Chelsea se inspira em Grupo City e monta projeto para ter Thiago Silva como treinador

4 minutos de leitura

O Chelsea quer começar a produzir treinadores que possam se desenvolver e treinar o clube. O nome preferido para isso é o de Thiago Silva, que deixou Stamford Bridge recentemente para jogar no Fluminense aos 39 anos.

Para isso, o Chelsea conta com seu modelo de propriedade multiclube, em que um potencial treinador pode se desenvolver em outro clube antes de assumir os Blues.

O Chelsea quer se espelhar no modelo de sucesso do Manchester City, que conta com Pep Guardiola e uma rede de clubes ao redor do mundo, em que alguns treinadores ganharam destaque, como Míchel no Girona, e Ange Postecoglou no Yokohama Marinos.

Os Blues contrataram Enzo Maresca, ex-auxiliar de Guardiola, e pretendem utilizar o Strasbourg, clube francês que pertence ao mesmo dono do Chelsea (Todd Boehly), para desenvolver técnicos promissores.

O primeiro nome que o Chelsea pretende desenvolver é o de Thiago Silva. O jogador deixou o clube admitindo que espera voltar um dia em outra função.

Thiago Silva pelo Chelsea
Thiago Silva pelo Chelsea (Foto: Icon Sport)

De acordo com o jornal “The Standard”, o clube londrino gostaria de receber o brasileiro de volta como treinador, assim que pendurasse as chuteiras.

O zagueiro foi um líder em Stamford Bridge e demonstrou aptidão para leitura analítica e tática. Além disso, Thiago Silva venceu a Champions League de 2021 com os Blues e tem perfil vitorioso.

Além disso, Thiago Silva é extremamente popular dentro do Chelsea, sendo homenageado em sua partida de despedida, na vitória por 2 a 1 sobre o Bournemouth, na última rodada da Premier League. Os torcedores exibiram um banner para o zagueiro, que recebeu todas as homenagens ao lado de sua família no gramado.

Projeto multiclubes do Chelsea

A BlueCo, grupo empresarial que comanda o Chelsea, tem um plano de construir uma rede de clubes em diferentes partes do mundo, o que levará tempo para ser elaborado e poder ser equiparado ao Grupo City, que possui 14 times.

Mas em 2023, a BlueCo comprou o Strasbourg, da França, e costuma emprestar diversos jogadores do time londrino ao clube “irmão”, incluindo os brasileiros Ângelo e Andrey Santos. Até o momento, o time da França seria o caminho natural para Thiago Silva começar sua carreira como treinador.

Todd Boehly é dono do Chelsea na Premier League e do Strasbourg na França (Foto: Icon sport)
Todd Boehly é dono do Chelsea na Premier League e do Strasbourg na França (Foto: Icon sport)
Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.