Chiellini fala sobre caso de racismo na Fiorentina

Chiellini
Foto: Divulgação/Chiellini

Acima de tudo, Chiellini é o capitão de seleção italiana. Além disso, é um histórico jogador da Juventus. Nesse sentido, o zagueiro foi perguntado sobre o caso de racismo no jogo entre Fiorentina x Napoli. Nesse ínterim, em coletiva na seleção de Itália. Assim, o jogador se mostrou preocupado com a imagem que o país passa. Chiellini, afirmou que a Itália não é um país racista mas se preocupa com seguidos casos de racismo no país. Com isso, o capitão disse: “Me sinto envergonhado como italiano. Algo precisa ser feito, porque estamos projetando uma imagem ruim”.

Desse modo, Chiellini nasceu em Piza, na Toscana. Assim sendo, região que infelizmente já teve vários casos de racismo. Por conseguinte, Florença (região em que ocorreu o caso) também faz parte da Toscana. Analogamente, o atleta falou bastante sobre a imagem da Itália.

O que disse Chiellini?

“Acho que foi inaceitável. É preciso um esforço extra de todos nós. Mas, no fim do dia, precisamos de regras que sejam aplicadas e reforçadas. Isso é o mais importante. Eu sinto vergonha como italiano e toscano”

“Sentimos vergonha na Europa porque muita gente diz que Itália é um país racista, e eu não acho que seja verdade. Precisamos de esforço extra de todos. O que exatamente, eu não sei dizer. Há pessoas melhores que eu para consertar isso, mas com certeza, algo precisa ser feito porque estamos projetando uma imagem ruim de nós mesmos lá fora”

Por outro lado, a Polícia de Florença e a direção da Fiorentina afirmam que ainda investigam o caso. No entanto, ninguém foi encontrado até o momento. Logo depois, a federação italiana também está investigando o caso.

Analogamente, Chiellini está a serviço da seleção da Itália. Pois irá disputar a semifinal da Nations League. Com isso, a partida será contra a Espanha, no San Siro. Assim, o jogo ocorre terça (6), às 15h45 (horário de Brasília).