Charlie Weston é mais um jogador da base promovido pelo Blackburn

Era de se imaginar que o Blackburn faria uma revolução após a chegada do novo diretor de futebol Gregg Broughton, do treinador  Jon Dahl Tomasson, principalmente porque ambos seguem a mesma filosofia de montagem de elenco. Nesse sentido, os Rovers promoveram mais um jovem jogador da academia. Dessa vez, quem teve o trabalho reconhecido foi Charlie Weston, meia de 17 anos.

Vale ressaltar que o clube de Ewood Park já promoveu outros 4 jovens de sua academia. Em especial, o zagueiro e capitão do sub-18 Patrick Gamble e o atacante e estrela da base Harrison Wood. Assim, Weston se juntará a eles na equipe sub-23 e poderá por vezes integrar o elenco principal.

Sobre Charlie Weston

Antes de mais anda, o jogador de 17 anos atua como meio-campo, atuando por vezes como o primeiro volante, mas tendo brilhado mais como um box-to-box, o meia que ajuda tanto na defesa quanto nas ações ofensivas.

Além disso, Weston faz parte da seleção de base inglesa e foi um nome de destaque na campanha dos Rovers na FA Youth Cup na última temporada. Inclusive, essas atuações proporcionaram ao jovem inglês algumas atuações pela equipe sub-23, tendo a representado em 5 oportunidades.

Logo após assinar seu contrato, Weston conversou com o canal oficial do Blackburn e falou um pouco sobre como se sente com o 1º contrato e quais as suas expectativas. 

“É um dos melhores dias que você pode ter como jogador. É o sonho de qualquer jogador e estou feliz de ter feito meu sonho se tornar realidade.”

Sobre sua trajetória, o jovem disse: “Tem sido uma longa jornada, mas uma jornada que tenho me proposto a fazer para conseguir alcançar meu sonho. Desde que me juntei ao sub-14, todos os técnicos da academia me ajudaram a progredir, tanto como jogador quanto como pessoa e sou muito grato por isso.”

Por fim, sobre suas expectativas para a temporada 22/23, o jovem acrescentou: “A próxima temporada será um grande salto do sub-18. Tive uma amostra no início da última temporada e isso abriu meus olhos para o nível que tenho que alcançar. Só preciso continuar a trabalhar duro que a recompensa virá.”

Charlie Weston assina primeiro contrato com os Rovers
Foto: Reprodução/Twitter/Blackburn

O momento dos Rovers

Atualmente, os Rovers com certeza são o elenco mais jovem da Championship, tendo sido o 2º na última temporada. Assim, será uma grande tarefa para Jon Dahl Tomasson conseguir tirar de tantos jovens o nível necessário na 2ª divisão inglesa. Inclusive, muito deles nunca nem experimentaram a liga.

Nesse sentido, é de se esperar uma temporada de transição do Blackburn, já que o clube precisa se reestruturar financeiramente, mas não pode perder sua competitividade. Ainda assim, alguns torcedores já demonstram preocupação com a falta de novos reforços de grande peso na equipe. Por exemplo, alguns alegam que apesar de ser bom ter jovens promissores, é importante haver experiência no elenco. 

Vale ressaltar ainda, que os Rovers já perderam o capitão, Darragh Lenihan e outro jogador de anos de serviço em Ewood Park, o que tem preocupado ainda mais a sua torcida.

Por fim, é importante lembrar que trabalhar com jogadores da base e com jovens não é novidade para Gregg BroughtonJon Dahl Tomasson. Inclusive, essa experiência e os currículos de ambos que interessaram a diretoria dos Rovers.