Chelsea na PL 2019/2020: com jovens, Blues chegam à Champions League

Sob o comando do ídolo Frank Lampard, equipe alcança um dos grandes objetivos da temporada

Chelsea 2019/2020
Justin Setterfield/Getty Images

Como foi o desempenho do Chelsea 2019/2020? Confira quais foram os destaques, altos e baixos, dos Blues na Premier League. Saiba tudo neste balanço de fim de temporada da PL Brasil.

Quais eram as expectativas para o Chelsea na temporada 2019/2020?

É justo dizer que o Chelsea iniciou a temporada 2019/2020 da Premier League sem a expectativa, e pressão, de brigar pelo título. A impossibilidade de fazer contratações, devido a punição da Fifa por irregularidades em negociações envolvendo jovens atletas, somada a saída de Eden Hazard, deixou o elenco bastante dependente de jovens promessas.

O fato de Frank Lampard ter assumido o cargo de técnico dos Blues também contribuiu para diminuir as apostas no clube como candidato ao troféu. Um dos maiores jogadores da história do Chelsea, Lampard assumia seu primeiro clube grande como treinador, tendo pouca experiência prévia.

Tendo os Blues uma diretoria que não costuma fazer muita cerimônia para demitir treinadores (Lampard chegou como terceiro técnico em três temporadas), havia muita expectativa para saber qual seria o nível de paciência dela para com um dos maiores ídolos de sua torcida.

Com todos esses fatores somados ficou claro que o jovem treinador tinha dois objetivos para atingir e ser considerado bem sucedido no Chelsea 2019/2020. Fazer com que o jovem elenco evoluísse e formasse uma equipe competitiva e conseguir a classificação para a Champions League.

A equipe de Stamford Bridge conseguiu se classificar para a principal competição de clubes europeus. Confirmou a vaga na última rodada. Isso foi importantíssimo, pois a diretoria já havia começado a fazer contratações importantes (como Timo Werner e Hakim Ziyech) antes mesmo da confirmação da vaga. É provável que o clube aumente seus investimentos para a próxima temporada.

Leia mais: Werner no Chelsea: mudança de patamar no ataque e recado aos rivais

O time teve altos e baixos, mas é possível afirmar que o balanço é positivo. Vários jogadores jovens amadureceram bastante e demonstraram terem condições de serem peças importantes para um clube ambicioso. Tammy Abraham, Christian Pulisic, Mason Mount e Callum Hudson-Odoi participaram ativamente da campanha do Chelsea na temporada 2019/2020.

Os jogadores mais experientes que permaneceram no elenco foram importantes para manter o time competitivo em momentos mais difíceis do campeonato. O brasileiro Willian, por exemplo, teve performance muito boa. Foram nove* gols e sete* assistências para ele. César Azpilicueta, Marcos Alonso e N'Golo Kanté também foram fundamentais.

Lampard conseguiu instituir um estilo de jogo bem definido para sua equipe. Ela tenta construir suas jogadas com a bola no chão, pacientemente trocando passes, buscando acelerar próximo a área adversária com jogadas pelos lados.

Lampard Chelsea
Adrian Dennis/AFP via Getty Images

Nem sempre o Chelsea conseguiu ser efetivo, mas fica claro que há uma identidade. A partir dela, o time pode evoluir bem na próxima temporada.

Um ponto negativo, no qual o técnico terá que trabalhar muito para melhorar, é a defesa. Os Blues sofreram muitos gols. Só na Premier League foram 54, terminando a competição com média de mais de um gol sofrido por jogo (1,42).

Leia mais: Os 10 maiores ídolos da história do Chelsea

Destaque

Christian Pulisic estreou no Chelsea na temporada 2019/2020 e teve papel fundamental na reta final da Premier League.

Seu início no clube não foi tão empolgante. Mas o jovem atacante mostrou amadurecimento e aos pouco foi se destacando (especialmente na volta da competição, após a parada por conta da pandemia do novo coronavírus). Ele terminou a competição em alta.

O desempenho de Pulisic fez com que muitos passassem a considerá-lo como o substituto de Eden Hazard. Pode ser importantíssimo para o Chelsea na próxima temporada, se manter essa evolução.

QUIZ: Quais jogadores do Chelsea marcaram hat-trick na era Premier League?

Surpresa

Muitos já notavam talento no jovem centroavante Tammy Abraham, revelado nas categorias de base dos Blues. O que surpreendeu foi como rapidamente ele se firmou na equipe titular de Frank Lampard.

Abraham foi o centroavante principal do Chelsea na maior parte do campeonato, deixando o campeão mundial, e experiente, Olivier Giroud no banco. Tammy Abraham terminou a Premier League 2019/2020 como artilheiro do Chelsea, com 15 gols marcados.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

  • Esquadrões Imortais – Chelsea 2004/2005