Como Guardiola pode aproveitar vantagem do Manchester City para ter seu ‘novo Messi’

4 minutos de leitura

O Manchester City pode voltar à ativa no mercado de transferências na janela de janeiro e tem chances de contratar uma das joias mais promissoras da nova geração: o argentino Claudio Echeverri, de 17 anos, colocado como “o novo Messi“.

O camisa 10 da seleção argentina sub-17 foi o grande destaque da última edição do Mundial da categoria e, inclusive, foi carrasco do Brasil, marcando os três gols em uma vitória por 3 a 0.

Apesar da grande concorrência, o time de Pep Guardiola tem leve vantagem na corrida. Os Citizens já têm contato mais avançado com seus empresários e podem “presentear” o treinador que elevou Messi de nível com outra promessa argentina.

“Novo Messi” no Manchester City?

Os atuais campeões europeus devem ter certa vantagem sobre outros times que tentam contratar Echeverri pelo fato de já terem uma excelente relação de trabalho com o River Plate, o clube da joia, após lidar com os argentinos para contratar Julian Alvarez no ano passado.

Os Citizens já tiveram contato com os representantes do meia e, segundo a informação do jornalista Fabrizio Romano, a direção já marcou outra reunião com o River Plate para discutir a possibilidade do negócio acontecer.

echeverri manchester city
Foto: Fifa/divulgação. Arte – PLB

Ele tem contrato com os gigantes argentinos até 2025 e decidiu não renovar — a ideia seria jogar pelo River no ano que vem e deixar o clube ao fim da temporada. O City planeja um modelo de contrato que o permita seguir na América do Sul.

Segundo Romano, o acordo faria com que Echeverri seguisse no River Plate por empréstimo depois de ser contratado, e o Manchester City “está confiante que vão chegar a um acordo em um futuro próximo”.

A concorrência por Echeverri

Na Premier League, o Chelsea também tem sido colocado como um dos grandes interessados no jovem meia, o que casaria com a sua política de contratação de promessas internacionais, como o equatoriano Kendry Paez.

Recentemente, Echeverri também comentou sobre um grande desejo de jogar no Barcelona, dada a ligação com o ídolo máximo do jovem, Lionel Messi, o que animou o clube catalão:

— Além do River, eu gostaria de jogar no Barça. Sou um grande fã de Lionel Messi e o assisti jogar lá, então é um time que tenho seguido desde muito jovem – comentou.

Xavi Barcelona Flamengo
Foto: Icon Sport

No entanto, o Barcelona tem dificuldades financeiras e outras prioridades no mercado para se adequar ao fair play financeiro, e a contratação do jogador do River Plate poderia não acontecer tão cedo, o que é uma vantagem para o City.

Ele tem multa de R$ 134 milhões, segundo Fabrizio Romano, e também chamou a atenção de Real Madrid, PSG, Juventus, bem como Milan e Inter de Milão

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]