Os clubes mais rebaixados da era Premier League

5 minutos de leitura

A Premier League conta com grandes e vitoriosos clubes, mas também tem times que decepcionaram. Afinal, nem só de sucesso vivem os times ingleses. Três deles caem todos os anos para a Championship, a 2ª divisão da Inglaterra. Confira agora quais são as equipes que mais vezes foram assombradas pelo fantasma do descenso na Premier League desde seu início na temporada 1992/93.

Quais são os clubes mais rebaixados na era Premier League?

6 rebaixamentos – Norwich

O Norwich City é o rei dos clubes mais rebaixados na era Premier League. Os Canaries terminaram a liga inglesa nas últimas posições nas seguintes temporadas: (1994/95, 2004/05, 2013/14, 2015/16, 2019/20 e 2021/22).

Veja os brasileiros chegaram ao Norwich City após o último rebaixamento em 2021/22

5 rebaixamentosWest Bromwich

Com o rebaixamento na temporada 2020/21, o West Bromwich deixou o grupo de equipes com quatro descensos. Agora é único com cinco quedas.

(2002/03, 2005/06, 2008/09, 2017/18 e 2020/21);

4 rebaixamentos – Leicester, Crystal Palace, Middlesbrough, Sunderland, Watford, Burnley e Sheffield United

Burnley e Sheffield United entraram para o grupo com quatro rebaixamentos na temporada 2023/2024.

O Leicester City. (1994/95, 2001/02, 2003/04 e 2022/23);

Crystal Palace (1992/93, 1994/95, 1997/98 e 04/2005);

Middlesbrough (1992/93, 1996/97, 2008/09 e 2016/17);

Sunderland (1996/97, 2002/03, 2005/06 e 2016/17);

Watford (1999/00, 2006/07, 2019/20 e 2021/22).

Burnley (2009/10, 2014/15, 2020/21 e 2023/24)

Sheffield United (1993/94, 2006/07, 2020/21 e 2023/2024)

3 rebaixamentos – Nottingham Forest, Queens Park Rangers, Bolton, Birmingham, Hull e Fulham

Fulham completou seu terceiro rebaixamento na temporada 2021/22 quando caiu para a Championship após sete anos na elite do futebol inglês.

Nottingham Forest (1992/93,1996/97 e 1998/99);

Queens Park Rangers (1995/96, 2012/13 e 2014/15);

Bolton Wanderers (1995/96, 1997/98 e 2011/12);

Birmingham City (2005/06, 2007/08 e 2010/11);

Hull City (2009/10, 2014/15 e 2016/17);

Fulham (2013/14, 2018/19 e 2020/21);

2 rebaixamentos – Leeds, Manchester City, Ipswich Town, Charlton, Blackburn, Derby County, West Ham, Wolverhampton, Reading, Newcastle, Cardiff City e Southampton

Na lista de clubes que terminaram na zona de rebaixamento do campeonato por duas oportunidades está o Manchester City, hoje uma das principais potências do futebol mundial.

Leeds United (2003/04 e 2022/23);

Manchester City (1995/96 e 2000/01);

Ipswich Town (1994/95 e 2001/02);

Charlton (1998/99 e 2006/07);

Blackburn Rovers (1998/99 e 2011/12);

Derby County (2001/02 e 2007/08);

West Ham (2002/03 e 2010/11);

Wolverhampton (2003/04 e 2011/12);

Reading (2007/08 e 2012/13);

Newcastle (2008/09 e 2015/16);

Cardiff (2013/14 e 2018/19);

Southampton (2004/05, 2022/23);

Leia mais: O impacto de Wayne Rooney no Derby County e suas consequências

1 rebaixamentoBournemouth, Oldham, Swindon, Barnsley, Wimbledon, Sheffield Wednesday, Coventry, Bradford, Portsmouth, Blackpool, Wigan, Aston Villa, Swansea, Stoke City, Huddersfield Town e Luton Town

Com a queda ao final da temporada 2023/24, o Luton Town passou a fazer parte do grupo de clubes que foram rebaixados na Premier League em seu ano de estreia na elite do futebol inglês.

Bournemouth (2019/20);

Oldham (1993/94);

Swindon (1993/94);

Barnsley (1997/98);

Wimbledon (1999/00);

Sheffield Wednesday (1999/00);

Coventry (2000/01);

Bradford (2000/01);

Portsmouth (2009/10);

Blackpool (2010/11);

Wigan (2012/13);

Aston Villa (2015/16);

Swansea (2017/18);

Stoke City (2017/18);

Huddersfield Town (2018/19).

Luton Town (2023/24)

Por fim, cabe mencionar que o Brighton também nunca foi rebaixado da Premier League. No entanto, a equipe retornou à elite do futebol inglês na temporada 2017/2018. Antes disso, a última participação dos Seagulls na primeira divisão havia sido em 1982/1983, ou seja, antes da criação da Premier League.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.