Champions League: o dia em que um brasileiro deu o título à Inter contra o Benfica

2 minutos de leitura

Benfica e Inter abrem as quartas de final da Champions League 2022/23 nesta terça-feira (11), às 16h, no Estádio da Luz. Para os portugueses, a eliminatória também é oportunidade de se vingar 57 anos depois da dolorosa derrota para os italianos na final do campeonato europeu, que contou com gol salvador de um brasileiro campeão mundial.

Bi-campeão continental, após vencer em 61 e 62, o Benfica de Eusébio sonhava com o tricampeonato em 1964/65. Do outro lado, a atual vencedora Inter queria seguidor como dona da Champions League. O duelo de gigantes prometeu e entregou equilíbrio, e foi definido por detalhes.

O brasileiro que decidiu a Champions League

Jair da Costa havia sido campeão mundial pela seleção brasileira em 1962, como reserva. Três anos depois, se tornou protagonista e fez o gol do título da segunda Champions League da Inter, na final sobre o Benfica. Em um San Siro lotado com 77 mil pessoas no dia 27 de maio de 1965, o ponta revelado pela Portuguesa fez o equilíbrio se tornar euforia para os Nerazzurri.

Aos 43 minutos da etapa inicial, Jair se aproveitou da forte chuva que assolava Milão, chutou de forma despretensiosa e contou com a ajuda do goleiro benfiquista. O arqueiro Alberto da Costa Pereira deixou a bola passar entre suas pernas, em um clássico frango. Azar português, sorte italiana.

A Inter derrotou o Benfica, conquistou sua segunda Champions League e, de certa forma, pintou a Europa de verde e amarelo. Jair da Costa se tornou o segundo jogador brasileiro a marcar gol em uma final da competição mais importante do Velho Continente. Anteriormente, em 1963, José Altafini “Mazzol” havia feito dois gols no título do Milan contra o próprio Benfica.

Inter: Giuliano Sarti, Tarcísio Burgnich, Armando Picchi e Giacinto Facchetti; Sandro Mazzola, Gianfranco Bedin e Luis Suárez; Mário Corso, Jair da Costa e Joaquín Peiró. Técnico: Helenio Herrera.

Benfica: Alberto da Costa Pereira; Raul Machado, Germano, Fernando Cruz e Domiciano Cavém; José Neto e Mário Coluna; Antônio Simões, Eusébio, José Torres e José Augusto. Técnico: Elek Schwartz.

Champions League: o dia em que um brasileiro deu o título a Inter contra o Benfica
A Inter na final da Champions League – Foto: Inter

Jair da Costa já havia vencido a Champions de 196/64 pela Inter, além de quatro edições de Campeonato Italiano. O brasileiro virou uma lenda no clube de Milão, e nunca escondeu seu amor pela equipe.

“Aquele era um time fantástico que a torcida jamais esquece. Em 2008, quando estive lá para a comemoração do centenário, o locutor anunciou minha presença no San Siro e foi uma festa. Me aplaudiram, gritaram meu nome”, revelou Jair ao GE, em 2010.

Leia mais:

Benfica x Inter de Milão – onde assistir ao vivo, horário e escalações

Novos tempos

A tendência é que o duelo deste ano seja equilibrado novamente. A Inter tem nomes badalados em seu elenco, como Lukaku e Lautaro Martínez. O Benfica, porém, vive um bom momento coletivo e tem valores interessantes. Os italianos passam longe de atravessar uma fase tranquila. A permanência do técnico Simone Inzaghi para o próximo ano, inclusive, é tida como improvável.

Depois de 1965, a Inter ainda conquistou a Champions League de 1965, e agora quer o tetra. O Benfica acumulou fracassos continentais desde sua última conquista, em 62, e precisa exorcizar a maldição de Béla Guttmann. Na atual edição, os italianos passaram em segundo no grupo da morte que contava com Bayern e Barcelona. Depois, despacharam o Porto por 1 a 0 no agregado do mata-mata.

Os lusitanos chegam às quartas de finais com grande campanha. A equipe ficou em primeiro no grupo do PSG, e goleou o Clube Brugge nas oitavas de final.

 O duelo de volta está marcado para o dia 19 de abril, no estádio Giuseppe Meazza, palco da final de mais de meio século atrás.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.