Como escalar o Liverpool com os novos reforços?

Reds fizeram excelente mercado de transferências e aumentaram as opções de Jürgen Klopp

0
146
Liverpool

Após uma janela de transferências bem movimentada, o Liverpool parece pronto para disputar em alto nível as competições da temporada.

Os Reds contrataram quatro nomes que chegam para suprir as lacunas existentes no elenco: o goleiro Alisson Becker, os meias Fabinho e Naby Keita, e o atacante Xherdan Shaqri.

A última temporada dos comandados de Jürgen Klopp foi surpreendente, tendo em vista que os resultados foram bons.

Eis que você se pergunta: como os resultados foram bons se não conquistou nenhum título? Vamos às explicações.

O Liverpool, nos últimos anos, é um clube em reconstrução. Foram anos perdendo seus principais jogadores e servindo de trampolim para os atletas se transferirem para centros mais atrativos.

Desde a chegada de Klopp, os Reds tentam voltar ao topo. Mas claro, isso requer tempo e muito trabalho. E finalmente o clube parece pronto para dar o próximo passo e voltar às glórias.

Essa dupla ai quer continuar brilhando… Foto: Getty Images

Como escalar a defesa do Liverpool?

Com todas essas contratações, aliadas ao bom elenco que o clube possui, vamos tentar escalar algumas das formações que Klopp irá usar.

No sistema defensivo, a base da última temporada deverá ser mantida. A única mudança é Alisson no lugar de Loris Karius. O goleiro brasileiro chega com uma expectativa enorme por todos. É uma alteração que muda o patamar defensivo dos Reds.

Então é possível no decorrer da temporada imaginar um sistema com: Alisson; Alexander Arnold, Dejan Lovren, Virgil Van Dijk e Andrew Robertson.

Mas para o início da Premier League, a tendência é Klopp usar Joel Matip (ou Joe Gomez) e Clyne nas vagas de Lovren e Arnold, respectivamente.

Isso porque os atletas estavam disputando as fases finais da Copa do Mundo e só tiveram férias após o fim da competição.

É uma defesa que, desde a chegada de Van Dijk, em janeiro, foi crescendo cada vez mais na temporada. Com a contratação de Alisson, a tendência é seguir evoluindo.

Meio-campo bem reforçado

No meio-campo, existe a maior disputa por vagas, tendo em vista que Klopp usa um esquema com 3 meias e tem o dobro de opções para o setor.

Jordan Henderson e James Milner acabaram a temporada muito bem, e ganharam a concorrência de Fabinho e Naby Keita. Além desses, os Reds contam com Georginio Wijnaldum e Adam Lallana, que são úteis na rotação do elenco.

Fabinho e Keita participando do primeiro treino da temporada. Foto: Liverpool Fc

Henderson volta das férias pós Copa próxima semana e a tendência é que o capitão comece em desvantagem nessa disputa.

Então, para o início da temporada, é possível que a meiuca seja formada por Fabinho, Keita e Milner.

Esse trio de meio-campo oferece uma boa qualidade no passe, poder de criação e o principal nas equipes de Klopp: intensidade.

Caso o comandante queira liberar mais Keita e dar uma sustentação maior ao seu sistema defensivo, pode optar por um meio com Henderson, Fabinho e Keita.

Nas semanas onde o calendário estiver cheio, Klopp poderá fazer um rodízio no setor, com Wijnaldum e Lallana.

Vejamos algumas opções que o comandante poderá usar no decorrer da temporada:

  • Fabinho/Keita/Milner;
  • Henderson/Keita/Milner;
  • Henderson/Fabinho/Keita;
  • Fabinho/Wijnaldum/Lallana;
  • Henderson/Keita/Lallana

Ataque segue em alta

Essas são algumas combinações que Klopp poderá usar sem perder a competitividade de sua equipe.

O Liverpool é um clube que sempre sofreu muito com lesões, então é crucial para os objetivos da temporada ter um elenco onde as ausências sejam minimizadas.

O trio de ataque não é segredo para ninguém: Mohamed Salah, Roberto Firmino e Sadio Mané.

Será que esse trio conseguirá repetir o bom nível da temporada passada? Foto: Getty Images

No entanto, a tendência é que Firmino inicie a temporada entre os reservas – pelo mesmo motivo de seus companheiros que ganharam férias prolongadas pós Copa.

Daniel Sturridge é a principal opção para substituir o brasileiro. Em entrevista ao jornal “Liverpool Echo”, o atacante afirmou estar preparado para retomar o bom nível de sua carreira.

Nas últimas temporadas, sofreu muito com as lesões, é verdade. No entanto, parecia um jogador que não ligava para o rumo que sua carreira estava tomando. Seja como for, hoje, parece mudado – ao menos aparentemente -.

Ele é um atleta que tem qualidade, e pode ajudar muito o Liverpool se permanecer focado. É uma boa opção para substituir o titular Firmino.

A contratação dos Reds para reforçar o setor foi o suíço Shaqri. É um atleta que se destacou na sua passagem pelo Stoke City e pode agregar muito ao clube.

De início, é possível imaginá-lo como um reserva imediato para Salah e Mané. No entanto, ele é um jogador extremamente versátil e Klopp pode usá-lo em outras funções.

Grande expectativa para a temporada

Na pré-temporada, no jogo contra o Manchester United, o suíço entrou nos 45 minutos finais e atuou em um posicionamento diferente do esperado, como meia-atacante.

É uma opção interessante quando se quer pressionar e atacar o adversário a todo momento, tendo em vista que Shaqri também tem um bom chute de longe.

Para a temporada, na opinião desse que vos escreve, acredito no time principal formado por: Alisson; Arnold, Lovren, Van Dijk e Robertson; Henderson, Keita e Milner; Salah, Mané e Firmino.

É um time extremamente competitivo e, embora possa perder alguém, certamente, tem boas opções no banco para substituir sem perder a competitividade.

A expectativa para a temporada é muito boa. Pela primeira vez em anos, os Reds podem finalmente brigar por títulos. Aguardemos o final dessa saga.