campanha muito ruim e um final ainda pior, o 10 vezes vencedor da liga francesa terminou a temporada apenas no 18º lugar, com 32 pontos. Ainda assim, teve a chance de escapar da degola no playoff de descenso contra o Auxerre, 3º colocado da Ligue 2. Contudo, após empate por 1 x 1, o time verde branco foi superado nos pênaltis por 5 x 4, sacramentando a queda.

Artilheiro da Ligue 1: Kylian Mbappé

Principal nome de um elenco estrelado por Messi e Neymar, Mbappé não só levou o prêmio de melhor jogador da Ligue 1, como terminou como artilheiro desta edição. Com 28 gols em 32 jogos, o craque de 22 anos superou com folga Ben Yedder, do Monaco, e Martin Terrier, do Rennes, que marcaram 22 e 21 gols, respectivamente. Por fim, Dembelé, do Lyon, e Delort, do Nice, completam o top 5.