Chances de classificação do Milan nesta Liga dos Campeões

Chances de classificação do Milan nesta Liga dos Campeões
Foto: Divulgação / Twitter @acmilan

A princípio, o multicampeão Milan voltou à Champions League após sete temporadas. Logo, o clube rossonero teve pela frente um grupo complicadíssimo, com Liverpool, Atlético de Madrid e Porto. Desde então, o clube não pontuou em três rodadas e agora vem correndo o sério risco de não conseguir passar de fase e nem de se classificar para Europa League. A seguir, confira um resumo sobre os confrontos do Milan durante a competição e quais são as chances de uma possível classificação.

Análise dos jogos

Liverpool 3 x 2 Milan

Antecipadamente, na estreia da competição, o Milan enfrentou o Liverpool em um jogaço. Em Anfield, os Reds começaram a partida com total domínio, abrindo o placar cedo na partida e com boas chances de aumentar o marcador ainda no começo do primeiro tempo. Contudo, pouco tempo antes das duas equipes irem ao vestiário, o Milan protagonizou uma virada incrível, com dois gols em menos de quatro minutos.

Do mesmo modo, na volta para segunda etapa, os visitantes tiveram a chance de aumentar a vantagem. No entanto, um impedimento de Theo Hernandez foi decisivo no lance para o gol de Saelemaekers ser anulado. Em seguida, o Liverpool comandou as chances do ataque, conseguindo empatar a partida, com Salah finalizando no canto esquerdo.

Ademais, os Rossoneros até conseguiram absorver a pressão adversária, mas os mandantes estavam implacáveis diante a sua torcida. Por fim, Jordan Henderson acertou um lindo chute de primeira, que deu a vitória ao Liverpool.

Todavia, o Milan mostrou durante toda a partida como brigar de igual para igual com uma equipe superior, assim como o Liverpool.

Foto: Divulgação / Getty Imagens

Milan 1 x 2 Atlético de Madrid

Primeiramente, a esperada recuperação da equipe do Milan não veio contra o Atlético de Madrid. Assim, diante aos seus torcedores, os Rossoneros abriram o placar aos 20′ do primeiro tempo, com Rafael Leão. Ainda assim, na primeira etapa, o time italiano ficou com dez jogadores em campo depois que Franck Kessié foi expulso, dificultando as transições do ataque para defesa no time.

Todavia, a virada dos Colchoneros veio no segundo tempo, mais especificamente, no final do jogo. Com isso, aos 39′, Antoine Griezmann marcou para o Atlético de Madrid, e Luis Suárez, nos acréscimos, definiu o marcador da partida.

Em suma, a sensação pós-jogo era que o Milan controlou a partida até um determinado tempo, como com o Liverpool, mas no final o clube não conseguiu sair nem com o empate.

Foto: Divulgação / EFE

Porto 1 x 0  Milan

À primeira vista, na rodada seguinte, o Milan foi a Portugal para encarar o Porto. Logo, os dez desfalques do elenco pesaram demais de começo ao fim, principalmente com a construção do jogo. Em síntese, na primeira etapa, o Porto pressionava a marcação de bola do Milan, tendo algumas boas oportunidades de abrir o marcador. Em contrapartida, os Rossoneros sofreram muito com a marcação pressão dos mandantes e com poucas chances no ataque.

Definitivamente, a segunda etapa ficou marcada pela volta de Zlatan Ibrahimovic ao plantel do time de Milão. Assim, o sueco tentou surpreender com um chute de longa distância, que passou por cima do gol. Pouco depois, aos 21′, Luis Díaz marcou o único tento da partida, após um chute no canto direito, sem chances para o goleiro do Milan.

Enfim, essa partida foi a única que os Rossoneros jogaram mal e não conseguiram ser perigosos.

Partida decisiva

Ademais, a próxima rodada da Liga dos Campeões será decisiva para o Milan. Assim, o clube de Milão, que segue zerado no Grupo B da competição, receberá o Porto, na próxima quarta-feira (3), necessitando da vitória para acreditar em uma possível classificação.

Foto: Divulgação / EPA / ESTELA SILVA

Lesões no platel do Milan

Primeiramente, o Milan vinha de uma boa sequência de resultados antes de inúmeras lesões no plantel da equipe. Assim, essas baixas dificultaram a criação de jogadas no ataque. Além disso, a defesa, que era sólida, acabou se desestabilizando em alguns jogos.

Em suma, há uma semana atrás o Milan não contava com Theo Hernandez e Brahim Diaz em seu plantel, em decorrência a Covid-19. A princípio, essa semana o clube recebeu boas notícias do Departamento Médico, já que os dois jogadores se recuperaram do vírus e estão disponível para voltar ao elenco.

Agora, o clube espera pela recuperação do brasileiro Junior Messias e o italiano Alessandro Florenzi, que é previsto que retorne no final de outubro. Logo depois, o espanhol Samu Castillejo e o croata Ante Rebic são esperados para início de novembro. Por fim, o goleiro francês Mike Maignan e o italiano Alessandro Plizzari são esperados para o final de dezembro.

Milan no Campeonato Italiano

Foto: Divulgação / Twitter @acmilan

Definitivamente, o Campeonato Italiano dos Rossoneros vem sendo praticamente perfeito. Tal qual, até o momento, o Milan dorme na liderança da competição. Assim, a equipe venceu nove dos 10 jogos que disputou e apenas empatou com a Juventus em Torino.

Em suma, podemos citar como os principais resultados positivos a vitória sobre a Atalanta, por 3 x 2, em Bergamo e os 2 x 0 aplicados sobre a Lazio, em pleno San Siro. Por fim, em dez rodadas o clube de Milão soma 28 pontos.

O que pode-se esperar?

Em primeiro lugar, é esperado a volta de alguns jogadores que desfalcaram o Milan nas últimas semanas. Assim, é nítido que com o retorno desses jogadores a qualidade das atuações da equipe irá melhorar, podendo ter chances claras de uma possível classificação na Liga dos Campeões. Todavia, os confrontos pela frente não serão fáceis.

Ademais, na próxima quarta-feira (3), o clube enfrentará o Porto, em casa, necessitando da vitória para entrar na briga. Por fim, precisará vencer pelo menos dois dos três decisivos jogos que terá pela frente e torcer por tropeços, principalmente do Atlético de Madrid e Porto.