Ex-Chelsea, Hudson-Odoi vira alvo da Premier League e pode render grande lucro ao Forest

4 minutos de leitura

O jovem ex-Chelsea Callum Hudson-Odoi, que se destacou na última temporada pelo Nottingham Forest, deve ser um nome quente no mercado da Premier League. Isso porque ele despertou o interesse de diversos clubes e pode ser vendido novamente.

Segundo o site inglês “The Athletic”, o Forest impôs um preço alto para liberar o jogador: 40 milhões de libras (R$ 286 milhões). Esse é um valor oito vezes maior do que o pago ao Chelsea na última janela de transferências.

De flop no Chelsea a cobiçado na Premier League

Hudson-Odoi chegou ao Forest em agosto de 2023 por menos de 4 milhões de libras, após um período de dificuldades no Chelsea e Bayer Leverkusen, onde esteve por empréstimo.

No clube de Nottingham, o jogador reencontrou seu futebol, marcando 8 gols em 29 partidas na Premier League e se tornando peça fundamental para a equipe. O sucesso não passou despercebido.

hudson odoi chelsea
Zyiech, Havertz, Pulici e Hudson-Odoi pelo Chelsea (Foto: Icon Sports)

Pelo menos três clubes, segundo o The Athletic, demonstraram interesse em sua contratação, incluindo times da elite inglesa. No entanto, o Forest não pretende facilitar a saída do jogador.

A diretoria estipulou um preço de 40 milhões de libras para liberar Hudson-Odoi, valor que representa um lucro astronômico de oito vezes o que foi pago ao Chelsea na última janela.

A situação no Nottingham Forest

Embora o alto valor possa dificultar a negociação, a imprensa inglesa indica que Hudson-Odoi não está pressionando por uma saída imediata do Forest. O jogador estaria feliz no clube e com o técnico Nuno Espírito Santo, e não busca uma mudança a todo custo.

Aos 23 anos, ele ainda tem contrato até 2026 com o clube e a princípio prefere ficar para ganhar sequência e destaque, como era esperado do seu potencial quando explodiu pelos Blues.

hudson odoi nottingham forest
Hudson-Odoi pelo Nottingham Forest (Foto: Icon Sport)

O Forest, por outro lado, já se reforçou na janela de transferências com a contratação do promissor meio-campista Elliot Anderson, do Newcastle. A equipe pagou 35 milhões de libras em uma negociação em que o goleiro Odysseas Vlachodimos foi cedido ao clube do norte da Inglaterra.

A equipe enfrentava problemas para se livrar de possíveis punições das regras de sustentabilidade financeira da Premier League (PSR), mas conseguiu vender dois volantes, Mangala e Niakhate, para compensar.

Por isso, nomes como Murillo e Hudson-Odoi não precisarão ser vendidos por necessidade do clube. Caso saiam, será por conta de uma negociação vantajosa para o Forest.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]