Guia do Chelsea na Europa League 2018/2019

Será que os Blues podem levantar o caneco?

0
255
Chelsea na Europa League
(Crédito: Getty Images)

Confira o guia especial da PL Brasil sobre o Chelsea na Europa League 2018/2019!

A temporada do Chelsea em competições europeias será diferente da forma que seus torcedores estão acostumados.

Após uma temporada conturbada sob o comando de Antonio Conte, os Blues terminaram a última edição da Premier League na quinta posição, ficando assim, fora da Champions League, garantindo uma vaga direta à fase de grupos da Europa League.

Esta será a quinta participação do Chelsea nessa competição, ocupando nessa edição o Grupo L do torneio, juntamente com PAOK, da Grécia, BATE Borisov, da Bielorrússia, e MOL Vidi, da Hungria.

A Europa League de 2012/2013 foi o último título internacional conquistado pelo Chelsea (Créditos: Chelsea News)

Será a oportunidade de seu novo treinador, Maurizio Sarri, mostrar serviço em competições europeias.

O ex-treinador do Napoli não conseguiu grandes resultados dirigindo a equipe italiana em torneios da UEFA.

Caiu na fase 16 avos da Europa League na edição de 2015/2016 e foi eliminado pelo Real Madrid nas oitavas de final da Champions da temporada 2016/2017. Já em 2017/2018, saiu na fase de grupos e caindo novamente na fase 16 avos da Europa League daquela temporada.

Sarri terá um dos maiores desafios de sua carreira (Créditos: Facebook)

Ainda que seu técnico não tenha experiência em torneios continentais, o Chelsea entra na Europa League como um dos favoritos a levantar a taça de campeão em Baku, no dia 29 de maio de 2019.

Veja mais:
As 7 maiores façanhas de clubes ingleses na Europa
A grande estrela dos Blues, Eden Hazard tem tudo para fazer uma temporada espetacular (Créditos: Facebook)

Diante os adversários de seu grupo, o Chelsea deve avançar sem nenhum susto para a próxima fase.

Caso resolva encarar o torneio com a seriedade com que os ingleses disputam a Champions League, os Blues reúnem totais condições de brigar pelo seu segundo título na competição. É possível que encontre alguma dificuldade caso surja em seu caminho equipes como Milan, Sevilla, Lazio ou outra que vier como terceira colocada dos grupos da Champions.

Além desses potenciais concorrentes, o Chelsea terá um velho conhecido caseiro como grande rival na disputa do título.

O Arsenal, com um novo técnico após décadas, tentará conquistar o quanto antes um campeonato, e enxerga a Europa League como opção viável para isso.

GRUPO L: Chelsea, BATE Borisov, PAOK e Vidi

20/09/2018 – PAOK – fora – 14h (de Brasília)

04/10/2018 – MOL VIDI – casa – 16h (de Brasília)

25/10/2018 – BATE – casa – 16h (de Brasília)

08/11/2018 – BATE – fora – 16h (de Brasília)

29/11/2018- PAOK – casa – 18h (de Brasília)

13/12/2018 – MOL VIDI – fora – 14h (de Brasília)

ELENCO DO CHELSEA NA EUROPA LEAGUE:

Goleiros: Kepa Arrizabalaga e Willy Caballero

Defensores: Antonio Rudiger, Marcos Alonso, Davide Zappacosta, Gary Cahill, Andreas Christensen, César Azpilicueta, David Luiz, Emerson Palmieri e Ethan Ampadu

Meias: Cesc Fabregas, Jorginho, N’Golo Kante, Ross Barkley, Eden Hazard, Mateo Kovačić, William e Ruben Loftus-Cheek;

Atacantes: Pedro, Victor Moses, Olivier Giroud e Álvaro Morata

CURIOSIDADES:

  • O Chelsea ainda conta em seu elenco com jogadores remanescentes do título da Europa League de 2012/2013: Azpilicueta; Cahill, David Luiz, Moses e Hazard.
  • O Chelsea enfrentará todos os adversários de seu grupo pela primeira vez em sua história. Até o momento os Blues jamais estiveram em campo contra MOL Vidi, BATE e PAOK, sendo essa edição da Europa League a responsável por dar início a esse histórico de duelos.

PALPITES

Vinícius Alves (PL Brasil): briga pelo título

Gustavo Hofman (ESPN): briga pelo título

Arnaldo Ribeiro (ESPN): briga pelo título

O dia em que o Aston Villa conquistou a Champions League