Roteiro de cinema! Wrexham protagoniza partida maluca com 10 gols na 4ª divisão

5 minutos de leitura

O Wrexham é o pequeno time do País de Gales que ficou mundialmente conhecido por ter sido comprado pelos astros de Hollywood, Ryan Reynolds e Rob McElhenney, e virado tema de série documental no streaming. E, de fato, o clube parece viver jogos que parecem roteirizados, ou até forçados para uma obra ficcional.

Depois de garantir o acesso para a quarta divisão britânica através de uma campanha histórica e jogos malucos, como quando o goleiro defendeu um pênalti no último lance do confronto direto contra o principal adversário, os galeses viveram mais uma batalha épica no começo da sua jornada na temporada.

O Wrexham recebeu o Swindon Town no Racecourse Ground e arrancou um empate insano por 5 a 5, pela quarta rodada da Football League Two.

A igualdade em casa contra o 10º colocado da última temporada (13º na atual, que mal começou) parece um resultado ruim, mas há de se comemorar o ponto conquistado após estar perdendo por 4 a 1 no primeiro tempo. E o empate só veio depois de dois gols nos acréscimos da etapa final.

A linha do tempo de Wrexham 5 x 5 Swindon Town

  • 17′ – Gol de Young – Wrexham 0 x 1 Swindon Town
  • 27′ – Gol de Austin – Wrexham 0 x 2 Swindon Town
  • 29′ – Gol de Bickerstaff – Wrexham 1 x 2 Swindon Town
  • 31′ – Gol de Kemp – Wrexham 1 x 3 Swindon Town
  • 34′ – Gol de Young – Wrexham 1 x 4 Swindon Town
  • 51′ – Gol de Elliot Lee – Wrexham 2 x 4 Swindon Town
  • 55′ – Gol de Jones – Wrexham 3 x 4 Swindon Town
  • 71′ – Gol de Kemp – Wrexham 3 x 5 Swindon Town
  • 92′ – Gol de Jones – Wrexham 4 x 5 Swindon Town
  • 96′ – Gol de Elliot Lee – Wrexham 5 x 5 Swindon Town

A loucura contagiou até McElhenney, que fez questão de compartilhar o sofrimento durante o jogo em sua conta oficial no Twitter (X).

Nunca, nunca, nunca deixe um jogo do Wrexham. Esse time e essa cidade nunca irão desistir. Usam todo o coração o tempo todo — publicou McElhenney.

Sem artilheiro, Lee está sendo o herói no começo de campanha do Wrexham

O grande herói do empate foi o meia Elliot Lee, responsável por marcar o quinto gol já aos seis minutos de acréscimo do segundo tempo.

Lee virou a maior referência do galeses após a contusão de Paul Mullin durante a pré-temporada. Mullin chegou a ter o pulmão perfurado numa lesão durante amistoso e é desfalque no começo da temporada 2022/23 — ele marcou 38 gols e deu 10 assistências em 46 jogos da quinta divisão em que o Wrexham foi campeão.

Sem o camisa 10, Lee virou o artilheiro: ele marcou quatro vezes em cinco jogos na atual temporada, e ainda deu uma assistência para o gol de Jones.

O Wrexham voltou à quarta divisão com o que agora tem sido uma campanha mediana: 15º lugar, com uma vitória, uma derrota e dois empates. Antes do início da temporada, o clube, que conta com alto investimento dos donos norte-americanos, foi apontado como um dos favoritos ao acesso.

Essa nova fase do Wrexham gerou em uma série que mostra os bastidores do clube, chamada “Bem-vindos a Wrexham“, transmitida pelo Star+. O sucesso do seriado foi tanto que recebeu avaliação de 97% da audiência, além de uma receita aproximada de 3,2 milhões de libras (R$ 20,112 milhões) com temporada que mostra o 2021/22 do clube, quando fracassou em sair da quinta divisão.

A segunda temporada foi confirmada e estreará em 12 de setembro — esta vai contar a campanha do título da liga em 2022/23.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]