Chelsea fatura 15 milhões de libras com título do Real Madrid, entenda o caso

Chelsea fatura 15 milhões de libras com título do Real Madrid, entenda o caso
Foto: Divulgação / Real Madrid

A saber, aconteceu nesse sábado (28) a final da UEFA Champions League 2021/22 entre Real Madrid e Liverpool. Dessa forma, o time espanhol se sagrou com campeão ao vencer por 1 x 0 a partida. Com o título conquistado pelos Merengues, o Chelsea, que foi eliminado pelo time de Madrid nas quartas de final, faturou £ 15 milhões de libras.

Isso porque, dentro do contrato de venda de Eden Hazard, ex-Chelsea, existia um valor estipulado a ser pago aos Blues caso o belga fosse campeão europeu com o plantel espanhol.

TRANSFERÊNCIA DE HAZARD RENDE AO CHELSEA QUASE £ 123 MILHÕES DE LIBRAS

De acordo com o The Sun, veículo de notícias inglês, o Chelsea vendeu o meia em 2019 por £ 88,5 milhões de libras. Contudo, o acordo incluiu bônus de desempenho que poderiam elevar a taxa de transferência a patamares mais elevados, como aconteceu.

Assim, o clube de Londres recebeu quase £ 20 milhões de libras na temporada seguinte a transferência. Isso porque, o Real Madrid conquistou o título da LaLiga, 1ª divisão espanhola. Com isso, o clube de quebra se classificou para a Liga dos Campeões.

Com a conquista do 14º título da UEFA Champions League, os Blues embolsaram mais £ 15 milhões de libras. Por fim, é importante salientar que desde que chegou a Madrid, o meio-campista Eden Hazard não correspondeu as expectativas do torcedor Merengue, sendo pouco utilizado desde que se transferiu para Espanha.

APÓS 19 TEMPORADAS, CHELSEA ENCERRA UM ‘CICLO DE OURO'

Antes de mais nada, é importante salientar que o Chelsea mudou de patamar com a venda do clube para o Roman Abramovich em 2003. O clube de Londres que era considerado de médio porte dentro do país, ganhou destaques continentais com contratações e títulos.

Assim, com a saída de Abramovich a ‘Era de Ouro' dos Blues chega ao fim. Em resumo, desde 2003, os Azuis conquistaram 21 títulos em 19 temporadas com o magnata russo como chefe.

Em comunicado oficial, o ex-dono falou sobre a relação com o clube:

“Foi uma honra de uma vida fazer parte deste clube . Gostaria de agradecer a todos os atuais e ex-jogadores, funcionários e, claro, os torcedores por esses anos incríveis. Estou orgulhoso que, como resultado ” Da nossa união sucessos, milhões de pessoas agora serão beneficiadas com a nova fundação de caridade que está sendo criada. Esse é o legado que criamos juntos”, finaliza o comunicado de Abramovich.

ABRAMOVICH NEGA EXIGIR PAGAMENTO DE DÍVIDA QUE O CLUBE POSSUÍ COM ELE

A saber, o Chelsea já possuí um novo dono. Dessa forma, o jornal britânico The Times noticiou no inicio do mês de maio que o oligarca russo, Roman Abramovich estaria disposto em voltar atrás em promessa inicial feita em perdoar dívidas da equipe.

Assim, o russo iria cobrar pagamento de uma dívida de £ 1,6 bilhão (aproximadamente R$ 10 bilhões). Contudo, Roman negou que irá realizar esta cobrança. Em resumo, a posição do ex-dono dos Blues ao negar esse rumor garantiu que os consórcios interessados na compra se mantivessem na disputa.